Evolução da análise da produção do conhecimento em educação e educação física: a dialética de um espectador (1987-2012)

Autores

  • Sílvio Sánchez Gamboa Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/rfe.v5i2.8635392

Palavras-chave:

Pesquisa educacional. Epistemologia. Filosofia da educação.

Resumo

Na perspectiva da dialética do espectador, este trabalho apresenta os resultados de um estudo que teve por objetivo a observação critica da evolução da análise da produção do conhecimento em educação e educação física nos 25 últimos anos. A referência a um espectador se refere a sua dupla função, como observador distante de um acontecimento que precisa negar a distância objetiva e passiva e assumir a função e o lugar ativo e compromissado do ator. Na tensão entre observador e o ator, podem-se identificar dois momentos, o do observador que se valendo de indicadores estatísticos retrata alguns momentos do espetáculo nesse caso 1987 e 2012, e, como ator também pesquisador que se valendo da epistemologia, interpreta criticamente esses indicadores para compreender as mudanças e as permanências da produção em educação e educação física nesse período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sílvio Sánchez Gamboa, Universidade Estadual de Campinas

Professor titular da Unicamp, na área de Filosofia da Educação. Lider do Grupo de Estudos e Pesquisa em Filosofia da Educação.

Downloads

Publicado

2013-10-04

Como Citar

SÁNCHEZ GAMBOA, S. Evolução da análise da produção do conhecimento em educação e educação física: a dialética de um espectador (1987-2012). Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 5, n. 2, p. 7–28, 2013. DOI: 10.20396/rfe.v5i2.8635392. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8635392. Acesso em: 6 dez. 2021.