Educação superior no Brasil: a resistência da filantropia para garantir o acesso universal à universidade

  • Paulo Fossatti Universidade La Salle
  • Hildegard Susana Jung Universidade La Salle
Palavras-chave: Relato de experiência. Universalização da Educação Superior. Resistência da Filantropia no Brasil. Cooperação entre IES estatais e comunitárias

Resumo

O relato de experiência recobra a luta pela manutenção da Filantropia no Brasil, mediante a Reforma da Previdência, que garante acesso a mais de 600 mil estudantes da Educação Básica e Educação Superior, totalmente gratuitos, em instituições de educação públicas comunitárias. Objetiva-se sensibilizar o leitor para construir uma política de cooperação entre as Instituições de Ensino Superior (IES) públicas estatais e públicas comunitárias como estratégia para o acesso e permanência dos jovens empobrecidos na Educação Superior Trata-se do relato de vivências dos autores e suas instituições parceiras na luta pela manutenção da Filantropia como dispositivo para garantir o acesso e permanência de mais jovens na educação superior. O relato é acompanhado de dados documentais e diário de campo dos pesquisadores em suas ações junto à sociedade, governo e entidades educacionais. As Aprendizagens evidenciam: o desconhecimento do governo, dos parlamentares e sociedade sobre o tema; o reducionismo do conceito do que é público; a resistência das associações e pessoas pela causa filantrópica e a mobilização política das entidades filantrópicas na sensibilização dos parlamentares para um novo conceito de serviço público. Conclui-se pela resistência e vigilância na manutenção de vários dispositivos para a garantia da filantropia como forma de acesso à Educação Superior, especialmente dos jovens pobres.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Fossatti, Universidade La Salle

Doutor em Educação (aprovado com louvor) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS (2009) e Pós-Doutorado em Ciências da Educação e pesquisador associado da Universidade do Algarve (2011). Possui graduação em Filosofia (1993) e em Psicologia (1997) pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Especialista em Administração Escolar pela Unilasalle Canoas/RS (1999) e mestrado em Psicologia Social e Institucional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002). Consultor Ad Hoc do CNPq. Coordenador do Projeto de pesquisa: Gestão Universitária – da teoria aos modos de efetivação em diferentes contextos do Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúcha. Reitor da Universidade La Salle Canoas/RS e docente no PPGEdu desta instituição.

Hildegard Susana Jung, Universidade La Salle

Doutoranda em Educação na Universidade La Salle - Campus Canoas, bolsista Prosup/Capes. Mestrado em Educação pela URI - Frederico Westphalen (2015), Pós-Graduação em Psicopedagogia (2009), e Graduação em Normal Superior (2007). Linha de pesquisa: Gestão Educacional e Políticas Públicas da Educação. Principais temas: autonomia, gestão e participação democrática, currículo, avaliação e planejamento. Integrante do Grupo de Pesquisa Gestão Educacional nos diferentes contextos - Unilasalle, e do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Políticas e Processos de Educação Superior (NEPPES), URI. Revisora da RIESup e tradutora da RIFP. 

Publicado
2017-07-15
Como Citar
Fossatti, P., & Jung, H. S. (2017). Educação superior no Brasil: a resistência da filantropia para garantir o acesso universal à universidade. Revista Internacional De Educação Superior, 3(2), 437-447. https://doi.org/10.22348/riesup.v3i2.7767