Festas ao Arcanjo São Miguel no contexto de Reforma Católica Ultramontana em Porto Alegre na primeira metade do século XX

  • Mauro Dillmann Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Palavras-chave: Irmandade São Miguel e almas. Festa. Porto Alegre.

Resumo

Este artigo pretende analisar os significados das festas religiosas organizadas ao padroeiro pela Irmandade São Miguel e Almas de Porto Alegre, nas primeiras décadas do século XX. A partir da consulta aos livros de atas presentes no Arquivo da Irmandade, pode-se traçar um panorama de como as festas foram discutidas, pensadas e organizadas, focalizando mudanças como a preferência em comemorar no recinto sagrado da igreja a sair em procissão e a variação nas decisões de participar ou não de festividades promovidas por outras irmandades. Por fim, percebem-se através das fontes, os indícios que demonstram os motivos pelos quais as festas continuaram sendo importantes para a Irmandade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauro Dillmann, Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História (Mestrado Profissional) da mesma Universidade. Atual coordenador do Grupo de Trabalho História das Religiões e Religiosidades (Anpuh-RS). Membro do Grupo de Pesquisa (CNPq) 'Imagens da Morte: a morte e o morrer no mundo Ibero-Americano' (Linha de pesquisa 'Práticas e representações sobre a morte, o morrer e o além túmulo), e do Grupo de Pesquisa (CNPq) 'História, Memória e Patrimônio' (Linha de pesquisa 'Patrimônio e religiosidades') . Doutor em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos/RS (2013), Mestre em História, Unisinos/RS (2007), Graduado em História, UFPEL (2003). Desenvolveu pesquisas relacionadas a religiosidades, morte, cemitérios, Igreja católica e irmandades. Atualmente, vem pesquisando discursos religiosos e morais presentes na literatura religiosa europeia dos séculos XVII e XVIII. Atuais temas de interesse de pesquisa e ensino: morte, religiosidade, literatura, patrimônio e ensino de História.

Referências

ABREU, Martha (1999). O Império do Divino. Festas religiosas e cultura popular no Rio de Janeiro, 1830-1900. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

ABREU, Martha e VIANA, Larissa (2009). Festas religiosas, cultura e política no império do Brasil. In GRINBERG, Keila e SALLES, Ricardo. (org.), O Brasil Imperial. Vol. III – 1870-1889, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira: 233-270.

AQUINO, Maurício (2012). Modernidade republicana e diocesanização do catolicismo no Brasil: as relações entre Estado e Igreja na Primeira República (1889-1930), Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 32, n.63, p. 143-170.

BAREA, Dom José (2004 [1932]). História da Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Porto Alegre: EST.

BIASOLI, Vitor (2010). O catolicismo Ultramontano e a Conquista de Santa Maria (1870-1920). Santa Maria: Ed. UFSM.

CAMPOS, Adalgisa (2004). São Miguel, as Almas do Purgatório e as balanças: iconografia e veneração na Época Moderna, Memorandum, 7, p. 102-127.

CATROGA, Fernando (2006). Entre Deuses e Césares. Secularização, laicidade e religião civil. Coimbra: Almedina.

COUTINHO, Emílio Portugal, O hino de ação de graças. Revista Arautos do Evangelho, Disponível em http://revista.arautos.org.br/RAE89-O-hino-de-acao-de-gracas.asp, Acessado em 11.06.2011.

DILLMANN, Mauro (2012). Dia de finados: uma homenagem aos mortos na visita de saudade ao cemitério São Miguel e Almas de Porto Alegre – século XX, Revista Oficina do Historiador, Porto Alegre, Edipucrs, v. 5, n.2, p. 160-179.

ELIADE, Mircea (2010 [1959]). O sagrado e o Profano. A essência das religiões, São Paulo: Editora WMF / Martins Fontes.

EVARISTO, Carlos (2002). A Real Irmandade de São Miguel da Ala. História e Estatutos – A devoção portuguesa a São Miguel, Anjo de Portugal e da Paz. Fátima, Portugal: Regina Mundi Press.

GUTTILA, Rodolfo Witzig (2006). A casa do santo & o santo de casa. São Paulo: Landy.

ISAIA, Artur César (1998). Catolicismo e Autoritarismo no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Edipuc.

KARSBURG, Alexandre de Oliveira (2007). Sobre as ruínas da Velha Matriz. Religião e política em tempos de ferrovia. Santa Maria – Rio Grande do Sul, 1880/1900. Santa Maria: Ed. UFSM.

MARIN, Jérri Roberto (2009). A gestão de D. José Maurício da Rocha na Diocese de Corumbá, Revista Brasileira de História das Religiões (Anais do II Encontro Nacional do GT História das Religiões e das Religiosidades), Maringá, v.1, n.3. Disponível em www.dhi.uem.br/gtreligiao/pub.html. Acessado em 22/11/2011.

MAUSS, Marcel (2003 [1950]). Sociologia e antropologia. São Paulo: Cosac Naify.

MENEZES, Renata de Castro. (2009), Celebrando São Besso ou O que Robert Hertz e a Escola Francesa de sociologia têm a nos dizer sobre festas, rituais e simbolismo, Religião e Sociedade. Rio de Janeiro: 29 (1): 179-199.

MICELI, Sérgio (2009). A elite eclesiástica brasileira, 1890-1930. São Paulo: Companhia das Letras.

NASCIMENTO, Mara Regina (2006). Irmandades leigas em Porto Alegre. Práticas funerárias e experiência urbana. Séculos XVIII-XIX. Porto Alegre: Tese de doutorado em História, UFRGS.

PEREIRA, José Carlos (2005). Devoções marginais: intefaces do imaginário religioso. Porto Alegre: Zouk.

SANTIROCCHI, Ítalo Domingos (2010). Uma questão de revisão de conceitos: romanização, Ultramontanismo, Reforma. Temporalidades, Revista Discente do Programa de Pós-graduação em História, UFMG, vol.2, n.2, p. 24-33.

SOUZA, João Carlos (2008). Sertão Cosmopolita. Tensões da modernidade de Corumbá. 1872-1918. São Paulo: Alameda.

TAVARES, Mauro Dillmann (2008). Irmandades, Igreja e Devoção no sul do Império do Brasil. São Leopoldo: Oikos/Unisinos.

VOVELLE, Michel (1991). Ideologias e mentalidades. São Paulo: Brasiliense.

Publicado
2013-04-01
Como Citar
Dillmann, M. (2013). Festas ao Arcanjo São Miguel no contexto de Reforma Católica Ultramontana em Porto Alegre na primeira metade do século XX. URBANA: Revista Eletrônica Do Centro Interdisciplinar De Estudos Sobre a Cidade, 4(2), 127-148. https://doi.org/10.20396/urbana.v4i2.8635103