Theodor Adorno

educação burguesa e barbárie

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rfe.v13i3.8656215

Palavras-chave:

Theodor Adorno , Frieza, Barbarie

Resumo

O objetivo do presente artigo é investigar a educação burguesa em nossa atualidade. Não se trata de compreendê-la como fenômeno isolado da sociedade, mas como parte integrante das relações sociais, econômicas, políticas e culturais. O que importa é pensá-la dialeticamente em sua interdependência e conexão mútua com os fenômenos sociais. A partir disso, procura-se mostrar que a educação no mundo contemporâneo incentiva a frieza e cria as condições objetivas para a barbárie. Em uma época violência, integração das consciências e de regressão social, as reflexões de Adorno tornam-se imprescindíveis para resgatar a educação como um instrumento de conscientização e resistência à barbárie.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michel Aires de Souza Dias, Universidade de São Paulo

Doutorado em andamento em Educação pela Universidade de São Paulo. 

Referências

ADORNO, Theodor. Sobre técnica e humanismo. São Carlos: UFSCAR, 2010.

ADORNO, Theodor. O que significa elaborar o passado. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995a.

ADORNO, Theodor. Educação após Auschwitz. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995b.

ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995c.

ADORNO, Theodor. A filosofia e os professores. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995d.

ADORNO, Theodor. Educação contra a barbárie. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995e.

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da educação. São Paulo: Moderna, 1990.

BANDEIRA, Belkis e OLIVEIRA, Avelino. Formação cultural e semiformação: contribuições de Theodor Adorno para pensar a educação hoje. Educação, Porto Alegre, v. 35, n. 2, p. 225-232, maio/agosto. 2012. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/11636/8028. Acesso em: maio 2021.

CHAUÍ, Marilena. Percursos de Marilena Chauí: filosofia, política e educação. Entrevista concedida a Homero Silveira Santiago, Paulo Henrique Fernandes Silveira. Revista Educação e Pesquisa. São Paulo, vol.42 no.1, jan./mar. 2016.

CROCHÍK, J. L. Educação para a resistência contra a barbárie. In: Revista Educação: Biblioteca do Professor, São Paulo, v. 2, n. 10, p. 16-25, 2009.

DUARTE, Rodrigo. Teoria crítica da indústria cultural. Belo Horizonte: UFMG, 2003.

FOGAÇA, Azuete. Educação e qualificação profissional nos anos 90: o discurso e o fato. In: OLIVEIRA, Dalila Andrade; DUARTE, Maria R. T. (Org.). Política e trabalho na escola: administração dos sistemas públicos de educação básica. Belo Horizonte: Autêntica, 2001. p.55-68.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

HABOWSKI, A. C.; CONTE, E.; FLORES, H. R. F. Educação e violência na Teoria Crítica de Adorno. Fragmentos de Cultura, v. 28, p. 231-245, 2018.

HOBSBAWN, Eric. A era dos extremos: o breve século XX (1914-1991). São Paulo: Companhia das letras, 2001.

HOOKS, Bell. Educação democrática. In: CASSIO, Fernando (Org). Educação contra a barbárie. São Paulo: Boi Tempo, 2019. p. 199-207.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 2006.

MAAR, Wolfgang Leo. À guisa de introdução: Adorno e a experiência formativa. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. São Paulo: Paz e Terra, 1995.

MAAR, Wolfgang Leo. Adorno, Semiformação e Educação. In: Educação e Sociedade., Campinas, vol. 24, n. 83, p. 459-476, agosto 2003.

MARX, Karl, ENGELS, Friedrich. Ideologia Alemã. Lisboa. Editorial Presença, 1976.

MATOS, Olgária Chain Feres. Theodor Adorno, o filósofo do presente. Psicologia & Sociedade, v.13, nº.2, jul/dez. 2001, p.142-146.

MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. 2.ed. São Paulo: Boi Tempo, 2008.

PUCCI, Bruno. Theodor Adorno e a frieza burguesa em tempos de tecnologias digitais. Cadernos IHU ideias, São leopoldo, v.10, nº 172, p. 3-16, 2012. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/images/stories/cadernos/ideias/172cadernosihuideias.pdf. Acesso em: maio. 2020.

SADER, Emir. Prefácio. In: MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. 2.ed. São Paulo: Boi Tempo, 2008.

SAVIANI, Demerval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre a educação e política. São Paulo: Cortez, 1987.

SAVIANI, Demerval. A supervisão educacional em perspectiva histórica: da função à profissão pela mediação da ideia. In: FERREIRA, N. S. C. Supervisão Educacional para uma escola de qualidade. São Paulo: Cortez, 1999.

VILELA, Rita Amélia Teixeira. Críticas e possibilidades da educação e da escola na contemporaneidade: lições de Theodor Adorno para o currículo. Educação em Revista, Belo Horizonte, n.45. p. 223-248, jun. 2007.

Downloads

Publicado

2022-01-20

Como Citar

Dias, M. A. de S. (2022). Theodor Adorno: educação burguesa e barbárie. Filosofia E Educação, 13(3), 2627–2649. https://doi.org/10.20396/rfe.v13i3.8656215