Técnica e educação em tempos de indigência

Autores

  • Wanderley Jose Ferreira Junior Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.20396/rfe.v6i3.1752

Palavras-chave:

Técnica. Educação. Humanismo.

Resumo

Procura-se refletir sobre as possíveis articulações entre técnica e educação no âmbito do pensamento heideggeriano. Tomando como ponto de partida os possíveis limites da analítica existencial de Ser e Tempo em questionar o fenômeno da técnica moderna, explicita-se como a questão da técnica articula-se com a questão da formação humana no Discurso de Reitorado (A auto-afirmaçãoda universidade alemã) (1933). Caracterização da essência da técnica moderna na fase terminal da metafísica explicitando em que sentido em tal época vivemos um estado de indigência e penúria, impotentes para pensar. Em um terceiro momento procura-se pensar as alternativas que se abririam à formação humana no contexto de uma época considerada pós-huma 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wanderley Jose Ferreira Junior, Universidade Federal de Goiás

Professor Adjunto - Filosofia da Educação - na UFG-FE.

Downloads

Publicado

2014-10-06

Como Citar

Ferreira Junior, W. J. (2014). Técnica e educação em tempos de indigência. Filosofia E Educação, 6(3), 87–116. https://doi.org/10.20396/rfe.v6i3.1752

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)