O Rio de Janeiro no século XVIII: a transferência da capital e a construção do território centro-sul da América portuguesa

  • Maria Fernanda Bicalho Universidade Federal Fluminense
Palavras-chave: Urbanismo.

Resumo

Com a proximidade das comemorações, em 2008, dos duzentos anos da transferência da família real portuguesa para o Rio de Janeiro – episódio único, que transformou a cidade colonial em Corte e sede de uma monarquia pluricontinental – o processo de construção de uma capital nos trópicos, e o conceito de capitalidade associado a esta dinâmica, emergem como objeto de investigação de historiadores, arquitetos, urbanistas, geógrafos e demais pesquisadores ocupados com o tema da cidade. Este artigo pretende contribuir para essa discussão, ao refletir sobre a trajetória específica da cidade do Rio de Janeiro ao longo do século XVIII, e ao levantar hipóteses sobre o que teria determinado sua escolha como novo centro e sede da monarquia lusa. Visa a demonstrar, enfim, que antes mesmo de 1808 a cidade de São Sebastião exercia uma capitalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Fernanda Bicalho, Universidade Federal Fluminense
Licenciada em História pela PUC-RJ (1981), mestre em Antropologia Social pelo Museu Nacional-UFRJ (1988), doutora em História Social pela FFLCH-USP (1997), fez pós-doutorado no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (em 2007 e, novamente, em 2013/2014). Professora Associada no Departamento de História da Universidade Federal Fluminense, foi Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em História entre 2010 e 2013. Desde 2009 atua como Professora Visitante na Université de Provence (Aix-en-Provence). Em 2014 foi Professora Visitante na École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris. Atua igualmente como Professora associada ao Programa de Doutoramento em Patrimônios de Influência Portuguesa, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. É bolsista de Produtividade do CNPq desde 2001, e possui bolsa Cientista do Nosso Estado-FAPERJ (2012-2014 e 2015-2017). Participa de inúmeras redes de pesquisa, nacionais e internacionais. Orientou e orienta teses de doutorado e dissertações de mestrado sobre temas relacionados à História do Brasil Colonial, História Moderna e História Ibérica.
Publicado
2013-04-03
Como Citar
Bicalho, M. F. (2013). O Rio de Janeiro no século XVIII: a transferência da capital e a construção do território centro-sul da América portuguesa. URBANA: Revista Eletrônica Do Centro Interdisciplinar De Estudos Sobre a Cidade, 1(1), 1-20. https://doi.org/10.20396/urbana.v1i1.8635108