Banner Portal
"Le Parnasse satyrique" – obscenidade e riso em tradução
PDF

Palavras-chave

Tradução
Autoria
Poesia
Português
Francês

Como Citar

MARTINS, Marcelo Diniz. "Le Parnasse satyrique" – obscenidade e riso em tradução. Remate de Males, Campinas, SP, v. 43, n. 1, p. 274–299, 2023. DOI: 10.20396/remate.v43i1.8671437. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8671437. Acesso em: 25 jun. 2024.

Resumo

Le Parnasse Satyrique (1623), antologia de textos satíricos e obscenos, representa o marco de uma dupla censura do riso e da pornografia. A presença controversa do nome do poeta Théophile de Viau (1590-1626), condenado a ser queimado junto com sua obra em praça pública, faz dessa publicação também o marco do uso do nome do autor em seu sentido penal. Este estudo pretende reflexão dessas tensões geradas por essa publicação e apresenta a seleção traduzida de dez poemas do livro.

https://doi.org/10.20396/remate.v43i1.8671437
PDF

Referências

ALEXANDRIAN. História da literatura erótica. Rio de Janeiro: Rocco, 1993.

FEBVRE, Lucien; MARTIN, Henri-Jean. O aparecimento do livro. São Paulo: Unesp/Hucitec, 1992.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade I – A vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1977.

FOUCAULT, Michel. O que é um autor? Lisboa: Passagens, 1992.

GARASSE, François. La Doctrine curieuse des beaux esprits de ce temps. Paris. Disponível em: <https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k109743b.image>. Acesso em: 27 jul. 2022.

GAUTIER, Théophile. Les Grotesques. Paris: Desessart, 1844. Disponível em: <https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k107893t.image>. Acesso em: 27 jul. 2022.

LACHÈVRE, Frederic. Le Libertinage au XVIIe siècle. Les Recueils collectifs de poésies libres. Genève: Slaktine, 1968. Disponível em: <https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k78183.image>. Acesso em: 27 jul. 2022.

LANSON, Gustave. Histoire de la littérature française. Paris: Hachete, 1920.

MINOIS, Georges. História do riso e do escárnio. São Paulo: Unesp, 2003.

SABATIER, Robert. La Poésie du dix-septième siècle. Paris: Albin Michel, 1975.

VIAU, Théophile de. Oeuvres du Sieur Théophile – seconde partie. Paris: Jacques Quesnel, 1623.

VIAU, Théophile de. Le Parnasse satyrique. Paris: Gand, 1861. Disponível em: <https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/btv1b86268652.image>. Acesso em: 27 jul. 2022.

VIAU, Théophile de. Oeuvres complètes. Org. e apres. de Jeanne Streicher. Genève: Librairie Droz, 1967.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Licença Creative Commons

Downloads

Não há dados estatísticos.