Arte, técnica e política na trajetória de Francisco Prestes Maia

Marisa Varanda Teixeira Carpintéro

Resumo


Proponho neste artigo explorar as múltiplas linguagens que norteiam as formas do pensamento político do ex-prefeito da cidade de São Paulo o eng-arquiteto Francisco Prestes Maia.Como urbanista e como homem público Prestes Maia ao longo de sua trajetória se preocupou em construir a sua imagem na esfera pública como técnico,  mostrando-se capaz de  solucionar os problemas da cidade e ainda como o político honesto “avesso a política e aos políticos partidários”.Nesse percurso recupero seus desenhos, planos urbanísticos, relatórios de prefeito, artigos escritos para revistas especializadas, em jornais, comícios, programas de governo e nas propagandas como candidato a prefeito, com o intuito de desvendar os limites, conflitos e os paradoxos de sua trajetória como urbanista e  político. Ainda destaco alguns aspectos que demarcaram a relação dos conceitos políticos e filosóficos do urbanismo com a política do Estado Novo e seus desdobramentos na década de 1960.


Palavras-chave


Arte. Técnica. Política. Urbanismo.

Texto completo:

PDF

Referências


AGACHE, Alfred. Cidade do Rio de Janeiro – Extensao e Embelezamento. Organizações projectadas pela administração de Antonio Prado Jr. AMD. P>L>G-S.F>U, Foyer Brésilien, 1926.

ANSART, Pierre, “La gestion des passions politiques, L’ Age d’ Homme, Lausanne,1998

BARBATO, Roberto Júnior. Missionários de uma Utopia Nacional Popular, São Paulo: Fapesp; Annablume, 2004.

BÉGIN, François. As maquinarias inglesas do conforto. Espaço e Debates, CIDADE, no 34, Ano XI, 1991.

BERNARD, Lepetit. Por uma nova história urbana. Coleção de textos organizada por. Heliana Angotti Salgueiro. Trad. São Paulo: Edusp, 2001.

BORGES, Vavy Pacheco. O eu e o outro na Relação Biográfica. In: NAXARA, Marcia, MARSON, Izabel & BREPOHL, Marion. (orgs.) Figurações do Outro. Uberlândia: Edufu, 2009, p.225-238

BOURDIEU, Pierre. (1994) Razões Práticas sobre a teoria da ação. Trad. Marisa Corrêa. Campinas-SP: Papirus, 1996.

BRUAND, Catheriene Donald Alfred Agache:urbanismo, uma sociologia aplicada in Cidade, Povo e Nação Gênese do urbanismo moderno, Org.RIBEIRo Luiz Cesar de Queiroz e PECHMAN Robert, Rio de Janeiro , Civilização Brasileira, 1996.

CAMPOS, Candido Malta. Os rumos da cidade. Urbanismo e modernização em São Paulo. São Paulo: SENAC, 2000.

CARPINTÉRO, Marisa V. Teixeira. Em busca da imagem: a cidade e o seu figurino (São Paulo, 1938-1954). Tese de doutorado, 1998, IFCH/UNICAMP.

CARPINTÉRO, Marisa,“Linguagens políticas na trajetória do engenheiro-arquiteto Francisco Prestes Maia” publicado no livro org. SEIXAS,Jacy, CERASOLI, Josianne e NAXARA, Márcia, Tramas do Político :Linguagens, Formas, Jogos, Urbelândia, EDUFU, 2012.

CARPINTÉRO, Marisa Varanda Teixeira. A construção de um sonho – Os engenheiros-arquitetos e a formulação da política habitacional no Brasil. Campinas: Ed.Unicamp, 1997.

CINTRA,João Florence d’ Ulhôa & MAIA, Francisco Prestes. Um problema actual; os grandes melhoramentos de São Paulo, Boletim do Instituto de Engenharia, São Paulo, vol VI, no 29, 1924

CHOAY,Françoise.(1965). O urbanismo,São Paulo,Perspectiva ,1979.

DUARTE, Paulo. Mário de Andrade por ele mesmo. São Paulo: Co-edição Hucitec/Secretaria da Cultura, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, 1977.

FARIA, Rodrigo, Biografia, não mais Trajetória: para (re)pensar argumentos de outrora,Posfácio do Livro São Paulo, O Urbanista e a Cidade, José de Oliveira Reis e o Rio de Janeiro – uma biografia profissional,. Editora Alameda/FAPESP, 2011

FELDMAN, Sarah. Planejamento e Zoneamento em São Paulo, 1947-1972. São Paulo:EDUSP,2005.

FERNANDES, Adriana Prestes Maia. Os Melhoramentos de São Paulo, de Francisco Prestes Maia. São Paulo: Imprensa Oficial, 2010,

GINZBURG, Carlo.(1976) O queijo e os vermes. O cotidiano e as ideias de um moleiro perseguido pela Inquisição.Tradução Maria Betânia Amoroso, São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

GROSTEIN, Marta Dora, A cidade clandestina: Os mitos e os ritos (1900-1987). São Paulo, Tese de doutorado, 1990, FAU-USP.

LEME, Maria Cristina da Silva. Revisão do Plano de Avenidas: Um estudo sobre o Planejamento Urbano em São Paulo. Tese de doutorado, FAU/USP, 1990.

MAIA, Francisco Prestes. Introducção ao Estudo de Um Plano de Avenidas para a cidade de São Paulo. São Paulo: Melhoramentos, 1930.

MAIA, Francisco Prestes.Um ano de administração – entrevista pelo prefeito Francisco Prestes Maia,jornal Estado de São Paulo, 23 de abril de 1962.

MAIA, Francisco Prestes. Os Melhoramentos de São Paulo. São Paulo: Sub-divisão Gráfica da Prefeitura do Município de São Paulo, 1945.

MELLO, Anhaia Luis. Urbanismo e suas normas para organização de planos. Revista do Instituto de Engenharia. São Paulo, vol. VII, no 89, abril de 1933.

MELLO, Anhaia Luis.Um grande urbanista francez, Donald-Alfred Agache ,Revista Polytecnica, São Paulo, AnoXXV, maio-julho, números 85-86, 1928

MEYER, Regina Prosperi. Metrópole e Urbanismo: São Paulo 1950. Tese de doutorado, 1991, FAU-USP.

PIMENTEL, M. Mario de Albuquerque Brasil 1938. Edité par La Chambre de Commerce Franco Bresilienne de Paris, 1938.

Revista do Arquivo Municipal, São Paulo, Departamento de Cultura, ano IV, vol.XLVII, 1938.

ROLNIK, Raquel. A cidade e a Lei: Legislação, política e territórios na cidade de São Paulo. São Paulo: Studio Nobel, 1997.

SEGAWA, Hugo. Arquiteturas no Brasil. São Paulo: Edusp, 1997.

SEGAWA, Hugo. Prelúdio da Metrópole: Arquitetura e Urbanismo em São Paulo na passagem do século XIX ao XX. São Paulo: Ateliê Ed., 2000.

SIES, Mry Corbin & SILVER Christopher. Planning the Twentieth-Century American City. Harrisonburg, Vírginia: The Hopkins University Press, 1996.

SOMEK, Nadia. A cidade Vertical e o urbanismo Modernizador: São Paulo 1910-1939. São Paulo: Studio Nobel/FAPESP, 1996.

SOUZA, Maria Adélia Aparecida de. A Identidade da Metrópole. São Paulo: Hucitec, 1994.

STEVENSON, Carlos W. Conferência acêrca do urbanismo na cidade de Campinas. Campinas: Casa Genoud, 1934

TOLEDO, Benedito Lima. O mestre e o pincel. In: Revista Cidade. São Paulo: Departamento do Patrimônio Histórico/Secretaria Municipal de Cultura, ano III, 1996.

TOLEDO, Benedito Lima de. Prestes Maia e as origens do Urbanismo Moderno. 1996.




DOI: https://doi.org/10.20396/urbana.v5i2.8635074

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2013 URBANA: Revista Eletrônica do Centro Interdisciplinar de Estudos sobre a Cidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

(c) Urbana: Rev. Eletrônica Cent. Interdiscip. Estud. Cid., Campinas (SP) - ISSN 1982-0569.