O currículo da educação superior e a Ressignificação de identidades/diferenças

  • Ruth Pavan Universidade Católica Dom Bosco
Palavras-chave: Currículo. Cultura. Identidades.

Resumo

O artigo objetiva analisar se as narrativas construídas no final do século XIX e início do século XX, sobre as pessoas negras ainda marcam os currículos e as identidades na sociedade brasileira. A noção de currículo inspira-se nas teorias pós-críticas, portanto o entendemos como um campo de luta e contestação no território da cultura, produzindo identidades e diferenças. Considerando a dimensão histórica da construção das identidades negras no Brasil, entrevistamos e analisamos a fala de sujeitos negros que chegaram ao Ensino Superior por meio do Projeto Negraeva. Pela análise efetuada, destacamos que apesar de o currículo atualmente ainda se pautar nas teorias da mestiçagem, no ideal de branqueamento e no mito da democracia racial, produzindo identidades segundo a lógica ocidental branca, a presença dos sujeitos negros nos diferentes cursos de Ensino Superior, contribuiu para questionar estas ideias, bem como, para que outras identidades fossem produzidas nesse tempo/espaço, re-significando as identidades de sujeitos negros e não-negros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ruth Pavan, Universidade Católica Dom Bosco

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1988), mestrado em Educação Básica pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1999) e doutorado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2005). Atualmente é coordenadora geral do Obeduc projeto 13015 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e professor titular da Universidade Católica Dom Bosco. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: currículo, formação do professor, educação, reflexão e cultura.

Publicado
2016-01-18
Como Citar
Pavan, R. (2016). O currículo da educação superior e a Ressignificação de identidades/diferenças. Revista Internacional De Educação Superior, 1(2), 149-159. https://doi.org/10.22348/riesup.v1i2.7429
Seção
Artigos