Banner Portal
Suporte básico de vida como disciplina obrigatória nos cursos de graduação em saúde
PORTUGUÊS
ENGLISH

Palavras-chave

Conteúdos curriculares
Ensino superior
Medicina e educação

Como Citar

FERREIRA JÚNIOR, Manoel Patrocínio; SILVA FILHO, Solidonio Angelo da; ANGELO, Rita di Cássia de Oliveira. Suporte básico de vida como disciplina obrigatória nos cursos de graduação em saúde: análise curricular. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 8, n. 00, p. e022023, 2021. DOI: 10.20396/riesup.v8i00.8659891. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8659891. Acesso em: 16 abr. 2024.

Resumo

Este artigo tem como objetivo avaliar a oferta do conteúdo de Suporte Básico de Vida quanto às diretrizes da American Heart Association e da Sociedade Brasileira de Cardiologia nos cursos de graduação em saúde, procedendo uma análise comparativa entre os Projetos Pedagógicos Curriculares e o confronto com a legislação atual. Trata-se de pesquisa documental qualitativa e descritiva, cujos critérios de análise foram presença de componente curricular de urgência e emergência; presença da temática abordada em outra disciplina; conteúdo abordado individualmente ou em conjunto com Suporte Avançado de Vida; presença do conteúdo na ementa e nas referências bibliográficas da componente curricular; relação carga horária teórico-prática e período de oferta da disciplina. Foram selecionadas cinco instituições de ensino superior no estado de Pernambuco, sendo duas da rede pública de ensino e três da rede privada. Os conteúdos curriculares dos cursos de graduação em Enfermagem, Fisioterapia e Nutrição das cinco instituições foram avaliados; verificou-se uma defasagem dos cursos de graduação em Fisioterapia e Nutrição, em relação aos de Enfermagem, quanto à oferta do conteúdo Suporte Básico de Vida na estrutura da grade curricular. Os achados contrapõem as Diretrizes Curriculares Nacionais que preconizam a elaboração dos currículos de graduação sob uma perspectiva interdisciplinar, contemplando competências e habilidades necessárias ao desempenho do egresso na inter-relação entre educação e sociedade.  

https://doi.org/10.20396/riesup.v8i00.8659891
PORTUGUÊS
ENGLISH

Referências

AMERICAN HEART ASSOCIATION et al. Destaques da American Heart Association 2015: atualização das diretrizes de RCP e ACE. Dallas, TX: American Heart Association, 2015. Disponível em: https://eccguidelines.heart.org/wp-content/uploads/2015/10/2015-AHA-Guidelines-Highlights-Portuguese.pdf. Acesso em: 30 mai. 2020.

BERNOCHE, Claudia et al. Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia-2019. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 113, n. 3, p. 449-663, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0066-782X2019000900449&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 30 mai. 2020.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Resolução CNE/CES nº 5, de 7 de novembro de 2001. Institui diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em nutrição. 2001. Disponível em: https://www.abmes.org.br/legislacoes/detalhe/797/resolucao-cne-ces-n-5. Acesso em: 01 jun. 2020.

COFFITO. Resolução n° 501, de 26 de dezembro de 2018. Reconhece a atuação do Fisioterapeuta na assistência à Saúde nas Unidades de Emergência e Urgência. Diário Oficial, Brasília-DF, n. 18, Seção 1, 25 de janeiro de 2019, p 81. Disponível em: https://www.coffito.gov.br/nsite/wp-content/uploads/2019/01/DOU-25-01-2019-contexto-escolar-e-urg_-e-emerg-p-81.pdf. Acesso em: 01 jun. 2020.

COSTAa, Dayane Aparecida Silva et al. Diretrizes curriculares nacionais das profissões da Saúde 2001-2004: análise à luz das teorias de desenvolvimento curricular. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, 2018. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/icse/2018.nahead/10.1590/1807-57622017.0376/. Acesso em: 30 mai. 2020.

COSTAb, Isabel Karolyne Fernandes et al. Construção e validação de Curso de Suporte Básico de Vida a distância. Revista Brasileira de Enfermagem, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-71672018001202698&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 30 mai. 2020.

DA SILVA SALAZAR, Érica Rayanne et al. Diretrizes da American Heart Association para ressuscitação cardiopulmonar: conhecimento de socorristas. Revista Baiana de Enfermagem, v. 31, n. 3, 2017. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/viewFile/20449/15100. Acesso em: 30 mai. 2020.

DA SILVA, Beatriz Tâmara Galvão et al. Conhecimento de acadêmicos da saúde sobre ressuscitação cardiopulmonar no suporte básico de vida. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental, p. 957-961, 2019. Disponível em: http://ciberindex.com/index.php/ps/article/view/P957961. Acesso em: 30 mai. 2020.

DA SILVA, Daiane Vieira et al. Conhecimento de graduandos em enfermagem sobre Suporte Básico de Vida. Revista Baiana de Enfermagem, v. 29, n. 2, 2015. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/12648. Acesso em: 30 mai. 2020.

DE AZAMBUJA ZOCCHE, Denise Antunes. Educação profissional em saúde: reflexões sobre a avaliação. Trabalho, Educação e Saúde, v. 5, n. 2, p. 281-295, 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1981-77462007000200006&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 30 mai. 2020.

DE LIMA LOPES, Juliana et al. Implantação dos Times de Resposta Rápida: experiência de um hospital de alta complexidade em cardiopneumologia. Rev Bras Clin Med. São Paulo, v. 10, n. 5, p. 394-7, 2012. Disponível em: http://www.sbcm.org.br/revistas/RBCM/RBCM-2012-05.pdf#page=29. Acesso em: 01 jun. 2020.

DE NASSAU, Renata Maria et al. Atuação da equipe de enfermagem no atendimento à vítima de parada cardiorrespiratória no ambiente intra-hospitalar. Revista de Atenção à Saúde (antiga Rev. Bras. Ciên. Saúde), v. 16, n. 56, p. 101-107, 2018. Disponível em: http://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_ciencias_saude/article/view/4928. Acesso em: 01 jun. 2020.

DE NUTRICIONISTAS, Conselho Federal. Resolução CFN nº 334, de 10 de maio de 2004. Dispõe sobre o código de ética do nutricionista e dá outras providências [Internet]. Diário Oficial da União. Brasília, v. 11, 2004. Disponível em: http://www.crn3.org.br/uploads/repositorio/2018_10_24/Res_334_2004.pdf. Acesso em: 01 jun. 2020.

DE NUTRICIONISTAS, Conselho Federal. Resolução CFN nº 599, de 25 de fevereiro de 2018. Aprova o código de ética e conduta do nutricionista e dá outras providências [Internet]. Diário Oficial da União. Brasília, n. 64, p. 182, 2018. Disponível em: https://www.setaconcurso.com.br/uploads/235/concursos/33/anexos/1ae4ba0fa67612ff42112536e3efea41.pdf. Acesso em: 01 jun. 2020.

DE OLIVEIRA BOTELHO, Renata Maria et al. Uso do metrônomo durante a ressuscitação cardiopulmonar na sala de emergência de um hospital universitário. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 24, p. 1-8, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-11692016000100427&script=sci_arttext&tlng=es. Acesso em: 01 jun. 2020.

DE VASCONCELOS FREITAS, Zildonei et al. Experimentação e resolução de problemas com aporte em ausubel: uma proposta para o ensino de ciências/Experimentation and Problems Solving supported by Ausubel: A proposal for Science Education. Revista Aret Revista Amazônica de Ensino de Ciências, v. 10, n. 22, p. 260-268, 2017. Disponível em: http://periodicos.uea.edu.br/index.php/arete/article/view/648. Acesso em: 01 jun. 2020.

BRASIL, Constituição Federal. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm Acesso em: 01 jun. 2020.

ESPÍNDOLA, Marisa Catarina Mesquita et al. Parada cardiorrespiratória: conhecimento dos profissionais de enfermagem em uma unidade de terapia intensiva. Rev. enferm. UFPE on line, v. 11, n. 7, p. 2773-2778, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/23452/19162. Acesso em: 01 jun. 2020.

GEBREMEDHN, Endale Gebreegziabher et al. Attitude and skill levels of graduate health professionals in performing cardiopulmonary resuscitation. Advances in medical education and practice, v. 8, p. 43, 2017. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5234554/. Acesso em: 01 jun. 2020.

GOMES, Andréia Patrícia et al. A educação médica entre mapas e âncoras: a aprendizagem significativa de David Ausubel, em busca da arca perdida. Rev bras educ méd, v. 32, n. 1, p. 105-11, 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-55022008000100014&script=sci_arttext. Acesso em: 01 jun. 2020.

GOMES, André Guanaes et al. Diretriz de apoio ao suporte avançado de vida em cardiologia-Código Azul-Registro de ressuscitação normatização do carro de emergência. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 81, p. 3-14, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0066-782X2003001800001&script=sci_arttext. Acesso em: 01 jun. 2020.

GONÇALES, Paulo David Scatena et al. Redução de paradas cardiorrespiratórias por times de resposta rápida. Einstein (São Paulo), v. 10, n. 4, p. 442-448, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-45082012000400009. Acesso em: 01 jun. 2020.

IGLÉSIAS, Alessandro Giraldes; BOLLELA, Valdes Roberto. Integração curricular: um desafio para os cursos de graduação da área da Saúde. Medicina (Ribeirão Preto. Online), v. 48, n. 3, p. 265-272, 2015. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/104318. Acesso em: 30 mai. 2020.

KAWAKAME, Patrícia Moita Garcia; MIYADAHIRA, Ana Maria Kazue. Evaluación del proceso enseñanza-aprendizaje de estudiantes del área de salud: maniobras de resucitación cardiopulmonar. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 49, n. 4, p. 657-664, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reeusp/v49n4/pt_0080-6234-reeusp-49-04-0657.pdf. Acesso em: 30 mai. 2020.

MELLO, Marcella Maria Soares et al. Treinamento teórico-prático de equipe multidisciplinar para atendimento de parada cardiorrespiratória em enfermaria. Revista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, v. 17, n. 1, p. 2-6, 2019. Disponível em: http://www.sbcm.org.br/ojs3/index.php/rsbcm/article/view/439. Acesso em: 30 mai. 2020.

SANTANA-SANTOS, Eduesley et al. Perfil de atendimentos do código azul em um hospital escola especializado em cardiopneumologia. Revista Cubana de Enfermería, v. 33, n. 1, 2017. Disponível em: http://www.revenfermeria.sld.cu/index.php/enf/article/view/705/231. Acesso em: 30 mai. 2020.

SANTOS, Selma Maria Slmeida. et al. Basic life support knowledge of first-year university students from Brazil. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 48, n. 12, p. 1151-1155, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-879X2015005054667&script=sci_arttext. Acesso em: 30 mai. 2020.

SOARES, Nadia Tavares; AGUIAR, Adriana Cavalcanti de. Diretrizes curriculares nacionais para os cursos de nutrição: avanços, lacunas, ambiguidades e perspectivas. Revista de Nutrição, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415-52732010000500019&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 30 mai. 2020.

TOBASE, Lucia et al. Suporte básico de vida: avaliação da aprendizagem com uso de simulação e dispositivos de feedback imediato. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 25, p. 1-8, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-11692017000100388&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 30 mai. 2020.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Revista Internacional de Educação Superior

Downloads

Não há dados estatísticos.