Banner Portal
Perspectivas de formação: diálogo entre crescimento e o cultivo de si
PDF

Palavras-chave

Formação. Crescimento. Vida

Como Citar

Ali, T. F., Hardt, L. S., & Moura, R. S. de. (2015). Perspectivas de formação: diálogo entre crescimento e o cultivo de si. Filosofia E Educação, 7(2), 143–169. https://doi.org/10.20396/rfe.v7i2.8637552

Resumo

O artigo apresenta o pensamento de Dewey sustentando a tese de que formação é crescimento em função de uma efetiva relação com a vida: o humano é exigido pela vida a desenvolver-se, a crescer em direções muito diversas para então ocupar um espaço na sociedade.  No intuito de gerar uma reflexão sobre o dilema da formação humana, o texto introduz outro autor, como coadjuvante, pondo em diálogo duas perspectivas implicadas pelo mesmo tema.

https://doi.org/10.20396/rfe.v7i2.8637552
PDF

Referências

ALI, Thaís. Crescimento: John Dewey e sua contribuição à noção de formação no pensamento pedagógico moderno. Florianópolis: UFSC, 2014. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Santa Catarina. Programa de Pós-graduação em Educação.101p.

AMARAL, Nazaré de C. Pacheco. Dewey: Filosofia e Experiência Democrática. São Paulo: EdUSP; Perspectiva, 1990.

CAMBI, Franco. História da Pedagogia. São Paulo: Editora da UNESP (FEU), 1999.

DEWEY, John. Democracy and Education. The Middle Works, 1899-1924. V.9. Sid Hook. 2008.

DEWEY, John. Democracia e Educação. Trad. Godofredo Rangel e Anísio Teixeira. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1959.

HOZ, Victor Garcia (org.) Dicionário de pedagogia labor. 2.ed. Barcelona, Espanha: Labor, 1970.

NIETZSCHE, Friedrich. Ecce homo: como alguém se torna o que é. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

NIETZSCHE, Friedrich. O crepúsculo dos ídolos, ou como se filosofa com o martelo. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

NIETZSCHE, Friedrich. A genealogia da moral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

NIETZSCHE, Friedrich. Gaia ciência. Trad. Paulo César Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

NIETZSCHE, Friedrich. Humano, demasiado humano. Trad. Paulo César Souza. São Paulo: Brasiliense, 2000.

NIETZSCHE, Friedrich. Aurora. Trad. Mário D. Ferreira Santos. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

SEVERINO, Antônio Joaquim. A busca do sentido da formação humana: tarefa da Filosofia da Educação. São Paulo. Educação e Pesquisa. n. 3. Vol. 3. 2006.

TARNAS, Richard. A epopeia do pensamento ocidental: para compreender as ideias que moldar nossa visão de mundo. 6.ed. Trad. Beatriz Sidou. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. 2003.

VIESENTEINER, Jorge Luiz. Aprender a ver, aprender a pensar, aprender a falar e escrever: condições do conceito de bildung no crepúsculo dos ídolos de Nietzsche. Artigo no prelo e disponibilizado em palestra proferida na UFSC em 2011.

WESTBROOK, Robert B; TEIXEIRA, Anísio. John Dewey. Recife: Massangana, 2010. (Coleção Educadores).

O periódico Filosofia e Educaçãoutiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.