Pensando a internacionalização (crítica) do ensino superior brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v6i0.8655312

Palavras-chave:

Internacionalização, Políticas linguísticas, Internacionalização crítica, Ensino superior.

Resumo

Este estudo oferece um espaço para pensar a internacionalização das instituições de ensino superior brasileiras de maneira mais crítica, com base em uma metanálise dos estudos de um grupo de pesquisa que aborda questões como programas de internacionalização e políticas lingüísticas e de internacionalização. contexto. Um achado de meta-análise sugere uma lacuna (e incompatibilidade) de princípios e políticas para guiar o processo de internacionalização de forma crítica no Brasil. A internacionalização crítica é abordada levando em consideração o papel dos programas e políticas de linguística e internacionalização, bem como a partir do reconhecimento da mercantilização da educação e dos meios para combatê-la. Portanto, sugere-se a desconstrução do imaginário hierárquico de dominação intelectual e cultural e a interação solidária entre as instituições dos países periféricos para fortalecer o bem público do ensino superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kyria Rebeca Finardi, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutora em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina. Pós-doutorado na Faculdade de Letras  da Universidade de Genebra. Professora efetiva da Universidade Federal do Espírito Santo. 

Felipe Furtado Guimarães, Universidade Federal do Espírito Santos

Doutorando no Programa de Pós Graduação em Linguística Universidade Federal do Espírito Santos. Servidor da secretaria de relações internacionais da Universidade Federal do Espírito Santos.

Ana Rachel Mendes, Universidade Federal do Espírito Santos

Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal do Espírito Santos. Servidora da secretaria de relações internacionais da Universidade Federal do Espírito Santos.

Referências

ALTBACH, Philip G.; KNIGHT, Jane. Visión panorámica de la internacionalización en la educación superior: motivaciones y realidades. Perfiles educativos, v. 28, n. 112, p. 13-39, 2006.

AMORIM, Gabriel Brito; FINARDI, Kyria Rebeca. Globalização e internacionalização do ensino superior: Evidências de um estudo de caso nos níveis micro, meso e macro. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, 2017.

ANDREOTTI, Vanessa Oliveira; PEREIRA, Renato.; EDMUNDO, Eliana; ARAÚJO, F. Internacionalização da educação brasileira: possibilidades, paradoxos e desafios. In: LUNA, José Marcelo Freitas (org.). Internacionalização do currículo: educação, interculturalidade, cidadania global. Campinas: Pontes, 2016, p. 129-154.

BEELEN, Jos; JONES, Elspeth. Redefining internationalization at home. In: CURAJ, Adrian; MATEI, Liviu; PRICOPIE, Remus; SALMI, Jamil; SCOTT, Peter (Org.). The European Higher Education Area, 2015.

BERNHEIM, Carlos Tunnermann. Los desafíos de la universidad en el Siglo XXI y la universidad del futuro. In: MENEGHEL, Stela Maria; CAMARGO, Murilo Silva, SPELLER, Paulo (org.). De Havana a Córdoba: Duas Décadas de Educação Superior na América-Latina. Blumenau: Editora Nova Letra, 2018. p. 233-270.

BRANDENBURG, Uwe; DE WIT, Hans. The End of Internationalization. International Higher Education, 62, 2010.

CANZANI, Álvaro Maglia; ARAUJO FILHO, Targino. Privatización, globalización mercantil y cooperación en educación superior en América Latina: la construcción de ENLACES. In: MENEGHEL, Stela Maria; CAMARGO, Murilo Silva, SPELLER, Paulo (org.). De Havana a Córdoba: Duas Décadas de Educação Superior na América-Latina. Blumenau: Editora Nova Letra, 2018. p. 152-182.

CAPES (Brasil). Edital nº 41/2017 – Programa Institucional de Internacionalização – Capes/PrInt. Disponible en: https://www.capes.gov.br/cooperacao-internacional/multinacional/programa-institucional-de-internacionalizacao-capes-print. Acceso en: 20 abr. 2019.

DE WIT, Hans. Globalización e internacionalización de la educación superior. Revista de Universidad y Sociedad del Conocimiento (RUSC) v. 8, n. 2, p. 77-84, 2011.

DE WIT, Hans. Internationalization of higher education in the united states of america and europe: a historical, comparative, and conceptual analysis. Westport, CT: Greenwood Press, 2002.

FINARDI, Kyria Rebeca; AMORIM, Gabriel Brito; KAWACHI, Claudia. Internationalization and Language Assessment in Brazil: exploring the interface between language proficiency and rankings at UFES. Studies in English Language Teaching, v. 6, p. 139-154, 2018.

FINARDI, Kyria Rebeca; ARCHANJO, Renata. Reflections of Internationalization of Education in Brazil. In: INTERNATIONAL BUSINESS AND EDUCATION CONFERENCE, 2015, New York. Proceedings of… New York: Clute Institute, 2015. p. 504-510. v. 1.

FINARDI, Kyria Rebeca; ARCHANJO, Renata. Washback effects of the Science without Borders, English without Borders and Languages without Borders programs in Brazilian language policies and rights. In: SIINER, Maarja; HULT, Francis M.; KUPISCH, Tanja (org.). Language policy and language acquisition planning. Cham: Springer, 2018. p. 173–185.

FINARDI, Kyria Rebeca. The slaughter of Kachru’s five sacred cows in Brazil: affordances of the use of English as an international language. Studies in English Language Teaching, v. 2, n. 4, p. 401, 2014.

FINARDI, Kyria Rebeca. Language Policies and Internationalisation in Brazil: The Role(s) of English as an Additional Language. In: SCIRIHA, Lydia (org.). International Perspectives on Bilingualism, Newcastle upon Tyne, v. 1, p. 79-90, 2016a.

FINARDI, Kyria Rebeca. Globalization an English in Brazil. In: FINARDI, Kyria Rebeca (org.). English in Brazil: views, policies and programs. Londrina: EDUEL, 2016b, v. 1, p. 15-36.

FINARDI, Kyria Rebeca. What Brazil can learn from Multilingual Switzerland and its use of English as a Multilingua Franca. Acta Scientiarum, Maringá, v. 39, p. 219-228, 2017a.

FINARDI, Kyria Rebeca. English as a global language in Brazil: A local contribution. In: GIMENEZ, Telma; EL KADRI, Michele Salles; CALVO, Luciana Cabrini Simões (org.). English as a lingua franca in teacher education: a Brazilian perspective. Berlin; Boston: De Gruyter Mouton, v. 1, p. 71-86. 2017b.

FINARDI, Kyria Rebeca; CSILLAGH, Virag. Globalization and linguistic diversity in Switzerland: insights from the roles of national languages and English as a foreign language. In: GRUCZA, Sambor; OLPINSKA-SZKIELKO, Magdalena; ROMANOWSKI, Piotr. Advances in understanding multilingualism: a global perspective. Frankfurt am Main: Peter Lang GmbH, 2016.

FINARDI, Kyria Rebeca; FRANÇA, Claudio. O inglês na internacionalização da produção científica brasileira: evidências da subárea de linguagem e linguística. Intersecções, Jundiaí, v. 19, p. 234-250, 2016.

FINARDI, Kyria Rebeca; GUIMARÃES, Felipe Furtado. Internacionalização, rankings e publicações em inglês: a situação do Brasil na atualidade. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v.28, n.68, p.600-626, 2017.

FINARDI, Kyria Rebeca; LEAO, Roberta; PINHEIRO, Livia Melina. English in Brazil: Insights from the analysis of language policies, internationalization programs and the clil approach. Education and Linguistics Research, v. 2, p. 54-68, 2016.

FINARDI, Kyria Rebeca; ORTIZ, Ramón Andrés. Globalization, internationalization and education: what is the connection? IJAEDU- International E-Journal of Advances in Education, v. 1, p. 18-25, 2015.

FINARDI, Kyria Rebeca; PORCINO, Maria Carolina. Tecnologia e Metodologia no Ensino de Inglês: Impactos da Globalização e da Internacionalização. Ilha do Desterro, v. 66, p. 239-284, 2014.

FINARDI, Kyria Rebeca; PORCINO, Maria Carolina. O papel do inglês na formação e na internacionalização da educação no Brasil. Horizontes de Linguística Aplicada, v. 14, n. 1, p. 109–134, 2015.

FINARDI, Kyria Rebeca; PREBIANCA, Gicele Vergine Vieira. Políticas linguísticas, internacionalização, novas tecnologias e formação docente: um estudo de caso sobre o curso de Letras Inglês em uma universidade federal. Leitura, Maceió, v. 1, p. 129-154, 2014.

FINARDI, Kyria Rebeca et al. Technology, English language teaching and internationalization at a crossroad: insights from the analysis of a virtual learning environment in Brazil. In: INTERNATIONAL CONFERENCE OF EDUCATION, RESEARCH AND INNOVATION, 2014, Sevilla. Proceedings of… Madrid: IATED, 2014. p. 1-12, v. 1.

FINARDI, Kyria Rebeca; SANTOS, Jane; GUIMARÃES, Felipe Furtado. A relação entre línguas estrangeiras e o processo de internacionalização: evidências da coordenação de letramento internacional de uma universidade federal. Interfaces Brasil/Canadá. Canoas, v.16, n.1, 2016.

FINARDI, Kyria Rebeca; TYLER, Jhamille. The role of English and technology in the internationalization of education: insights from the analysis of MOOCS. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON EDUCATION AND NEW LEARNING TECHNOLOGIES, 7., 2015, Barcelona. Proceedings of … Barcelona: IATED, 2015. p. 11-18. v. 1.

GONZÁLEZ, Jorge. Internacionalización de la educación superior. Universidades, n. 33, 2007.

GUARGA, Rafael; SOSA, Fernando. La Conferencia Regional de Educación Superior y la Conferencia Mundial de 2009: el papel de América Latina. In: MENEGHEL, Stela Maria; CAMARGO, Murilo Silva, SPELLER, Paulo (org.). De Havana a Córdoba: duas décadas de educação superior na América-Latina. Blumenau: Editora Nova Letra, 2018. p. 139-151.

GUIMARAES, Felipe Furtado; FINARDI, Kyria Rebeca. Interculturalidade, Internacionalização E Intercompreensão: Qual A Relação? Ilha do Desterro, v. 71, p. 15-38, 2018.

GUIMARÃES, Felipe Furtado; FINARDI, Kyria Rebeca. Políticas Linguísticas para Internacionalização do Ensino Superior no Brasil: uma proposta. In: SILVA, Kleber (Org.). Linguística aplicada e seu compromisso com a sociedade. (En prensa).

HILDEBLANDO, Carlos Alberto; FINARDI, Kyria Rebeca. Internationalization and Virtual Collaboration: Insights from COIL Experiences. Ensino em Foco, v. 1, p. 19-33, 2018.

HUDZIK, John K. Comprehensive internationalization: from concept to action. Washington: NAFSA, 2011.

KAWACHI, Claudia.; AMORIM, Gabriel Brito; FINARDI, Kyria Rebeca. The interface between the TOEFL ITP and internationalization and language assessment in Brazil. Studies in English Language Teaching, v. 5, p. 213-230, 2017.

KNIGHT, Jane. Updating the definition of internationalization. International Higher Education, n 33, 2003.

KNIGHT, Jane. Higher education in turmoil: the changing world of internationalization. Rotterdam: Sense Publishers, 2008.

LEITE, Denise; GENRO, Maria Elly Herz. Avaliação e internacionalização da educação superior: Quo vadis América Latina? Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas, v. 17, n. 3, p. 763-785, 2012.

LIMA, Manolita Correia; MARANHÃO, Carolina Machado Saraiva de Albuquerque. O sistema de educação superior mundial: entre a internacionalização ativa e passiva. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas, v. 14, n. 3, p. 583-610, 2009.

LÓPEZ, Sara Fernández; SANMARTIN, Emilio Ruzo. Los procesos de internacionalización y globalización en la educación superior: un análisis de los países de la OCDE. Revista de Educación, v. 335, p. 385-413, 2004.

MAUÉS, Olgaíses Cabral; SOUZA, Michele Borges. A transnacionalização e a expansão da educação superior. Educação em Questão, v. 56, n. 47, p. 151-173, 2018.

MINTO, Lalo Watanabe. Educação superior no Brasil e a agenda ultraconservadora. Presentación en la clase inaugural del Programa de Posgrado en Educación (PPGE) en la Universidad Federal del Espírito Santo (UFES), en 1 de abril de 2019.

MOROSINI, Marilia Costa; CORTE, Marilene Gabriel Dalla. Teses e realidades no contexto da internacionalização da educação superior no Brasil. Educação em Questão, v. 56, n. 47, p. 97-120, 2018.

NILSSON, Bengt. Internationalisation at home from a Swedish perspective: the case of Malmö. Journal of Studies in International Education, v.7, n.1, 2003.

ORTIZ, Ramón Andrés; FINARDI, Kyria Rebeca. Social inclusion and CLIL: evidence from La Roseraie. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON EDUCATION, RESEARCH AND INNOVATION, 2015, Sevilla. Proceedings of... Madrid: Iated, 2015. p. 7660-7666. v. 1.

PATEL, Fay; LYNCH, Hayley. Glocalization as an Alternative to Internationalization in Higher Education: Embedding Positive Glocal Learning Perspectives. International Journal of Teaching and Learning in Higher Education, v. 25, n. 2, p. 223-230, 2013.

PICCIN, Gabriela Freire Oliveira; FINARDI, Kyria Rebeca. A internacionalização a partir de diferentes loci de enunciação: as concepções de sujeitos praticantes do currículo profissional. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, v.58, p.313-340, 2019. Disponível em: Aceso en: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8653317. Acesso en: 25 abr. 2019.

PORCINO, Maria Carolina; FINARDI, Kyria Rebeca. Globalization and internationalization in ELT: methodology, technology and language policy at a crossword in Brazil. In: International Conference of Education, Research and Innovation, 2014, Sevilla. ICERI2014 Proceedings. Madrid: IATED, 2014. v. 1. p. 1-11.

RAJAGOPALAN, Kanavillil. Por uma linguística crítica: linguagem, identidade e a questão ética. São Paulo: Parábola Editorial, 2003.

SÁNCHEZ-MECA, Julio. Cómo realizar una revisión sistemática y un meta-análisis. Aula Abierta, v. 38, n. 2, p. 53–64, 2010.

SÁNCHEZ-MECA, Julio; BOTELLA, Juan. Revisiones sistemáticas y meta-análisis: herramientas para la práctica profesional. Papeles del Psicólogo, v. 31, n. 1, p. 7–17, 2010.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A crítica da razão indolente: contra o desperdício da experiência. In: SANTOS, Boaventura de Sousa. Para um novo senso comum: a ciência, o direito e a política na transição paradigmática. São Paulo: Cortez, 2009.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A universidade no século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. São Paulo: Cortez, 2011, 3 ed.

TAQUINI, Renini; FINARDI, Kyria Rebeca.; AMORIM, Gabriel Brito. English as a Medium of Instruction at Turkish State Universities. Education and Linguistics Research, v. 3, p. 35-53, 2017.

UNITED NATIONS. Human Development Report 1999. United Nations Development Programme. Oxford: Oxford University Press, 1999.

VAVRUS, Francis; PEKOL, Amy. Critical Internationalization: Moving from theory to Practice. FIRE: Forum for International Research in Education, v. 2, n. 2, 2015.

VIEIRA, Gicele Vergine.; FINARDI, Kyria Rebeca.; PICCIN, Gabriela Freire Oliveira. Internacionalizando-Se: Os Desafios para os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia do Brasil. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 13, p. 394-410, 2018.

Publicado

2019-11-07

Como Citar

FINARDI, K. R.; GUIMARÃES, F. F.; MENDES, A. R. Pensando a internacionalização (crítica) do ensino superior brasileiro . Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 6, p. e020031, 2019. DOI: 10.20396/riesup.v6i0.8655312. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8655312. Acesso em: 2 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos