Banner Portal
A paideia de Habermas nas entrelinhas de sua teoria crítica da racionalidade moderna
O Número temático intitulado “A Epistemologia da Educação na América Latina e no Caribe: desafios e perspectivas” pretende documentar, compartilhar reflexões, resultados de pesquisas e experiências pedagógicas, que contribuam justamente para dinamizar o tema proposto, e identificar problemática em que poderíamos cooperar para colocar a Epistemologia da Educação a serviço das discussões das agendas curriculares e das reformas educacionais nos países da região que visem impacto social e educacional de forma inclusiva.
PDF

Palavras-chave

Habermas
Racionalidade moderna
Paideia

Como Citar

FERREIRA, Diego Augusto Gonçalves; MIRANDA, Eduardo Soncini. A paideia de Habermas nas entrelinhas de sua teoria crítica da racionalidade moderna. Filosofia e Educação, Campinas, SP, v. 14, n. 3, p. 9–30, 2024. DOI: 10.20396/rfe.v14i3.8674905. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8674905. Acesso em: 30 maio. 2024.

Resumo

Este artigo busca encontrar na teoria crítica da racionalidade moderna de Jürgen Habermas (1929-) elementos de uma paideia. O primeiro tópico lança o substrato epistemológico sobre a existência das racionalidades estratégica e comunicativa. O segundo, afirma que o desengate entre o sistema e o mundo da vida, e a colonização deste por aquele, causam as patologias modernas e colaboram para a formulação de pedagogias coordenadas pela ação estratégica. O terceiro, propõe que o reacoplamento do sistema ao mundo vivido proporciona que todas as dimensões da existência humana sejam orientadas pela ação comunicativa, na qual se encontram os traços de uma paideia emancipadora e revolucionária.

https://doi.org/10.20396/rfe.v14i3.8674905
PDF

Referências

ADORNO, Theodor. HORKHEIMER, Max. Dialética do Esclarecimento: fragmentos filosóficos. 1947. Disponível em: <http://antivalor.vilabol.uol.com.br>. Acesso em: 08 jun. 2022.

BANNELL, Ralph Ings. Habermas e a educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

BAUMGARTEN, Maíra. Habermas e a emancipação: rumo à democracia discursiva? Cadernos de Sociologia. Porto Alegre, n. 10, p. 137-178, 1998.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na época da sua reprodução mecanizada. Amadora (Portugal): Escola Superior de Teatro e Cinema, 2010.

BOUFLEUER, José Pedro. Pedagogia da ação comunicativa: uma leitura de Habermas. Ijuí: Editora UNIJUÍ, 1997.

DUTRA, Delamar José Volpato. Razão e consenso: uma introdução ao pensamento de Habermas. Pelotas: Editora Universitária UFPEL, 1993.

FIEDLER, Regina Célia do Prado. A teoria da ação comunicativa de Habermas e uma nova proposta de desenvolvimento e emancipação do humano. Revista de Educação. Guarulhos, v. 1, n. 1, p. 93-100, 2006.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

FREITAG, Bárbara. Habermas e a teoria da modernidade. Cad. CRH. Salvador, n. 22, p. 138-163, jan-jun. 1995.

FREITAS, Luiz Carlos de. Crítica da organização do trabalho pedagógico e da didática. Campinas: Papirus, 1995.

FRIGOTTO, G. Os delírios da razão: crise do capital e metamorfose conceitual no campo educacional. In: APPLE, M. W.; GENTILI, P. (Org.). Pedagogia da exclusão. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2010, p. 20-98.

GOERGEN, Pedro. Pós-modernidade ética e educação: polêmicas do nosso tempo. Campinas: Editora Autores Associados, 2001.

HABERMAS, J. A modernidade: um projeto inacabado? Revista do Pensamento Contemporâneo, Lisboa, n. 2, 1987, p. 5-23.

_____________. Pensamento pós-metafísico: estudos filosóficos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1990.

_____________. O Discurso filosófico da modernidade: doze lições. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

_____________. Teoria do agir comunicativo 1: racionalidade da ação e racionalização social. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012a.

_____________. Teoria do agir comunicativo 2: sobre a crítica da razão funcionalista. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012b.

_____________. A nova obscuridade: pequenos escritos políticos V. São Paulo: Editora Unesp, 2015.

HAMMES, Lúcio Jorge; ZITKOSKI, Jaime José; HAMMES, Itamar Luís. Perspectivas interdisciplinares na Educação a partir de Habermas, Freire e Santos. Revista FAEEBA. Salvador, v.29, n. 60, p. 268-286, 2020.

JAEGER, Werner. Paideia: a formação do homem grego. Trad. Artur Parreira. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

MARTINI, Rosa Maria. Habermas e a pós-modernidade. Veritas. Porto Alegre, v. 41, n. 162, p. 307-312, jun. 1996.

MENEZES, Antonio B. N. T de. Habermas e a modernidade: uma “metacrítica da razão instrumental”. Natal, EDUFRN, 2008.

MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. Trad. Isa Tavares. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MÜHL, Eldon Henrique. Habermas e a educação: racionalidade comunicativa, diagnóstico crítico e emancipação. Educação e sociedade. Campinas, v. 32, n. 117, p. 1035-1050, out-dez. 2011.

PINTO, F. Cabral. Leituras de Habermas: modernidade e emancipação. Coimbra: Fora do texto, 1992.

PINZANI, Alessandro. Habermas. Porto Alegre: Artmed, 2009.

POLLI, José Renato. Ética e Educação: um diálogo entre o pensamento de Paulo Freire e de Jürgen Habermas. Revista Filosofia e Educação. Campinas, v. 10, n. 1, p. 5-20, 2018.

REZENDE PINTO, José Marcelino de. Administração e liberdade: um estudo do Conselho de Escola à luz da teoria da ação comunicativa de Jürgen Habermas. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1996.

RODRIGUES, João Paulo. O projeto da modernidade segundo Habermas. Griot – Revista de Filosofia. Universidade Estadual de Londrina (UEL), v. 10, n. 2, p. 189-204, dez. 2014.

SLATER, Phil. Origem e significado da Escola de Frankfurt: uma perspectiva marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1978.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2024 Filosofia e Educação

Downloads

Não há dados estatísticos.