Produção de conhecimento sobre dança e educação física no Brasil

analisando artigos científicos

Autores

Palavras-chave:

Dança, Educação física, Conhecimento, Brasil

Resumo

O estudo objetiva analisar artigos científicos sobre a dança como conhecimento tratado pela área de educação física, tendo como intenção identificar as suas principais temáticas de estudo. Trata-se de pesquisa de abordagem quantiqualitativa, do tipo documental, que toma como fonte as produções sobre dança e educação física disponíveis nos periódicos nacionais. Percebe-se que a dança pode ser estudada em diversas áreas, mas é na educação que ela ganha maior destaque, seguida das temáticas que discutem dança como possibilidade de movimento, desempenho motor e atividade física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lívia Tenorio Brasileiro, Universidade de Pernambuco

Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Professora da Escola Superior de Educação Física da Universidade de Pernambuco.

Aline Renata de Farias Fragoso, Escola Americana do Recife

Graduação em Fisioterapia pela Faculdade do Recife. Graduação em Educação Física pela Universidade de Pernambuco. Professora da Escola Americana do Recife.

Adriana de Faria Gehres, Universidade de Pernambuco

Doutorado em Curso de Doutouramento em Ciências da Motricidade Humana pela Universidade Técnica de Lisboa. Professora Adjunta da Universidade de Pernambuco.

Referências

Amorim, D. C., Guimarães, A. C. A., Soares, A., & Machado, Z. (2012). Rítmica e dança nos currículos dos cursos de educação física. Pensar a Prática, 15(3), 743-758. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/15089/12069

Aquino, R. (2008). A produção de pesquisas acadêmicas em dança no país: um olhar a partir de teses e dissertações. In Anais do V Congresso ABRACE: Criação e Reflexão Crítica (pp. 1- 9).

Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas, Belo Horizonte. Recuperado de https://bit.ly/35gOS8u

Barreto, D. (2008). Dança…: ensino, sentidos e possibilidades na escola (3a ed.). Campinas: Autores Associados.

Becker da Silva, A. M., & Tkac, C. M. (2012). Relação entre força de membros inferiores e desempenho em bailarinos. Acta Brasileira do Movimento Humano, 2(3), 42-51. Recuperado de http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/actabrasileira/article/view/2891/2169

Brasileiro, L. T. (2008). O ensino da dança na educação física: formação e intervenção pedagógica em discussão. Motriz, 14(4), 519-528. Recuperado de https://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/2140/ 1912

Brasileiro, L. T. (2009). Dança – Educação Física: (in)tensas relações. Tese de Doutorado, Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

Brasileiro, L. T. (2012). Dança: sentido estético em discussão. Movimento, 18(1), 189-203. Recuperado de http://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/19195/17346

Cardoso, F. L., Silveira, R. A., Sacomori, C., Sperandio, F. F., & Beltrame, T. S. (2011). Corporeidade e sexualidade em dançarinos de rua: axé e hip hop. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, 25(4), 663-672. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/rbefe/v25n4/v25n4a10.pdf

Castro, D. L. (2007). O aperfeiçoamento das técnicas de movimento em dança. Movimento, 13(1), 121-130. Recuperado de http://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2928/1562

Chaves, E. (2002). A Escolarização da dança em Minas Gerais (1925-1937). Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Dantas, M. (1997). Movimento: matéria-prima e visibilidade da dança. Movimento, 4(6), 51-60. Recuperado de http://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2300/1003

Dantas, M. (2005). De que são feitos os dançarinos de “aquilo…” criação coreográfica e formação de intérpretes em dança contemporânea. Movimento, 11(2), 31-57. Recuperado de https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/2867/1481

Dias, C., Haas, A. N., Lubisco, A., Dall’Agnol, C., & Santiago, G. Z. (2010). Entre cadeira e palco: percepções estéticas de espectadores sobre uma coreografia de dança. Arquivos em Movimento, 6(2), 57-77. Recuperado de https://revistas.ufrj.br/index.php/am/article/view/9169/7299

Falsarella, A. P., & Bernardes-Amorim, D. (2008). A importância da dança no desenvolvimento psicomotor de crianças e adolescentes. Conexões, 6(ed. especial), 306-317. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8637835/5 526

Feijó, G. S., Gontijo, K. N. S., Ribeiro, L. P., Mazetto, L., Noll, M., & Candotti, C. T. (2013). A influência da prática de dança de salão na postura corporal de alunos de uma escola de dança em Bento Gonçalves-RS. Cinergis, 14(1), 45-51. Recuperado de https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/view/3613/2959

Ferraz, T. G. (2003). Cotidiano e dança na periferia: reflexões para uma prática educativa. Pensar a Prática, 6, 117-138. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/16053/9837

Florêncio, S. Q. N. (2010). O ensino da dança-educação na educação física escolar: ressignificando o saber docente. Dissertação de Mestrado, Universidade de Pernambuco, Recife.

Fonseca, C. C., Vecchi, R. L., & Gama, E. F. (2012). A influência da dança de salão na percepção corporal. Motriz, 18(1), 200-207. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/motriz/v18n1/v18n1a20.pdf

Fragoso, A. R. F., & Brasileiro, L. T. (2015). Produção de conhecimento sobre dança e educação física no Brasil: analisando artigos científicos. Relatório de Iniciação Científica, Universidade de Pernambuco, Recife.

Gomes Junior, L. M.; & Lima, L. M. (2002). Educação estética e educação física: a dança na formação de professores. Pensar a Prática, 6, 31-44. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/54/53

Haas, A. N., Dalmolin, C., & Porto, N. A. (2013). Dança jazz em Porto Alegre: origens e evolução. Arquivos em Movimento, 9(1), 50-64. Recuperado de https://revistas.ufrj.br/index.php/am/article/view/9215/pdf_7

Kleinubing, N. D., & Saraiva, M. C. (2009). Educação física escolar e dança: percepções de professores no ensino fundamental. Movimento, 15(4), 193-214. Recuperado de http://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/4610/6953

Lara, L. M. (1999). Dança: dimensão sagrada ou profana? Conexões, 1(2), 94-107. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8638033/5 720

Lima, M. D., & Jaeger, A. A. (2002). Dançando a corporeidade da criança com síndrome de Down. Kinesis, (27), 96-186. Recuperado de https://periodicos.ufsm.br/kinesis/article/view/7007/4227

Lopes, K. F., & Araújo, P. F. (2012). Os dançarinos em cadeira de rodas no contexto dos espetáculos. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, 17(5), 440-448. Recuperado de http://rbafs.emnuvens.com.br/RBAFS/article/view/2186/pdf19

Marques, I. A. (1997). Dançando na escola. Motriz, 3(1), 20-28. Recuperado de http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/03n1/artigo3.pdf

Marques, I. A. (2001). Ensino da dança hoje: textos e contextos (2a ed.). São Paulo: Cortez. Submetido à avaliação em 24 de setembro de 2018; revisado em 17 de janeiro de 2019; aceito para publicação em 26 de abril de 2019.

Marques, I. A. (2003). Dançando na escola. São Paulo: Cortez. Marques, I. A. (2012). Interações: crianças, dança e escola. São Paulo: Blucher.

Meereis, E. C. W., Favretto, C., Bernardi, C. L., Peroni, A. B. F., & Mota, C. B. (2011). Análise de tendências posturais em praticantes de balé clássico. Revista da Educação Física/UEM, 22(1), 27-35. Recuperado de http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/9130/7440

Morandi, C. S. D. F. (2005). Passos, compassos e descompassos do ensino da dança nas escolas. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

Muglia-Rodrigues, B., & Correia, W. R. (2013). Produção acadêmica sobre dança nos periódicos nacionais de educação física. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, 27(1), 91-99. Recuperado de http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1807- 55092013000100010&script=sci_abstract

Pereira, C. A. S. (2008). A dança na universidade moderna: apontamentos a partir de um estudo do currículo do curso de bacharelado em dança da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Arquivos em Movimento, 4(1), 67-88. Recuperado de https://revistas.ufrj.br/index.php/am/article/view/9112/7242

Rocha, D., & Rodrigues, G. M. (2007). A dança na escola. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, 6(3), 15-21. Recuperado de http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/viewFile/1217/934

Rodrigues, G. M. (2001). Em cena, olhares para a travessia de corpos que dançam. Conexões, 1(6), 47-50.

Silva, W. F., Alves, D. S., & Ribeiro, G. F. F. (2010). A dança nas escolas da rede estadual de ensino fundamental na cidade de Porteirinha/MG: análise da sua aplicabilidade e metodologias. Educação Física em Revista, 4(2), 1-21. Recuperado de https://portalrevistas.ucb.br/index.php/efr/article/view/1662

Souza, M. C., Berleze, A., & Valentini, N. C. (2008). Efeitos de um programa de educação pelo esporte no domínio das habilidades motoras fundamentais e especializadas: ênfase na dança. Revista da Educação Física/UEM, 19(4), 509-519. Recuperado de http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/5254/3782

Souza, M. I. G., Pereira, P. G., & Melo, V. A. (2003). Dança e animação cultural: “improvisações”. Pensar a Prática, 6, 139-155. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/60/59

Strazzacappa, M., & Morandi, C. (2006). Entre a arte e a docência: a formação do artista da dança. Campinas: Papirus.

Tani, G. (2014). Editoração de periódicos em educação física/ciências do esporte: dificuldades e desafios. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, 36(4), 715-722. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/rbce/v36n4/0101-3289-rbce-36-04-0715.pdf

Toneto, L. C. (2008). Educação física escolar: a dança em questão. Revista Corpoconsciência, 12(2), 7-26. Recuperado de http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/34 93

Trevisan, P. R. T. C., & Schwartz, G. M. (2011). Produção do conhecimento científico sobre dança na perspectiva educacional. Revista da Educação Física/UEM, 22(3), 361-372. Recuperado de http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/

Downloads

Publicado

2020-04-22

Como Citar

BRASILEIRO, L. T. .; FRAGOSO, A. R. de F. .; GEHRES, A. de F. . Produção de conhecimento sobre dança e educação física no Brasil: analisando artigos científicos. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 31, p. e20180113, 2020. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8660714. Acesso em: 25 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos