Ana Cristina Cesar retradutora de Baudelaire

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v42i1.8667991

Palavras-chave:

Baudelaire, Ana Cristina Cesar, Poesia brasileira, Retradução

Resumo

A partir da fortuna crítica e dos escritos de Ana C sobre tradução visamos, neste artigo, depreender alguns dos princípios que regem sua concepção do traduzir e, por meio deles, pensar sua reescrita de “Le Cygne” de Baudelaire, assim como situar esse seu trabalho no espaço da (re)tradução de Baudelaire no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Álvaro Faleiros, Universidade de São Paulo

Professor titular em poética da tradução do Departamento de Letras Modernas da Universidade de São Paulo.

Referências

BAUDELAIRE, Charles. As flores do mal. Trad. Ivan Junqueira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

BARBOSA, João Alexandre. Baudelaire ou a linguagem inaugural: a história literária como tradução poética. In: As ilusões da modernidade. São Paulo: Perspectiva, 2009, pp. 39-64.

BERMAN, Antoine. La retraduction comme espace de la traduction. Palimpsestes, Paris, Presses de la Sorbonne Nouvelle, n. 4, out. 1990, pp. 1-9.

CAMARGO, Maria Lucia de Barros. Atrás dos olhos pardos. Chapecó: Argos, 2003.

CASTRO, Viveiros de. Araweté: os deuses canibais. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1986.

CESAR, Ana Cristina. Crítica e tradução. São Paulo: Ática/IMS, 1999.

MELLO E SOUZA, Antonio Candido de. Os primeiros baudelairianos. In: A educação pela noite e outros ensaios. 5. ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 1989, pp. 27-46.

NASCIMENTO, Evando. Ana Cristina Cesar e Charles Baudelaire: signos em tradução. In: NASCIMENTO, Evando et al. Literatura em perspectiva. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2003, pp. 47-60.

RIAUDEL, Michel. Intertextualités et transferts (Brésil, Etats-Unis, Europe): réécritures de la modernité poétique dans l’œuvre d’Ana Cristina Cesar (Rio de Janeiro, 1952-1983). Tese (Doutorado em Letras) – Paris X, Nanterre, 2007.

Downloads

Publicado

2022-08-03

Como Citar

FALEIROS, Álvaro. Ana Cristina Cesar retradutora de Baudelaire. Remate de Males, Campinas, SP, v. 42, n. 1, 2022. DOI: 10.20396/remate.v42i1.8667991. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8667991. Acesso em: 18 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)