Banner Portal
o uso do termo representação na educação em ciências e nos estudos culturais
PDF

Palavras-chave

Representações. Estudos Culturais. Educação em Ciência

Como Citar

WORTMANN, Maria Lúcia Castagna. o uso do termo representação na educação em ciências e nos estudos culturais. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 12, n. 1, p. 151–161, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8644018. Acesso em: 17 jul. 2024.

Resumo

Neste texto discutem-sealgunssignificadosligados.aouso do termo representação, tendo em vista a importância que a ele tem sido atribuída, tanto na Educação em Ci~ncias, como no campo dos Estudos Culturais. As considerações aqui apresentadas foram organizadas a partir do exame de trabalhos de pesquisa e de estudos conduzidos nesses dois campos de conhecimento, nos últimos trinta anos, que permitiram perceber o importante deslocamento processado no significado atribuído a esse termo pelos Estudos Culturais. Enfatiza-se a importância de tal deslocamento, principalmente, porque as investigações conduzidas no Grupo de Estudos de Educação e Ci~ncia como Cultura (GEECC), ao qual se vincula a autora deste texto, t~m examinado temáticas usualmente associadas à Educação em Ci~ncia, mas assumido o conceito de representaçãona acepção que lhe foi conferida pelos Estudos Culturais. O estudo envolve a discussão do significado das expressões "representações mentais", "representações sociais" e "representações culturais", a partir de considerações feitas, respectivamente, por autores como André Giordan e Gérard De V échi, Denise Jodelet (apud Mary Jane Spink) e Stuart Hall e procura apontar direções que poderiam ser produtivas para lidar-se com o conceito de representações culturais nos trabalhos usualmente ligados à Educação em Ci~ncia.

Abstract:

In this text some meanings related to use of the word representationare discussed, considering significance ascribed to it both in science education and the field of the Cultural Studies.Considerations here presented have been organised by looking at research works and studiesconducted in these two fieldsofknowledge in the last thirtyyears, which have allowed one to see the significant shift in the meaning ascribed to that word to which cultural studies hasmade important contributions. The significanceofsuch shift isemphasised chiefly because investigations conducted in the Group of Studies of Education and Science asa Culture (GEECC), with which this text' sauthor is linked up, haveexamined themes that areassociated to education in science, but have assumed the concept of representationin the sensecultural studies has bestowed. The study involves discussing meaning of phrases such as'mental representarions,' 'social representarions,' and 'cultural representarions,' from considerarions by authors such asAndré Giordan and Gérard De V échi, Denise Jodelet (apudMary JaneSpink), and Stuart Hall, and it seeks to show directions that might be useful in approaching the concept of cultural representarions in works usually linked to educarion in science.

Descnptors: Representations. Science Education. Cultural Studies

PDF

Referências

.

Amaral, M. B. (1997). Representações denature~ na educaçãopela mídia.Dissertação. (M:estrado).

UFRGS. Programa de Pós-Graduação em Educação.

Bicca, A. N .D. A tecnologiacotiferindoqualidadeaosprodutos:um estudode representaçõesna pedagogiada mídia. (Projeto de dissertação de mestrado). UFRGS. Programa de PósGraduação em Educação da UFRGS.

Braun, M. C. (1999). Do valedas matas nativas ao valedoprogresso-um estudosobreas representações deambienteem comunidadede imigrantesalemães.Dissertação (M:estrado). UFRGS. Programa de Pós-Graduação em Educação.

Chagas, G. (1999). Uso de jornais e revistas na perspectiva da representação social de meio ambiente em sala de aula. In: Reigota, M. Verde cotidiano-omeio ambiente emdiscussão.

Rio de Janeiro: DP&A.

Ferreira, M. (2001) O cotzdiano, o meio ambiente e o nacionalismo constztuindo as ações educativas de umaempresaestatal.Dissertação (M:estrado). UFRGS. Programa de Pós-Graduação em Educação.

Giordan, A. e De Vechi, G. (1996). As origensdo saber-das concepçõesdos aprendentesaos conceitoscientijicos. Porto Alegre: Artes Médicas.

Hall, S. (1997). The work of representation. In: Hall, Stuart. Representation: cultural representations andsign!fyingpractices. London/Thousand Oaks/N ew Delhi: Sage/The Open University. (Tradução Ricardo Uebel).

Kindel, E. I. A. (2000).A Disney produzindo a natureza nos filems infantis onde a natureza é o cenário. In: ProgramaeCadernodeResumos.IV Jornadas latino-americanas de Estudos Sociais da Ciência e da T ecnologia. Campinas: UNICAMP.

Lane, S. T. M. (1993). Usos e abusos do conceito de Representação Social. In: Spink, M.

J. O conhecimentodocotidiano.São Paulo: Brasiliense.

Pilotto, Fátima. A pedagogia esportiva da mídia: uma análise a partir de textos de jornais.

Dissertação (M:estrado). UFRGS. Programa de Pós-Graduação em Educação. 2000.

Santos, L. H. S. (1998). Um olhar caleidoscópico sobre as representações culturais de corpo. Dissertação (M:estrado). UFRGS. Programa de Pós-Graduação em Educação.

. Biopolíticas de HIV I AIDS no Brasil: uma análise a partir da noção de risco nas campanhas oficiais de prevenção. (projeto de tese de doutorado). UFRGS.

Programa de Pós-Graduação em Educação.

Silva, T. T. (1999). O currículocomofetiche.Belo Horizonte: Autêntica.

Spink, M. J. (1993). O estudo empírico das Representações Sociais. IN: SPINK, Mary Jane. O conhecimentodocotidiano.São Paulo: Brasiliense.

Souza Filho, E. A. de. (1993). In: Spink, M. J. O conhecimentodo cotidiano.São Paulo: Brasiliense.

Strelow-Lima, I. (2000).Colonizar para conhecer -conhecerpara colonizar.A autenticidade da natureza no discurso do Ecoturismo. Proposta. (Dissertação). UFRGS. Programa de Pós-Graduação em Educação.

Ripoll, D. (2000). Não é ficção científica, é Ciência: a Genética e a Biotecnologia em revista. Proposta. (Dissertação). UFRGS. Programa de Pós-Graduação em Educação.

Wortmann,.M. L. C. (1999). OsEstudosCulturaiseaeducaçãocientijica. Programação e Resumos da TIReunião do Forum de coordenadores de Pós-Graduação -Sul. ANPED. Curitiba.

. (2000). Atravessando os limites da educação cientÍfica. In: VII Encontro "Perspectivas do ensino da biologia e I Simpósio Latino-Americano da IOSTE.

São Paulo: Universidade de São Paulo. P.680-683.

Proposições utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.