Contribuições dos estudos marxianos para a Estética: reflexões sobre a sociedade contemporânea

Autores

  • Priscila de Souza Chisté Leite Instituto Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.20396/rfe.v7i1.1741

Palavras-chave:

Estética. Arte. Sociedade de Consumo

Resumo

Por meio de pesquisa bibliográfica e imagens de obras de arte, o artigo discute aspectos da história da Estética e da sociedade atual. Apresenta reflexões marxianas sobre a sociedade capitalista e o processo de embrutecimento dos sentidos humanos para, a seguir, abordar as relações estabelecidas entre a Indústria Cultural e a sociedade de consumo com o intento de debater o processo de estetização da sociedade. Finaliza ao apontar a obra de arte e o efeito catártico proporcionado por ela como modos de estabelecer novas relações com a realidade e com as diferentes manifestações que buscam retratá-la.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscila de Souza Chisté Leite, Instituto Federal do Espírito Santo

Possui doutorado e mestrado em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo. É graduada em Educação Artística pela Universidade Federal do Espírito Santo. Atualmente é professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo e graduanda do curso de pedagogia da Universidade Federal do Espírito Santo. Atua também no curso de mestrado do Ifes (Educimat) participando em projetos referentes à interface da Ciência e da Arte em espaços educativos não formais. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Crítica da Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: arte, ensino da arte, espaço expositivo, educação estética e museu de arte.

Referências

ARISTÓTELES. Poética. Tradução de Eudoro de Souza. Lisboa: Imprensa Nacional/Casa da Moeda, 1992.

DELLA FONTE, Sandra Soares; LOUREIRO, Robson. Indústria cultural e educação em “tempos pós-modernos”. São Paulo: Papirus, 2003.

EAGLETON, Terry. A ideologia da estética. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1993.

FARINA, Cynthia. Arte e formação: uma cartografia da experiência estética atual. In: Reunião Anual da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação, 2008, Caxambu. Anais Eletrônicos. Disponível em: http://www.anped.org.br/reunioes/31ra/1trabalho/GE01-4014--Int.pdf. Acesso em: 10 jun. 2012.

FOERSTE, Gerda Margit Schütz. Leitura de imagens: um desafio à educação contemporânea. Vitória: EDUFES, 2004.

FREITAS, Verlaine. A estética narcisista da sociedade de consumo. Revista Educação e Filosofia, Universidade Federal de Uberlândia, v. 17, n. 34, jul./dez. 2003. Faculdade de Educação, Departamento de Filosofia e Programa de Pós-Graduação em Educação.

JAPIASSU, Hilton; MARCONDES, Danilo. Dicionário básico de filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

KESTLER, Izabela Maria Furtado. Friedrich Schiller e a fundação do cânone da modernidade. Forum Deustch - Revista Brasileira de Estudos Germanísticos, v. 10, p. 88-125, 2006.

KONDER, Leandro. Os marxistas e a arte: breve estudo histórico-crítico de algumas tendências da estética marxista. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 1967.

KONDER, Leandro. O futuro da filosofia da práxis: o pensamento de Marx no século XXI. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

LUKÁCS, Georg. Estética 1-La peculiaridad de lo estético. Barcelona (México): Ediciones Grijaldo, 1966.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. Tradução de Jesus Ranieri. São Paulo: Boitempo, 2004.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. Tradução de Jesus Ranieri. São Paulo: Editora Martin Claret Ltda, 2001.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Sobre literatura e arte. São Paulo: Global editora, 1986.

MARX, Karl. A ideologia alemã: crítica da mais recente filosofia alemã em seus representantes Feuerbach, B. Bauer e Stirner, e do socialismo alemão em seus diferentes profetas (1845-1846). São Paulo: Boitempo, 2007.

SANTAELLA, Lúcia. Estética de Platão a Peirce. São Paulo: Experimento, 1994.

SCHILLER, Friedrich. Educação estética do homem. São Paulo: Iluminuras, 2002.

TROJAN, Rozeli Meri. (Pós)-modernismo, trabalho e educação. In: Reunião Anual da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação, 2007, Caxambu. Anais Eletrônicos. Disponível em: http://www.anped.org.br/reunioes/30ra/grupo_estudos/GE01-3018--Int.pdf. Acesso em: 10 jun. 2012.

VÁZQUEZ, Adolfo Sánchez. As ideias estéticas de Marx. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1968.

Downloads

Publicado

2014-10-25

Como Citar

LEITE, P. de S. C. Contribuições dos estudos marxianos para a Estética: reflexões sobre a sociedade contemporânea. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 7, n. 1, p. 33–62, 2014. DOI: 10.20396/rfe.v7i1.1741. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/1741. Acesso em: 5 dez. 2021.