Foco e Escopo

Filosofia e Educação é uma publicação eletrônica, quadrimestral, vinculada ao Departamento de Filosofia e História da Educação (Defhe), da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), envolvendo os grupos de estudos e pesquisas Paideia e Senso. Destina-se à divulgação e à discussão de ideias concernentes ao pensamento filosófico e educacional.

A revista publica textos na forma de artigos, ensaios, notas de estudos e pesquisas em andamento, relatos e reflexões sobre experiências, resenhas e leituras críticas. Busca não apenas contribuir para uma ampla circulação de pontos de vista acerca dos assuntos que contempla e aborda mas também honrar a tradição filosófica marcada pelo pluralismo e pela abertura ao debate.

Processo de Avaliação pelos Pares

Após a revisão formal preliminar, a editoria encaminha o trabalho ao julgamento autônomo de no mínimo dois avaliadores (método de “duplo cego”), cujas áreas de competência e formação acadêmica estejam relacionadas com o tema do texto. Havendo discordância entre os pareceristas, o trabalho deverá ser encaminhado a um terceiro avaliador.

Ao final do processo, os autores recebem comunicação relativa aos pareceres emitidos, garantindo-se a confidencialidade dos pareceristas.

Há três opções:

  1. Aceitação do artigo tal como enviado;
  2. Aceitação do artigo após as revisões sugeridas pelos pareceristas e;
  3. Recusa.

Recursos e problemas específicos são examinados e decididos pelos Editores.

Como dito acima, a Filosofia e Educação trabalha com a "avaliação cega", em que os avaliadores não identificam os autores das contribuições e vice-versa.

Periodicidade

A periodicidade da Filosofia e Educação é Quadrimestral, tendo suas edições publicadas nos meses de abrilagosto e dezembro.

Estrato Qualis-CAPES / Qualis-CAPES Evaluation (2013-2016)

Quarentena

A revista não publica colaborações do(s) mesmo(s) autor(es) por duas edições consecutivas.

Número de autores por submissão

Admite-se que cada texto submetido à revista seja assinado por, no máximo, 3 (três) autores.

Para cadastrar-se como Avaliador(a)

Filosofia e Educação admite como pareceristas docentes em exercício com titulação mínima de Doutor. Os colaboradores interessados em exercer a função podem se cadastrar como Avaliadores, devendo especificar o título "Prof. Dr." em "pronome de tratamento" e preencher detalhadamente os demais campos, relativos à formação acadêmica, à instituição em que trabalham e sobretudo à área de interesse para fins de avaliação (a esse respeito, solicita-se que sejam citados,  além de disciplinas, os autores que constituem objeto e/ou referência de estudos e pesquisas).

Cadastrar-se como Avaliador implica o compromisso, pelo menos, de responder às solicitações de avaliação, registrando no sistema a disponibilidade ou indisponibilidade para a tarefa. A falta de resposta manifesta, para a revista, desinteresse em permanecer no papel de Avaliador, o qual, por conseguinte, é desabilitado, deixando o cadastrado de figurar entre os pareceristas de Filosofia e Educação.

Avaliadores com mais de um cadastro devem optar por um deles, removendo o papel de avaliador do cadastro que pretendem que seja desconsiderado; isso deve ser feito pelo próprio usuário mediante a edição de seu perfil. 

Integridade e Prevenção de Plágio / Integrity and Prevention of Plagiarism

Como parte das ações de valorização da integridade acadêmica e prevenção do plágio nas das publicações credenciadas no Portal, a revista Filosofia e Educação, adota o serviço de identificação de similaridade de textos utilizando como base, a plataforma Turnitin implantada na Universidade desde novembro de 2016.

Critérios para organização de Número Temático

Os Números Temáticos devem ter um caráter interinstitucional e abordar temáticas de relevância para as áreas de Filosofia e Educação, consideradas em suas intersecções, de forma a ampliar o debate acadêmico, fomentar intercâmbios de pesquisa e/ou adensar as experiências formativas em investigação e/ou ensino.

A avaliação da proposta de número temático acontece em duas etapas, ambas realizadas via sistema on-line da revista Filosofia e Educação.

Primeiramente, deve ser inserida no formulário do Google Docs da revista Filosofia e Educação uma ementa do  número temático, com nome e identificação institucional dos proponentes (três, no máximo, e dois deles com título de doutorado), bem como com os títulos dos trabalhos, autores e filiação institucional. 

Nesta primeira etapa, os artigos completos não devem ser apresentados.

A proposta do número temático deve obrigatoriamente conter:

1. Breve ementa do Númeo Temático.

2. Relevância da temática proposta para o campo da área educacional.

3. Eixo temático: Deve ser observado o fato de que os trabalhos devem ter como eixo nucleador um tema bem definido proposto por um organizador.

4. Nome de cada artigo e autores - nomes completos e filiação institucional: os artigos devem ser de autoria de pesquisadores de instituições que não se repitam no mesmo número temático (instituições diferentes).  O número temático deve conter entre 5 (mínimo) e 10 (máximo) artigos. 

5. Responsável(is) pelo Número Temático - nome, instituição e e-mail. O numero temático pode ser proposto por até três pessoas, sendo que, no mínimo, duas deles devem ter o título de Doutorado. Cabe ao responsável enviar a proposta do Número Temático única e exclusivamente pelo formulário Google Docs elaborado para a revista Filosofia e Educação.

Após a primeira fase, caso seja aprovada a proposta de Número Temático, os artigos completos que compõem o número devem ser inseridos na plataforma on-line da revista e entrarão em avaliação por pareceristas, seguindo o procedimento usual da revista, ou seja, duplo-cego, no mínimo.

São condições para a submissão dos artigos do número temático para avaliação:

1. Seguir as normas de publicações e padronização bibliográfica (referências e citações);

2. Que as submissões dos trabalhos que comporão o Dossiê Temático sejam registradas diretamente no sistema, conforme orientações em: Submissão Online. Não aceitaremos submissão via e-mail. Além de tudo, cada autor deve preencher os termos da "Declaração de Originalidade" constante no link: Declaração de Originalidade. 

3. Criar o número de ORCID dos autores; site de acesso: http://orcid.org

A referida declaração deve ser depositada no formato DOC. no Passo 4 - Documentos Suplementares, no ato da submissão, digitalizada com as respectivas assinaturas dos autores.

Para que o trabalho seja identificado no sistema de submissão, no campo Comentários ao Editor, o autor deve identificar que o referido trabalho faz parte do Número Temático (ano) - sob a responsabilidade do Organizador do Número Temático. Salientamos que esse comentário não será visto pelo avaliador.

Taxas para submissão e publicação de textos / Fees for submission and publication of texts

A Filosofia e Educação, não cobra nenhuma taxa por textos publicados e tampouco pelos submetidos para avaliação, revisão, publicação, distribuição ou download. A publicação é totalmente gratuita.

Declaração de Ética na Pesquisa e Boas Práticas

Filosofia e Educação (Faculdade de Educação/UNICAMP), ISSN eletrônico 1984-9605, dedica-se a cumprir as boas práticas no que diz respeito à conduta moral condizente com a editoração cientifica de periódicos. A prevenção da negligência também é uma responsabilidade crucial do editor e da equipe editorial: qualquer forma de comportamento antiético, bem como o plágio em qualquer instância, não é aceito na Filosofia e Educação. Os autores que enviam artigos para a revista declaram que seu conteúdo é original e garantem que o trabalho não foi publicado nem está em processo de revisão/avaliação em nenhum outro periódico. Em cada número.

Fonte: Declaração baseada na revista Educação (UFSM)

Sponsors

 

Fontes de Apoio

 

Histórico do periódico

 

Catalogação na Publicação elaborada por: Gildenir Carolino Santos - CRB-8ª/5447