Narrativasda violênciano meio escolar:limitese fronteiras, agressão e incivilidade

Autores

  • Luiz Alberto Oliveira Gonçalves Universidade Federal de Minas Gerais

Palavras-chave:

Violência escolar. Política pública. Prática docente. Ambiente escolar

Resumo

Este artigo é resultado de uma pesquisa sobre a violência no meio escolar, realizada junto a professores das escolas de ensino fundamental. O estudo focaliza a interpretação dos professores sobre a escola em que atuam e sobre seus alunos, dando-se ênfase no quanto o contexto de violência escolar interfere em sua auto-estima, e na visão sobre a escola.

Abstract:

This article results of research about violence in the school environment done together with the elementary and middle school teacher. The study focuses the staff interpretations about the school in wich they teach and their students, given emphasis on how much the school violence context interferes on their self-estime and their point of view about the school.

Key-words:Violence in school. Public policy. Teaching pratices. School environement

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Alberto Oliveira Gonçalves, Universidade Federal de Minas Gerais

Possui mestrado em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (1985) e doutorado em Sociologia - École des Hautes Études en Sciences Sociales (1994). Pós-doutorado pela Universidade de São Paulo.(2006) Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Minas Gerais, Membro do Comitê Científico do Observatoire Européen de la Violence Scolaire Foi Secretário Executivo da Secretaria Especial da Igualdade Racial da Presidência da República (2003-2004). Assessor da Fundação de Amparo a Pesquisa de São Paulo - FAPESP.

Referências

ARAÚJO, Maria Carla Ávila. A violência na escola e sua relação com a construção da identidade dos jovens. 2000. Dissertação (Mestrado) UFMG, Belo Horizonte.

BECKER, Haword. The career of the Chicago public school teacher. AmericanJournal'!J Sociology.v. 57, 1952.

CALDEIRA, Tereza Pires do Rio. Cidade dos muros- crime,segregaçãoe cidadaniaem São Paulo.São Paulo: Edusp, 2000.

DAS, Veena. Fronteiras,violênciae o trabalhodo tempo:algunstemaswitgensteinianos,RBC, v. 14, n. 40, jun. 1999, p. 31-40.

DEBARBIEUX, Eric. La violencedansIa c/asse.Paris: ESF, 1990.

DEBARBIEUX, Eric. La violenceen milieux sco/aire.État des/ieux. Paris: ESF, 1997.

ESPÍRITO SANTO, ShirleiRezende Salesdo (2001).Oprocessode construçãoda violência nas relaçõesjuvenis na escolanoturna.2001. Dissertação (Mestrado) UFMG, Belo Horizonte.

GONÇALVES, Luiz Alberto Oliveira; ESPÍRITO SANTO, Shirlei Rezende Sales do. Segregação e violência em uma escola brasileira. RevistaPortuguesadePedagoria.Ano XXXIv, n. 1, 2, 3. 2000.

LA TERMAN, Bana. Violência e Incivilidade na escola- nem vítimas, nem culpados. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2000.

LASH, Cristopher. Refúgioem um mundosem coração.Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1993.

PAYET, Jean-P. La ségrégation scolaire: une perspective sociologique sur Ia violence à I'école. RevueFrançaisede Pédagogie,n. 123, abr-maio-jun. 1998, p. 21-31.

RIBEIRO, Ruth. Droga,juventude e desvio.Os significadosatribuídosao consumode drogasilícitas porjovens, alunosde escolapública.2001. Dissertação (Mestrado) UFMG, Belo Horizonte.

SPÓSITO, Marília; GONÇALVES, Luiz Alberto Oliveira. o. Pour réduire Ia violence en milieux scolaire. ConférénceInternacionalesur Ia ViolenceMilieux Scolaire. Paris, mar. 2001 (mimeo).

WIEVIORKA, Michel. ° Novo Paradigma da Violência. TempoSocial Re,. Sociol- USP. São Paulo, 9(1) 5-41, maio 1998.

Downloads

Publicado

2016-03-07

Como Citar

GONÇALVES, L. A. O. Narrativasda violênciano meio escolar:limitese fronteiras, agressão e incivilidade. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 13, n. 3, p. 85-98, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643938. Acesso em: 30 out. 2020.

Edição

Seção

Dossiê