Banner Portal
Theodor Adorno
PDF

Palavras-chave

Theodor Adorno
Frieza
Barbarie

Como Citar

DIAS, Michel Aires de Souza. Theodor Adorno: educação burguesa e barbárie. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 13, n. 3, p. 2627–2649, 2022. DOI: 10.20396/rfe.v13i3.8656215. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8656215. Acesso em: 19 jun. 2024.

Resumo

O objetivo do presente artigo é investigar a educação burguesa em nossa atualidade. Não se trata de compreendê-la como fenômeno isolado da sociedade, mas como parte integrante das relações sociais, econômicas, políticas e culturais. O que importa é pensá-la dialeticamente em sua interdependência e conexão mútua com os fenômenos sociais. A partir disso, procura-se mostrar que a educação no mundo contemporâneo incentiva a frieza e cria as condições objetivas para a barbárie. Em uma época violência, integração das consciências e de regressão social, as reflexões de Adorno tornam-se imprescindíveis para resgatar a educação como um instrumento de conscientização e resistência à barbárie.

https://doi.org/10.20396/rfe.v13i3.8656215
PDF

Referências

ADORNO, Theodor. Sobre técnica e humanismo. São Carlos: UFSCAR, 2010.

ADORNO, Theodor. O que significa elaborar o passado. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995a.

ADORNO, Theodor. Educação após Auschwitz. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995b.

ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995c.

ADORNO, Theodor. A filosofia e os professores. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995d.

ADORNO, Theodor. Educação contra a barbárie. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995e.

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da educação. São Paulo: Moderna, 1990.

BANDEIRA, Belkis e OLIVEIRA, Avelino. Formação cultural e semiformação: contribuições de Theodor Adorno para pensar a educação hoje. Educação, Porto Alegre, v. 35, n. 2, p. 225-232, maio/agosto. 2012. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/11636/8028. Acesso em: maio 2021.

CHAUÍ, Marilena. Percursos de Marilena Chauí: filosofia, política e educação. Entrevista concedida a Homero Silveira Santiago, Paulo Henrique Fernandes Silveira. Revista Educação e Pesquisa. São Paulo, vol.42 no.1, jan./mar. 2016.

CROCHÍK, J. L. Educação para a resistência contra a barbárie. In: Revista Educação: Biblioteca do Professor, São Paulo, v. 2, n. 10, p. 16-25, 2009.

DUARTE, Rodrigo. Teoria crítica da indústria cultural. Belo Horizonte: UFMG, 2003.

FOGAÇA, Azuete. Educação e qualificação profissional nos anos 90: o discurso e o fato. In: OLIVEIRA, Dalila Andrade; DUARTE, Maria R. T. (Org.). Política e trabalho na escola: administração dos sistemas públicos de educação básica. Belo Horizonte: Autêntica, 2001. p.55-68.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

HABOWSKI, A. C.; CONTE, E.; FLORES, H. R. F. Educação e violência na Teoria Crítica de Adorno. Fragmentos de Cultura, v. 28, p. 231-245, 2018.

HOBSBAWN, Eric. A era dos extremos: o breve século XX (1914-1991). São Paulo: Companhia das letras, 2001.

HOOKS, Bell. Educação democrática. In: CASSIO, Fernando (Org). Educação contra a barbárie. São Paulo: Boi Tempo, 2019. p. 199-207.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 2006.

MAAR, Wolfgang Leo. À guisa de introdução: Adorno e a experiência formativa. In: ADORNO, Theodor. Educação e Emancipação. São Paulo: Paz e Terra, 1995.

MAAR, Wolfgang Leo. Adorno, Semiformação e Educação. In: Educação e Sociedade., Campinas, vol. 24, n. 83, p. 459-476, agosto 2003.

MARX, Karl, ENGELS, Friedrich. Ideologia Alemã. Lisboa. Editorial Presença, 1976.

MATOS, Olgária Chain Feres. Theodor Adorno, o filósofo do presente. Psicologia & Sociedade, v.13, nº.2, jul/dez. 2001, p.142-146.

MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. 2.ed. São Paulo: Boi Tempo, 2008.

PUCCI, Bruno. Theodor Adorno e a frieza burguesa em tempos de tecnologias digitais. Cadernos IHU ideias, São leopoldo, v.10, nº 172, p. 3-16, 2012. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/images/stories/cadernos/ideias/172cadernosihuideias.pdf. Acesso em: maio. 2020.

SADER, Emir. Prefácio. In: MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. 2.ed. São Paulo: Boi Tempo, 2008.

SAVIANI, Demerval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre a educação e política. São Paulo: Cortez, 1987.

SAVIANI, Demerval. A supervisão educacional em perspectiva histórica: da função à profissão pela mediação da ideia. In: FERREIRA, N. S. C. Supervisão Educacional para uma escola de qualidade. São Paulo: Cortez, 1999.

VILELA, Rita Amélia Teixeira. Críticas e possibilidades da educação e da escola na contemporaneidade: lições de Theodor Adorno para o currículo. Educação em Revista, Belo Horizonte, n.45. p. 223-248, jun. 2007.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Filosofia e Educação

Downloads

Não há dados estatísticos.