O homem racional Versus o homem intuitivo

analogias entre o sobrinho de Rameau e Friedrich Nietzsche

  • Fernando Xavier Silva Universidade Federal de São Carlos
Palavras-chave: Conhecimento, Homem intuitivo, Filosofia da ciência

Resumo

Trata-se de uma resenha das obras Sobrinho de Rameau de Denis Diderot (1713-1784), Sobre a Verdade e Mentira no sentido Extra-Moral de Friedrich Nietzsche (1873) e A construção das ciências: introdução à filosofia e á ética das ciências de Gerárd Fourez (1995). Os textos foram lidos com base nas seguintes questões: Quais são as bases de sustentação do conhecimento?; O que é a verdade e se é possível alcançá-la de forma objetiva; O que é a ciência e o que ela representa na busca pela verdade e o conhecimento? e Quais as possibilidades da linguagem na busca pelo conhecimento? Concluiu-se que  o que Diderot  caracteriza como idiotismo aparenta-se com os valores morais seguidos pelo instinto de rebanho nos indivíduos de Nietzsche. Para Fourez observar é sempre representar e na representação nunca se obtém do objeto sua verdadeira essência. Desconstruir conceitos, apreender o aspecto fluido e mutável das coisas e dos valores, seria essa a linha mestra dos textos tratados neste trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Xavier Silva, Universidade Federal de São Carlos

Universidade Federal de São Carlos.

Referências

DIDEROT, Denis, o Sobrinho de Rameau, in Diderot, Os Pensadores, S.P.; Ed. Abril, 1979 pp 38-82.

FOUREZ, Gérard. A construção das ciências: introdução à filosofia e á ética das ciências. São Paulo: Editora UNESP,1995.

NIETZCSCHE, Friedrich. Sobre a Verdade e Mentira no sentido Extra-Moral. In Nietzcsche, Os Pensadores, S.P,: Ed. Abril,1983. PP. 42-52.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
Silva, F. X. (2019). O homem racional Versus o homem intuitivo. Filosofia E Educação, 11(2), 377-384. https://doi.org/10.20396/rfe.v11i2.8657425