Os livros de filosofia do PNLD/2018 e a lei 10.639/03

reflexões sobre a diversidade étnico-racial no material didático de filosofia no ensino médio

Autores

Palavras-chave:

Livros de filosofia do PNLD/2018, Lei 10.639/03, Diversidade étnico-racial, Ensino de filosofia, Ensino médio

Resumo

A construção dessa pesquisa parte da concepção decolonialista e discorre sobre a filosofia, seu ensino e a diversidade étnico-racial sob a perspectiva da Lei 10.639/03. A pesquisa é qualitativa e os resultados dados foram obtidos através da coleta documental, que teve como objeto de análise os oito livros de filosofia do PNLD/2018 e um questionário misto aplicado a 31 professores de filosofia do Ensino Médio (EM). A pesquisa apontou que nos livros analisados e nas aulas de filosofia no EM, não há a efetiva inclusão da Lei 10.639/03 em seus conteúdos. Sendo assim, é possível afirmar que a filosofia ainda tem muito a fazer em relação à temática da diversidade étnico-racial, devendo problematizar seu próprio eixo epistemológico e abrir espaço para que o fazer filosófico seja fator crucial na transformação das teorias e práticas racistas presentes dentro e fora dos muros escolares fomentando a problematização das relações sociais vigentes, de modo a promover as lutas antirracistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Soraia Aparecida Belton Ferreira, Faculdade UNIMED

Doutorado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Professora da Faculdade UNIMED, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Amauri Carlos Ferreira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Doutorado em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo. Professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC-MINAS, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Referências

Andrade, É. (2017) A opacidade do iluminismo: o racismo na filosofia moderna. Kriterion: Revista de Filosofia, 58(137), 291-309. https://doi.org/10.1590/0100-512X2017n13704ea

Aranha, M. L. A. & Martins, M. H. (2016) Filosofando: Introdução à filosofia (6. ed.). Moderna.

Chaui, M. (2016). Iniciação à filosofia (3. ed.) Ática. https://www.fnde.gov.br/index.php/centrais-de-conteudos/publicacoes/category/125-guias?download=10738:guia-pnld-2018-filosofia

Cotrim, G. & Fernandes, M. (2016). Fundamentos de filosofia (4. ed.) Saraiva Educação.

Dantas, L. T. F. (2016). A invisibilidade da filosofia africana no discurso acadêmico brasileiro. Educação e Filosofia, 30(59), 405-424.

Dantas, L. T. F. (2017) A tradução do conceito: apolítica do ensino de Filosofia Africana. In M.V. Alencar, S. R. G. Carneiro, A. Correia & A. E. Paschoal (Eds.) Filosofar e ensinar a filosofar (pp. 91-105). ANPOF.

Deleuze, G. & Guattari, F. (2010). O que é a Filosofia? (3. ed.) Editora 34.

Figueiredo, V., Bolzani Filho, R., Vieira Neto, P., Valentim, M., Repa, L., & Cuter, J. V. (2016) Filosofia: Temas e percursos Berlendis & Vertecchia.

FILOSOFIA africana. 2015. https://filosofia-africana.weebly.com/#:~:text=H%C3%A1%20muitos%20anos%2C%20os%20movimentos,popula%C3%A7%C3%A3o%20negra%20em%20nosso%20pa%C3%ADs

Foè, N. (2013). África em diálogo, África em autoquestionamento: universalismo ou provincialismo? “Acomodação de Atlanta” ou iniciativa histórica? Educar em Revista (47), 175-228. Editora UFPR.

Freire, P. (2000) Pedagogia da indignação: Cartas pedagógicas e outros escritos Editora UNESP.

Gallo, S. (2016) Filosofia: Experiência do pensamento (2. ed.) Scipione.

Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003 (2003). Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/2003/L10.639.htm

Levinás, E. (1997) Entre nós: Ensaios sobre a alteridade Vozes.

Lopes, N. (2002) Racismo explicado aos meus filhos Nova Fronteira.

Melani, R. (2016) Diálogo: Primeiros estudos em filosofia (2. Ed.) Moderna.

Ministério da Educação. (2017). PNLD 2018: Filosofia Secretária de Educação Básica. https://www.fnde.gov.br/index.php/centrais-de-conteudos/publicacoes/category/125-guias?download=10738:guia-pnld-2018-filosofia

Moreira, A. M. F. (2016). O processo educativo da comunidade quilombola de carrapatos da tabatinga: A afirmação identitária e a formação de sujeitos engajados mediante transmissão oral de uma memória compartilhada [Dissertação de Mestrado, Universidade do Estado de Minas] PPGE-UEMG.

Muller, T. M. P. (2018). Livro didático, Educação e Relações Étnico-raciais: O estado da arte. Educar em Revista, 24(69), 77-95. http://doi.org/10.1590/0104-4060.57232

Munanga, K. (2005). Superando o Racismo na escola (2. ed. Revisada). Unesco.

Nascimento, E. L. (Org.). (2008). A matriz africana no mundo Selo Negro.

Nascimento, W. F. (2016). Aproximações brasileiras às filosofias africanas: Caminhos desde uma ontologia Ubuntu. Prometeus, 9(21), 231-245. https://doi.org/10.52052/issn.2176-5960.pro.v9i21.5698

Noguera, R. (2011). Denegrindo a filosofia: O pensamento como coreografia de conceitos afroperspectivista. Griot: Revista de Filosofia, 2(4), 1-19. http://doi.org/10.31977/grirfi.v4i2.500

Noguera, R. (2014). O ensino de Filosofia e a lei 10.639 Pallas.

Noguera, R. (2017) Pinóquio e Kiriku: Infância(s) e educação na filosofia de Kant e Ramose. In M. V. Alencar, S. R. G. Carneiro, A. Correia & A. E. Paschoal (Eds.). Filosofar e ensinar a filosofar (pp. 106-124). ANPOF.

Oliveira, J. M., & Nascimento, S. L. (2016). A construção do legado: a negação de uma epistemologia filosófica africana. Revista da ABPN, 19(8), 177-194.

Ramose, M. B. (2011, outubro). Sobre a legitimidade e o Estudo da Filosofia Africana (Trad. D. E. N. Solis, R. M. Lopes, & R. R. Cassiano). Ensaios filosóficos, 4, 6-23.

Ribeiro, R. I. (1996). Alma Africana no Brasil: Os iorubas Oduduwa.

Sartre, J. (1968). Reflexões sobre o racismo (5. ed.). Difusão Europeia do Livro.

Savian Filho, J. (2016). Filosofia e filosofias: Existência e sentidos Autêntica.

Vasconcelos, J. A. (2016) Reflexões: Filosofia e cotidiano SM.

Wedderburn, C. M. (2005). Novas bases para o ensino da história da África no Brasil. In Educação anti-racista: Caminhos abertos pela Lei Federal nº 10.639/03 (pp. 133-166). Ministério da Educação.

Publicado

2022-04-08

Como Citar

FERREIRA, S. A. B. .; FERREIRA, A. C. . Os livros de filosofia do PNLD/2018 e a lei 10.639/03: reflexões sobre a diversidade étnico-racial no material didático de filosofia no ensino médio. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 33, p. e20190112, 2022. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8668976. Acesso em: 28 nov. 2022.