O ensino das tecnologias sociais

um relato de experiência sobre práticas freireanas aplicadas na educação CTS

Palavras-chave: Educação científica e tecnológica, Tecnologias sociais, Práticas freireanas

Resumo

Diante da relevância de estudos em educação científica e tecnológica que circulam em torno de alternativas socioeconômicas e que emergem na perspectiva dos Estudos Sociais da Ciência, da Tecnologia e da Sociedade (ECTS), analisa-se, neste relato de experiência, a viabilização de seminários como proposta para o ensino das tecnologias sociais. Os exemplos trazidos para estas discussões por estes canais de comunicação fazem menção aos seguintes projetos implantados em diversos contextos como, por exemplo, os projetos Litro de Luz e Revolução dos Baldinhos. Trata-se de apresentar como os ECTS podem estar em sintonia com certos temas propostos relacionados ao cotidiano dos alunos e de como este pode ser transformado por uma ação coletiva comprometida, tanto em termos curriculares quanto à formação dos alunos envolvidos. Foi proporcionado um modelo de ensino como uma nova proposta de aprendizado neste campo do saber: os estudos CTS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Simone Busko, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Educação Científica e Tecnológica (PPGECT-UFSC). Professora do ensino superior desde 2003. 

 

Referências

CEPAGRO. O passo-a-passo de uma revolução- compostagem e agricultura urbana na gestão comunitária de resíduos orgânicos” (cartilha). Disponível em:

https://cepagroagroecologia.wordpress.com/agricultura-urbana/revolucao-dos-baldinhos/

>. Acesso em: 11 de fev. 2018.

COLLINS, H., PINCH, T. O Golem à solta: o que você deveria saber sobre tecnologia, 2010.

CORRÊA, Raquel F. Tecnologias Sociais e Educação CTS: Reflexões sobre uma prática no ensino médio federal. VII Esocite (simpósio). Universidade de Brasília, Brasília-DF, 2017.

DAGNINO, R. Em direção a uma estratégia para a redução da pobreza: a Economia Solidária e a adequação sociotécnica. In: Tecnologia Social: contribuições conceituais e metodológicas [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2014. Disponível em: < http://books.scielo.org/id/7hbdt/pdf/dagnino-9788578793272-05.pdf> Acesso em 06 de nov. 2018.

____. (Org.) Ferramenta para construir outra sociedade. Campinas: Unicamp, 2009.

____. O que é Tecnologia Social?. IX ESOCITE (Entrevista, julho de 2012), México, Entrevista concedida à Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Canal PPGTE. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=yopLz56uV8U > Acesso 21 de dez. 2018.

FANON, F. Os Condenados da Terra. Coleção Perspectivas do Homem, V. 42, Série Política. Civilização Brasileira, 1968.

FIGUEIREDO, Vilma. Produção social da tecnologia. São Paulo: EPU, 1989.

FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. Tradução de Claudia Schilling. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1968, 149 p.

____. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992, 245 p.

____. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

LINSINGEN, I. Perspectiva Educacional CTS: aspectos de um campo em consolidação na América Latina. In: Ciência & Ensino, vol. 1, número especial, nov. de 2007.

MARTIN, T. R. Roma Antiga: de Rômulo a Justiniano. Porto Alegre: L&PM Editores, 2014.

MIGNOLO, W. Local Histories/Global Designs: Coloniality, Subaltern Knowledges, and Border Thinking. Princeton Studies in Culture/Power/History, 2003.

THOMAS, H., SANTOS, G. (coord.). Tecnologías para incluir: Ocho análisis socio-técnicos orientados al diseño estratégico de artefactos y normativas. In: Agenda Ciencia, Tecnología Y Desarrollo. Carapachay: Lenguage Claro Editora, 2016.

Publicado
2019-11-25
Como Citar
Busko, P. S. (2019). O ensino das tecnologias sociais. Revista Internacional De Educação Superior, 7, e021004. https://doi.org/10.20396/riesup.v7i0.8654349
Seção
Relatos de experiências