Urbanismo em Minas Gerais: ideários urbanísticos aplicados aos parques nacionais por Angelo A. Murgel (1932-1942)

Autores

  • Fabio Jose Martins de Lima Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.20396/urbana.v5i1.8635090

Palavras-chave:

Urbanismo. Historia do urbanismo. Planejamento urbano. Minas Gerais.

Resumo

O estudo aborda a trajetoria do arquiteto Angelo Murgel, com particular atençao para os projetos elaborados para os parques nacionais, a saber, o Parque Nacional de Itatiaia, o Parque Nacional da Serra dos Orgaos e o Parque Nacional do Iguaçu. A atuação de Murgel foi dividida entre trabalhos acadêmicos, como professor, e vasta incursão no meio profissional, particularmente relacionada as incumbências do Ministerio da Agricultura, dentre as quais os Parques Nacionais mencionados. Pretendemos recuperar conceitos elaborados por este arquiteto nos planos para estes parques. Esta aproximação sobre o percurso de Murgel se insere em pesquisa com enfoque sobre a historia do urbanismo e do planejamento urbano em Minas Gerais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabio Jose Martins de Lima, Universidade Federal de Juiz de Fora

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais (1989) com Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (1994) e Doutorado em Estruturas Ambientais Urbanas pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (2003). Professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Engenharia da Universidade Federal de Juiz de Fora a partir de1999, tendo sido coordenador do curso no período de 2004 a 2006. 

Referências

ARGAN, G. C. A. (1993) História da Arte como História da Cidade (tradução de Pier Luigi Cabra). São Paulo: Martins Fontes, título original: Storia dell’Arte come Storia della Città (1984).

AYMONINO, C. (1972) Origenes y desarrollo de la ciudad moderna. Barcelona: Editorial Gustavo Gilli, título original: “Origini e sviluppo della città moderna”.

BENEVOLO, L. (1984) A Cidade e o Arquiteto (tradução de Rui Eduardo Santana Brito). São Paulo: Martins Fontes, título original “La Cittá e l’Architetto”.

BENEVOLO, L. (1981) Origens da Urbanística Moderna (tradução de Conceição Jardim e Eduardo L. Nogueira). Lisboa: Editorial Presença, título original: “Le origini dell ́Urbanistica Moderna”.

BLOCH, M. Introdução à História. (1976) Mira-Sintra: Publicações Europa-América, 3a edição, , título original “Apologie pour l’histoire ou Métier d’historien”, 1941, tradução de Maria Manuel Miguel e Rui Grácio.

BRAUDEL, F. (1992) Escritos sobre a História (tradução de J. Guinsburg e Tereza Cristina Silveira da Mota).São Paulo: Editora Perspectiva, 2a Edição, título original: “Écrits sur l’Histoire” (1969).

CALABI, D. (2004) Storia dell'urbanistica europea: questioni, strumenti, casi esemplari. Milano: Bruno Mondadori.

CALABI, D. (1997) Parigi anni venti: Marcel pöete e le origini della storia urbana. Venezia: Marsilio editori.

CERTEAU, M.de. (2006) A escrita da História (tradução de Maria de Lourdes Menezes). Rio de Janeiro: Forense Universitária, título original: “L’Écriture de l’Histoire”(1975).

COSTA, L.(1997) Lucio Costa: registro de uma vivência. São Paulo: Empresa das Artes, 1a edição 1995.

FERNANDES, A. & GOMES, M. A. A. de F. (1998) A pesquisa recente em história urbana no Brasil: percursos e questões. In: PADILHA, Nino (org.). Cidade e Urbanismo: história, teorias e práticas. Salvador: Mestrado em Arquitetura e Urbanismo da FAUFBa.

GOMES, M. A. A. de F. & LIMA, F. J. M. de. (1999) Pensamento e prática urbanística em Belo Horizonte: 1895-1961. In: LEME, M. C. da S. (org.). Urbanismo no Brasil: 1895-1965. São Paulo: Studio Nobel; FAUUSP; FUPAM.

HOLANDA, S. B. de. (2001) Raízes do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 220 p., 1a edição 1936.

LEME, M. C. da S. L.. (org.). (1999) Urbanismo no Brasil: 1895-1965. São Paulo: Studio Nobel; FAUUSP; FUPAM.

LIMA, F. J. M. de. (1994) Bello Horizonte: um passo de modernidade. Salvador: s.n.,1994, Dissertação de Mestrado - FAUFBa.

LIMA, F. J. M. de. (2003) Por uma cidade moderna: Ideários de urbanismo em jogo no concurso para Monlevade e nos projetos destacados da trajetória dos técnicos concorrentes (1931-1943). São Paulo, Tese de Doutorado - FAUUSP.

LIMA, F. J. M. de.(2011) A cidade como um fato urbanistico: João Monlevade. In: CORREIA, T. de B. (Org.). Forma Urbana e Arquitetura de vilas operárias e núcleos residenciais de empresas no Brasil. 1ed .Sao Paulo: Annablume; Fapesp, v. 1, p. 1-298.

LIMA, F. J. M. & GOMES, M. A. A. F. (2010) Arquitetos e Urbanistas: cidade e formação profissional no Brasil, 1900-1960. In: FREITAS, J. F. B. de. (Org.). Diálogos Urbanismobr. Diálogos Urbanismobr. 1ed .Vitória/ES e Niterói/RJ: EDUFES/UFF, v. 1, p. 211-244.

LIMA, F. J. M. (2009) Urbanismo em Minas Gerais: Olhares de Engenheiros, Arquitetos, Geógrafos e outros planejadores. In: CASTRIOTA, L. de B. (Org.). Arquitetura e Documentação.1ed .Belo Horizonte: IEDS/ANABLUMME, v. 1, p. 1-300.

LIMA, F. J. M. (2010) Urbanismo em Minas Gerais: Pelas Cidades. Juiz de Fora: Editora da UFJF.

LIMA, F. J. M.&PORTES, R. V. R. (2005) Urbanismo em Minas Gerais: pensamento e práticas urbanísticas relacionados ao ideário do Movimento Moderno (1930-1965). Cadernos PPG-AU/FAUFBA, Salvador, Ediçao Especial, p. 103-120.

LIMA, F. J. M. ; PORTES, R. V. R. ; FOSCARINI NETO, P. (2003) Tradição e Modernidade no percurso do arquiteto Angelo Murgel - Parque Nacional do Itatiaia e Universidade Rural do Rio de Janeiro, dois projetos urbanísticos. Seropédica: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, v. 1. 82 p.

LIMA, F. J. M. (2012) Comparative approaches on urban planning cities history in Minas Gerais, Brazil: theories and methodologies to analyses. In: 15th IPHS Conference: "Cities, nations and regions in planning history". Sao Paulo: FAUUSP, 2012. v. 1. p. 1.

SALGUEIRO, H. A. S. (org.). (2001) Cidades Capitais do Século XIX: Racionalidade, Cosmopolitismo, e Transferência de Modelos. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo.

SALGUEIRO, H. A. S. (1997) Engenheiro Aarão Reis: o progresso como missão. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro; Centro de Estudos Históricos e Culturais.

TAFURI, M. (1979) Teorias e história da arquitectura. Lisboa: Editorial Presença; São Paulo: Martins Fontes.

TAFURI, M. (1985) Projecto e Utopia: arquitectura e desenvolvimento do capitalismo (tradução de Conceição Jardim e Eduardo Nogueira). Lisboa: Editorial Presença, 1985, 122 p., título original: “Progetto e Utopia”.

VEYNE, P. (1995) Como se escreve a história; Foucault revoluciona a história (tradução de Alda Baltar e Maria Auxiliadora Kneipp). Brasília: Editora da Universidade de Brasília, título original: “Comment on écrit l ́histoire”, (1971), “Foucault révolutionne l ́histoire” (1978).

VILLAÇA, F. (1998) Espaço intra-urbano no Brasil. São Paulo: Studio Nobel/FAPESP/Lincoln Institute.

ZUCCONI, G. (1989) La città contesa: dagli ingegneri sanitari agli urbanisti: (1885-1942). Milano: Jaca Book.

Downloads

Publicado

2013-09-24

Como Citar

LIMA, F. J. M. de. Urbanismo em Minas Gerais: ideários urbanísticos aplicados aos parques nacionais por Angelo A. Murgel (1932-1942). URBANA: Revista Eletrônica do Centro Interdisciplinar de Estudos sobre a Cidade, Campinas, SP, v. 5, n. 1, p. 117–147, 2013. DOI: 10.20396/urbana.v5i1.8635090. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/urbana/article/view/8635090. Acesso em: 30 set. 2022.