As/ os secretárias/os de programas de pós- graduação stricto e sua relação com a internacionalização

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v6i0.8654582

Palavras-chave:

Pós-graduação em educação, Secretárias/os da pós-graduação, Internacionalização da pós-graduação.

Resumo

Este artigo problematiza um aspecto sobre a atuação profissional das/os secretárias/os de Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação. O que, realmente, uma/um secretária/o de PPG em Educação faz? Qual sua contribuição para a produção do conhecimento na área da Educação no Brasil? As/os secretárias/os, muitas, vezes atuam na assessoria direta da coordenação, nas questões atinentes à gestão dos cursos de pós-graduação, portanto, cada vez mais precisam se qualificar profissionalmente para atender às exigências sempre crescentes dos Programas de Pós-Graduação. A internacionalização dos PPGs é uma das mais recentes. Nesse contexto, o artigo tem o objetivo analisar a importância do desenvolvimento de competências das/os secretárias/os de Programa de Pós-graduação Stricto Sensu voltadas à internacionalização, em específico o domínio da língua estrangeira. Para realizar a análise proposta utilizamos a metodologia de pesquisa bibliográfica e documental, para analisar como a internacionalização é concebida pelo Documento de Área da Educação na versão conhecida de 2016 e na futura edição de 2018. Ao final desta análise concluímos que as Instituições onde trabalhamos devem voltar seus olhares para dentro das secretarias, investindo em formação, para preparar estes que já fazem parte de seus quadros funcionais a atender aos visitantes estrangeiros, suprindo o que é necessário para o domínio da língua estrangeira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Adriana da Silva Soares, Universidade La Salle

Secretária dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensue Mestranda em Educação da Universidade La Salle (Canoas/RS/Brasil).

         

Evaldo Luis Pauly, Universidade La Salle

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e docente do Programa de Pós-Graduação em Educação (mestrado e doutorado) da Universidade La Salle (Canoas/RS/Brasil).

         

Paulo Fossatti, Universidade La Salle

Doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Reitor e docente do PPG em Educação da Universidade La Salle (Canoas/RS/Brasil).

         

Referências

BRUNO, Ivone Maria. O poder de influência do profissional de secretariado no processo decisório das organizações. 2006. 151f. Dissertação de Mestrado em Administração. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2006.

CAMARGO, Mabia; NASCIMENTO, Lucimeri; BÜHRER, Viviane; MARTINELLI, Giuliana; BAHL, Taciana. A Evolução da Área Secretarial às Ciências da Assessoria. Revista Expectativa – Secretariado Executivo. Volume XIV – nº 14 – 2015.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES; MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO – MEC. Diretoria de Avaliação. CAPES: Brasília, 2016. Disponível em: http://capes.gov.br/images/documentos/Documentos _de_area_2017/Educa%C3%A7%C3%A3o.pdf. Acesso em: 09 dez. 2018.

CASTELO, Marcia Janaina. A Formação acadêmica e a atuação profissional do Secretário Executivo. Monografia de Bacharelado em Secretariado Executivo, Universidade Estadual de Londrina, PR, Brasil. 2007. Disponível em: http://www.fenassec.com.br/site/pdf/artigos_trab_cientificos_a_formacao_academica_e_a_atuacao_profissional_do_secretario_executivo_completa.pdf. Acesso em: 20 abr. 2018.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

GONDRA, José Gonçalves; NUNES, João Batista Carvalho; MARTINS, Marcos Francisco. Fórum de Coordenadores de Programas de Pós-Graduação em Educação (FORPREd/ANPEd): história, configurações, desafios. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 23, p. 1-28, 2018.

LOMBAS, Maria Luiza de Santana. Editorial. RBPG, Brasília, v. 12, n. 28, p. 299 - 303, agosto de 2015.

MARCONI, Mariana de Andrade.; LAKATOS, Eva Maria Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

MARRARA, Thiago. Internacionalização da Pós-Graduação: objetivos, formas e avaliação. RBPG, Brasília, v. 4, n. 8, p. 245-262, dezembro de 2007.

NATALENSE, Liana. A secretária do futuro. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1998.

NOGUEIRA, Rosana Maria Cesar Del Picchia de Araújo; OLIVEIRA, Joyce de Souza Ferreira. Profissionalismo e Secretariado: História Da Consolidação Da Profissão. Revista de Gestão e Secretariado - GeSec, São Paulo, v. 4, n. 2, p 01-24, jul./dez. 2013.

NONATO JÚNIOR, Raimundo. Epistemologia e teoria do conhecimento em secretariado executivo: a fundação das Ciências da Assessoria. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2009.

REICH, Robert. O trabalho das nações: preparando-nos para o capitalismo do Século 21. Trad. Claudiney Fullmann, 2. ed. Sao Paulo: Educator, 1994.

SABINO, Rosemeri Ferraz; ROCHA, Fabio Gomes. Secretariado: do escriba ao web writer. Rio de Janeiro. Brasport. 2004.

SÁLA, Janeide Souza. Guia de fontes de informação para secretários executivos. Brasília, DF, Brasil, 2008.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - UFMG. Regulamento do Programa de Pós-graduação. 2018. Disponível em: http://www.posgrad.fae.ufmg.br/site/wp-content/uploads/2016/12/2-Regulamento-do-Programa-de-P%C3%B3s-Gradua%C3%A7%C3%A3o-em-Educa%C3%A7%C3%A3o.pdf. Acesso em: 09 dez. 2018.

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DO SINOS - UNISINOS. Regimento Interno. 2016. Disponível em: http://www.unisinos.br/images/modulos/estrito/regimento-interno/regimento-ppg-educacao-consun-2016.pdf. Acesso em: 09 dez. 2018

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DO SINOS - UNISINOS. Projeto de Reorganização Curricular do Programa de Pós-graduação em educação da Unisinos. 2016. Disponível em: http://www.unisinos.br/images/modulos/estrito/saiba-mais/educacao/projeto-politicopedagogicoeducacao.pdf. Acesso em: 09 dez. 2018

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO – UERJ. Deliberação Nº 29/2017. Aprova a reformulação do Programa de Pós-graduação em Educação, cursos de Mestrado Acadêmico e de Doutorado. Disponível em: http://www.proped.pro.br/secretaria/balcao/documentos/diversos/delib_029.pdf. Acesso em: 16 dez. 2018.

Publicado

2019-06-21

Como Citar

SOARES, S. A. da S.; PAULY, E. L.; FOSSATTI, P. . As/ os secretárias/os de programas de pós- graduação stricto e sua relação com a internacionalização. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 6, p. e020009, 2019. DOI: 10.20396/riesup.v6i0.8654582. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8654582. Acesso em: 9 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos