Desempenho acadêmico

percepções de discentes do curso de Física de uma Universidade Mineira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v9i00.8660787

Palavras-chave:

Retenção, Desempenho acadêmico, Primeiro ano universitário, Educação superior, Ensino de física

Resumo

O presente artigo aborda uma pesquisa empírica sobre as percepções de discentes do curso de Física de uma universidade pública mineira acerca do baixo desempenho acadêmico em cinco disciplinas do primeiro ano, consideradas difíceis segundo critérios da instituição e nos quais as taxas de reprovação têm sido superiores a 50% há mais de uma década. Os dados são oriundos de documentos gerados a partir da aplicação de questionários e da realização de entrevistas com os alunos e disponibilizados pela pró-reitoria de graduação da universidade. Os resultados evidenciaram diferentes compreensões a respeito da retenção no primeiro ano do curso e indicaram a necessidade de maior diálogo entre discentes, docentes e a instituição, visando à elaboração de estratégias de integração e afiliação estudantil e, consequentemente, a melhoria do desempenho acadêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tarcísia Carolina Roberto Silva Duarte, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação: Conhecimento e Inclusão Social da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais.

Lucíola Licínio de Castro Paixão Santos , Universidade Federal de Minas Gerais

Doutora em Sociologia pelo Instituto de Educação da Universidade de Londres. É professora titular aposentada da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais.

Referências

ALMEIDA, Maria Isabel de. Por que a formação pedagógica dos professores do ensino superior? In: ALMEIDA, Maria Isabel de. Formação do professor do Ensino Superior: desafios e políticas institucionais. São Paulo: Cortez, 2012.

ALVES MAZZOTTI, Alda Judith; GEWANDSZNAJDER, Fernando. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. 2. ed. São Paulo: Thomson, 1999.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2009.

BRAGA, Mauro Mendes; PEIXOTO, Maria do Carmo L.; BOGUTCHI, Tânia F. A evasão no ensino superior brasileiro: o caso da UFMG. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, [S.l.], v. 8, n. 3, 2003. Disponível em: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/avaliacao/article/view/1237. Acesso em: 21 mar. 2022.

BRASIL. Decreto 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI. Brasília: Presidência da República, [2007]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm. Acesso em: 21 mar. 2022.

BRASIL. Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005. Institui o Programa Universidade para Todos - PROUNI, regula a atuação de entidades beneficentes de assistência social no ensino superior; altera a Lei nº 10.891, de 9 de julho de 2004, e dá outras providências. Brasília: Presidência da República, [2005]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/lei/l11096.htm. Acesso em: 21 mar. 2022.

BRASIL. Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Brasília: Presidência da República, [2012]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12711.htm. Acesso em: 21 mar. 2022.

CHARLOT, Bernard. Relação com o saber: formação dos professores e globalização – questões para a educação hoje. Tradução Sandra Loguercio. Porto Alegre: Artmed, 2005.

CHARLOT, Bernard. As novas relações com o saber na universidade contemporânea. In: NASCIMENTO, Jorge Carvalho do Nascimento (Org.). Ensino superior, educação escolar e práticas educativas extraescolares. São Cristóvão: UFS, 2006. p. 11-31.

CHAUI, Marilena. A Universidade Operacional. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, [S.l.], v. 4, n. 3, 1999. Disponível em: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/avaliacao/article/view/1063. Acesso em: 21 mar. 2022.

COSTA, António Firmino da; LOPES, João Teixeira; CAETANO, Ana; RODRIGUES, Eduardo Alexandre. Um modelo teórico e metodológico: análise do sucesso, insucesso e abandono no ensino superior. In: COSTA, António Firmino da; LOPES, João Teixeira; CAETANO, Ana (Org.). Percursos de estudantes no ensino superior: fatores e processos de sucesso e insucesso. Portugal: Mundos sociais, 2015.

COULON, Alain. A condição de estudante: a entrada na vida universitária. Salvador: EDUFBA, 2008.

COULON, Alain. O ofício de estudante: a entrada na vida universitária. Educação em Pesquisa, São Paulo, v. 43, n. 4, p. 1239-1250, out./dez., 2017. DOI 10.1590/S1517-9702201710167954 DOI: https://doi.org/10.1590/s1517-9702201710167954

GOMES, Válter; TAYLOR, Maria de Lourdes Machado; SARAIVA, Ernani Viana. O ensino superior no brasil: breve histórico e caracterização. Ciência e Trópico, [S. l.], v. 42, n. 1, 2018. Disponível em: https://fundaj.emnuvens.com.br/CIC/article/view/1647. Acesso em: 21 mar. 2022.

GRANJA, Veruska de Araújo Vasconcelos. Tendências de sucesso no percurso acadêmico do alunado na UFRN. 2012. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14563. Acesso em: 21 mar. 2022.

LAHIRE, Bernard. Sucesso escolar nos meios populares: as razões do improvável. São Paulo: Ática, 1997.

LIMA, Daniele Gomes de; LIMA, Rita de Lourdes de. A precarização do trabalho docente no contexto da universidade operacional. Universidade e Sociedade, Brasília, v. 60, p. 86-99, jul. 2017. Disponível em: https://www.andes.org.br/sites/universidade_e_sociedade?. Acesso em: 21 mar. 2022.

LIMA, Franciele Santos de; ZAGO, Nadir. Evasão no ensino superior: tendências e resultados de pesquisa. Movimento-Revista de Educação, Niterói, n. 9, p. 131-164, nov. 2018. DOI 10.22409/mov.v0i9.481 DOI: https://doi.org/10.22409/mov.v0i9.481

LIMA JUNIOR, Paulo; SILVEIRA, Fernando Lang da; OSTERMANN, Fernanda. Análise de sobrevivência aplicada ao estudo do fluxo escolar nos cursos de graduação em física: um exemplo de uma universidade brasileira. Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 34, n. 1, p. 1403-1410, 2012. DOI 10.1590/S1806-11172012000100014 DOI: https://doi.org/10.1590/S1806-11172012000100014

MINAYO, Maria Cecilia de S.; SANCHES, Odécio. Quantitativo-Qualitativo: oposição ou complementariedade?. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, p. 239- 248, jul./set. 1993. DOI 10.1590/S0102-311X1993000300002 DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-311X1993000300002

MOREIRA, Larici Keli Rocha; MOREIRA, Laine Rocha; SOARES, Marta Genú. Educação superior no brasil: discussões e reflexões. Educação Por Escrito, Porto Alegre, v. 9, n. 1, p. 134-150, jan./jun. 2018. DOI 10.15448/2179-8435.1.29594 DOI: https://doi.org/10.15448/2179-8435.1.29594

MOURA, Mara Águida Porfírio; PASSOS, Guiomar de Oliveira. Avaliação do alcance da meta global do Reuni pelas universidades federais medida pelos indicadores de desempenho estabelecido pelo TCU. In: EDUCERE, Congresso Nacional de Educação, 13., 2015, Curitiba. Anais [...]. Curitiba: PUCPR, 2015. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2015/19180_8591.pdf. Acesso em: 21 mar. 2022.

NEVES, Clarissa Eckert Baeta; MARTINS, Carlos Benedito. Ensino superior no Brasil: uma visão abrangente. In: DWYER, Tom. et al. (Org.). Jovens universitários em um mundo em transformação: uma pesquisa sino-brasileira. Brasília: Ipea; Pequim: SSAP, 2016. Disponível em: https://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/livros/livros/160715_livro_jovens_universitarios.pdf. Acesso em: 21 mar. 2022.

NOGUEIRA, Claudio Marques Martins. Dilemas na análise sociológica de um momento crucial das trajetórias escolares: o processo de escolha do curso superior. 2004. 185 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2004. Disponível em: http://hdl.handle.net/1843/FAEC-69WRGU. Acesso em: 21 mar. 2022.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no ensino superior. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

POUPART, Jean. A entrevista de tipo qualitativo: considerações epistemológicas, teóricas e metodológicas. In: POUPART, Jean et al. (Org.). A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Tradução Ana Cristina Arantes Nasser. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 295-316.

REIS, Edna Afonso; REIS, Ilka Afonso. Análise descritiva de dados. Relatório Técnico do

Departamento de Estatística da UFMG. Belo Horizonte: UFMG, 2002. Disponível em: www.est.ufmg.br. Acesso em 21 mar. 2022.

RIBEIRO, Bruno Vieira et al. Um estudo da evasão no curso de graduação em Física da UnB. Relatório do Grupo PET-Física apresentado à comissão de graduação do Instituto de Física. Brasília: Universidade de Brasília, 2008. Disponível em: http://www.pet.if.unb.br/images/estudo-evasao.pdf. Acesso em: 21 mar. 2022.

RIBEIRO, Everton. Evasão e permanência num curso de licenciatura em Física: o ponto de vista dos licenciandos. Dissertação (Mestrado em Educação) – Setor de Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2015. Disponível em: https://hdl.handle.net/1884/41185. Acesso em: 21 mar. 2022.

SANTOS, Lucíola Licínio de Castro Paixão. O observável e o imensurável na universidade do desempenho. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 1, n. 42, p. 201-218, 2005. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=0102-469820050002&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 21 mar. 2022.

SARAIVA, A. C. L. C.; SILVA, C. de F.; FERENC, A. V. F. O curso de Pedagogia: a escolha profissional nas representações sociais de discentes. In: BRAÚNA, Rita de Cássia de Alcantra (Org.). Demandas contemporâneas da formação de professores. Viçosa: UFV, 2012.

SEGENREICH, Stella Cecilia Duarte; CASTANHEIRA, Antonio Mauricio. Expansão, privatização e diferenciação da educação superior no Brasil pós - LDBEN/96: evidências e tendências. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas Educacionais, Rio de Janeiro, v. 17, n. 62, p. 55-86, jan./mar. 2009. DOI 10.1590/S0104-40362009000100004 DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-40362009000100004

SOARES, Sandra Regina; CUNHA, Maria Isabel da. Programas de pós-graduação em educação: lugar de formação da docência universitária?. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, v. 7, n. 14, p. 577-604, dez. 2010. Disponível em: https://rbpg.capes.gov.br/index.php/rbpg/article/view/18. Acesso em: 21 mar. 2022. DOI: https://doi.org/10.21713/2358-2332.2010.v7.18

SOARES, Mosaniel Marques. A evasão nos cursos de licenciatura em física: uma breve revisão bibliográfica. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Física) – Centro de Ciências e Tecnologia, Departamento de Física, Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2014. Disponível em: http://dspace.bc.uepb.edu.br/jspui/bitstream/123456789/5242/1/PDF%20-%20Mosaniel%20Marques%20Soares.pdf. Acesso em: 21 mar. 2022.

SOUZA, Kellcia Rezende; KERBAUY, Maria Teresa Miceli. Abordagem quanti-qualitativa: superação da dicotomia quantitativa-qualitativa na pesquisa em educação. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 31, n. 61, p. 21-44, jan./abr. 2017. Disponível em: https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v31n61a2017-p21a44. Acesso em: 21 mar. 2022. DOI: https://doi.org/10.14393/REVEDFIL.issn.0102-6801.v31n61a2017-01

TINTO, Vicent. Principles of effective retention. Journal of the Freshman Year Experience, [S.l], v. 2, n. 1, p. 35-48, 1990.

TINTO, Vicent. Establishing conditions for students success: lessons learned in the United States. In: ASTLEY, J. (ed.). Under-privileged but not under-achieving. Londres: Trentham Books, 2002.

TINTO, Vicent; ENGSTROM, Cathy. Access without support is not opportunity. Change:

The Magazine of Higher Learning, Londres, v. 40, n. 1, p. 46-50, 2008. DOI: 10.3200/CHNG.40.1.46-50 DOI: https://doi.org/10.3200/CHNG.40.1.46-50

UNIVERSIDADE X. Avaliação do desempenho acadêmico dos estudantes de graduação: Física Diurno. Pró-Reitoria de Graduação/Setor de Estatística, Belo Horizonte, maio 2017a. Disponível no site da instituição. Acesso em: 09 jul. 2017.

UNIVERSIDADE X. Avaliação do desempenho acadêmico dos estudantes de graduação: Física Noturno. Pró-Reitoria de Graduação/Setor de Estatística, Belo Horizonte, maio 2017b. Disponível no site da instituição. Acesso em: 09 jul. 2017.

Publicado

2022-05-02

Como Citar

DUARTE, T. C. R. S.; SANTOS , L. . L. de C. P. . Desempenho acadêmico: percepções de discentes do curso de Física de uma Universidade Mineira. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 9, n. 00, p. e023009, 2022. DOI: 10.20396/riesup.v9i00.8660787. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8660787. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos