Apresentação

  • Amilcar Torrão Filho Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Palavras-chave: Apresentação

Resumo

Durante muito tempo, a cidade colonial foi vista pela historiografia como espaço da desordem, do desleixo e da anomia. Para muitos também a cidade era uma exceção no espaço da América portuguesa, eminentemente rural, ou dominada pela natureza selvagem do continente. A partir da década de 1980, todo um debate se constituiu em torno da ordem ou desordem dos núcleos urbanos portugueses na América, com a contribuição de historiadores, geógrafos, arquitetos, antropólogos etc. Trabalhos importantes demonstraram como estas imagens, carregadas de preconceitos em alguns casos, não podiam ser estendidas a todas as cidades portuguesas de ultramar, sobretudo a partir do século XVIII, com o governo pombalino. A reconstrução de Lisboa após o terremoto de 1755, a construção de novas cidades planejadas no reino, como Vila Nova de Santo Antônio, ou no Brasil, como na Amazônia ou no Mato Grosso, por exemplo, demonstram como normas de construção ordenadas e preocupações com simetria, higiene, localização dos sítios urbanos não eram desconhecidas nem desprezadas pelos lusitanos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amilcar Torrão Filho, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1992), mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas (2004) e doutorado pela mesma universidade (2008). Realizou estágio de doutorado-sanduíche na École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris (2006-2007) e estágio pós-doutoral na Universitat Politècnica de Catalunya (2013-2014). Tem pós doutorado na Universitat Politècnica da Catalunya (2014-2015). Atualmente é professor de História do Brasil, Teoria da História e História Moderna na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, professor da pós-graduação Lato Sensu e Stricto Sensu, além membro do conselho editorial da revista Urbana. Revista Eletrônica do CIEC, Revista Projeto História e Revista Iberoamericana de Urbanismo.Revista Iberoamericana de Urbanismo Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil Colônia, História do Brasil Império, Teoria da História e Historiografia, atuando principalmente nos seguintes temas: urbanismo, cidades e vilas, história urbana, São Paulo, Literatura de Viagem, história colonial e história do Império. É coordenador do Núcleo de Estudos da Alteridade com Karen Macknow Lisboa. 
Publicado
2013-04-30
Como Citar
Torrão Filho, A. (2013). Apresentação. URBANA: Revista Eletrônica Do Centro Interdisciplinar De Estudos Sobre a Cidade, 1(1), 1-1. https://doi.org/10.20396/urbana.v1i1.8635107