Banner Portal
Attilio Corrêa Lima e o planejamento de Goiânia – um marco moderno na conquista do sertão brasileiro
PDF

Palavras-chave

Urbanismo. Attilio Corrêa Lima.

Como Citar

VIEIRA, Patrick di Almeida. Attilio Corrêa Lima e o planejamento de Goiânia – um marco moderno na conquista do sertão brasileiro. URBANA: Revista Eletrônica do Centro Interdisciplinar de Estudos sobre a Cidade, Campinas, SP, v. 4, n. 1, p. 52–66, 2012. DOI: 10.20396/urbana.v4i1.8635150. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/urbana/article/view/8635150. Acesso em: 24 maio. 2024.

Resumo

O presente texto busca analisar a atuação do arquiteto Attilio Corrêa Lima no planejamento da cidade de Goiânia inclusive a ruptura dos trabalhos na condução do mesmo e as modificações sofridas pelo seu projeto inicial, levantando para tal fim um breve histórico de sua formação e atuação profissional, apontando suas principais experiências e explicitando seus referenciais teóricos. O plano para Goiânia pode ser considerado um marco na conquista do sertão brasileiro, bem como um marco da arquitetura moderna brasileira e é aqui analisado do ponto de vista da mudança de algumas concepções urbanísticas na transição da condução dos trabalhos de Attilio Corrêa Lima para Armando Augusto de Godoy.
https://doi.org/10.20396/urbana.v4i1.8635150
PDF

Referências

ALVARES, Geraldo Teixeira. A Luta na Epopéia de Goiânia: Uma Obra da Engenharia Nacional. Rio de Janeiro: Oficina Gráfica do Jornal do Brasil, 1942.

CORRÊA LIMA, Attilio. Goiânia. Arquitetura e Urbanismo, ano 2. Rio de Janeiro, 1937.

CORRÊA LIMA, Attilio. E assim nasceu uma linda cidade no sertão. Correio da Noite, 4.7.1942, Rio de Janeiro.

GRAEFF, Edgard. Goiânia: 50 anos. Série: Oito vertentes e dois momentos de síntese da arquitetura brasileira. Brasília: MEC-SESU, 1985.

MAIA, Francisco Prestes. O plano regional de Santos. São Paulo: Prefeitura Municipal, 1950.

MANSO, Celina Fernandes Almeida. Goiânia; Uma Concepção Urbana e Moderna – Um Certo Olhar. Goiânia: Edição do autor, 2001.

SEGAWA, Hugo. Arquiteturas no Brasil. São Paulo: Edusp, 1999.

URBANA: Revista Eletrônica do Centro Interdisciplinar de Estudos sobre a Cidade utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.