Apresentação

  • Denise Fernandes Geribello Universidade de São Paulo
  • Cristina Meneguello Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Apresentação

Resumo

Desconhecido ou mal-compreendido há 30 anos, o tema do patrimônio industrial faz hoje parte inegável do panorama da discussão patrimonial internacional, assim como do debate dentro do Brasil. País de indiscutível riqueza em termos de remanescentes de processos de produção longevos como engenhos ou fiações ou recentes como a produção industrial pesada, o Brasil aos poucos tem encontrado no espaço acadêmico da pesquisa, no espaço institucional dos órgãos de proteção e preservação e dentro da sociedade, as formas para lidar com este patrimônio. Cresce a percepção da importância da valoração da memória do trabalho e dos trabalhadores, que nos permite conhecer técnicas e rotinas de produção e as formas de organização política e social dentro e fora do espaço de produção. Ao mesmo tempo, crescem as urgências relativas à proteção de acervos documentais, muitas vezes desmembrados e descartados e aos antigos espaços arquitetônicos de produção, que hoje ocupam áreas
cobiçadas dentro das cidades e que tem, via de regra, sido demolidas ou fortemente descaracterizadas, impedindo a conservação física dos bens industriais e a compreensão ampla das redes de beneficiamento-produção-escoamento que os definia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Fernandes Geribello, Universidade de São Paulo
Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2005), graduação em Programa Especial de Formação Pedagógica pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo (2009) e mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas (2011). Atualmente é estudante doutorado - USP/Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Arquitetura e Urbanismo, atuando principalmente nos seguintes temas: patrimônio industrial, vilas operárias e patrimônio histórico.
Cristina Meneguello, Universidade Estadual de Campinas
Possui graduação em História pela Universidade Estadual de Campinas (1988), mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas (1992), realizou doutorado-sanduíche na Universidade de Manchester (Reino Unido) obtendo o título de doutora na Universidade Estadual de Campinas (2000). Realizou estágio de pós-doutoramento na Universidade de Veneza (IUAV), Itália, em 2005, e na Universidade de Coimbra, Portugal, em 2008. É docente em regime de dedicação exclusiva do departamento de História da Universidade Estadual de Campinas desde 1998, atuando nos cursos de História e de Arquitetura e Urbanismo. Recebeu, dentre outros prêmios, o Prêmio de Reconhecimento Acadêmico Zeferino Vaz em 2011. Foi por 4 anos presidente do Comitê Brasileiro de Preservação do Patrimônio Industrial (TICCIH-Brasil), do qual é membro fundadora, e é representante nacional junto ao TICCIH Internacional (The International Committee for the Conservation of the Industrial Heritage). É também membro do Board do TICCIH Internacional. Foi coordenadora e coordenadora associada de graduação (2001-2005), chefe de departamento (2007), Diretora Associada do Museu Exploratório de Ciências - Unicamp (entre 2008 e 2012) e foi assessora da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Universitário da UNICAMP (2013-2015). Foi presidente da ANPUH São Paulo (Associação Nacional de História - regional São Paulo) entre 2012 e 2014. É coordenadora da Olimpíada Nacional em História do Brasil para escolas públicas e particulares, que iniciou em 2009 e está em sua 8ª edição (2016), assim como dos Cursos de Formação online da Olimpíada, voltados aos professores de história. 
Publicado
2011-03-19
Como Citar
Geribello, D. F., & Meneguello, C. (2011). Apresentação. URBANA: Revista Eletrônica Do Centro Interdisciplinar De Estudos Sobre a Cidade, 3(1), 1-4. https://doi.org/10.20396/urbana.v3i1.8635119