Apresentação

  • Carlos Moura Universidade Estadual de Campinas
  • Cristina Meneguello Universidade Estadual de Campinas
  • Joana Schossler Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Apresentação

Resumo

Em 1938, a fotógrafa suíça Hildegard Rosenthal, recém radicada no Brasil, registrou dentre suas diversas cenas urbanas a imagem intitulada “Vendedor de Frutas”. Na fotografia percebemos os espaços ocupados por diferentes camadas sociais, o consumo a partir de um vendedor de rua, as roupas, a arquitetura e parte de um espaço de sociabilidade na primeira metade do século XX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Moura, Universidade Estadual de Campinas
Desenvolve estágio de Pós-doutorado no Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Doutor em História na UNICAMP, com estágio doutoral como Investigador Visitante Júnior no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS - UL), Mestre em História Social da Cultura Regional na Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, graduado em Licenciatura em História na mesma instituição. Tem experiência na área de História, com ênfase em História das Religiões, História Contemporânea, História do Portugal republicano, História do Brasil e História do Brasil República. Atualmente se dedica a pesquisas sobre as histórias cruzadas entre intelectuais católicos portugueses e brasileiros durantes o movimento de Restauração Católica, as aparições marianas no mundo luso-brasileiro, as relações internacionais entre Brasil e Portugal no início do século XX e o ensino de história. Membro da Rede de Pesquisa História e Catolicismo no Mundo Contemporâneo.
Cristina Meneguello, Universidade Estadual de Campinas
Possui graduação em História pela Universidade Estadual de Campinas (1988), mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas (1992), realizou doutorado-sanduíche na Universidade de Manchester (Reino Unido) obtendo o título de doutora na Universidade Estadual de Campinas (2000). Realizou estágio de pós-doutoramento na Universidade de Veneza (IUAV), Itália, em 2005, e na Universidade de Coimbra, Portugal, em 2008. É docente em regime de dedicação exclusiva do departamento de História da Universidade Estadual de Campinas desde 1998, atuando nos cursos de História e de Arquitetura e Urbanismo.  Foi presidente da ANPUH São Paulo (Associação Nacional de História - regional São Paulo) entre 2012 e 2014. É coordenadora da Olimpíada Nacional em História do Brasil para escolas públicas e particulares, que iniciou em 2009 e está em sua 8ª edição (2016), assim como dos Cursos de Formação online da Olimpíada, voltados aos professores de história. 
Joana Schossler, Universidade Estadual de Campinas
Possui graduação em História pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC/2008), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS/2010) e especialização em Conservação e Gestão do Patrimônio pelo Institut National du Patrimoine (INP/PARIS/2015). Atualmente desenvolve sua pesquisa de doutorado no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde analisa a urbanização dos balneários marítimos do Uruguai e do Rio Grande do Sul. Suas experiências de pesquisa tem abordado a prática social do veraneio nos século XIX e XX, com ênfase nas suas sociabilidades e lazeres, imagens, urbanismo e patrimônio.
Publicado
2013-06-10
Como Citar
Moura, C., Meneguello, C., & Schossler, J. (2013). Apresentação. URBANA: Revista Eletrônica Do Centro Interdisciplinar De Estudos Sobre a Cidade, 4(2), 1-2. https://doi.org/10.20396/urbana.v4i2.8635096