Notas sobre o planejamento no período João Goulart

  • Fania Fridman Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Planejamento. João Goulart. Reformas de base.

Resumo

Este trabalho apresenta um conjunto de observações acerca do planejamento durante o curto termo da presidência de João Goulart. Sigo aqui o pressuposto de que as medidas de caráter desenvolvimentista do Tempo Jango vinculam-se ao contexto de radicalização das forças políticas e dos movimentos sociais no país, da situação internacional (a Guerra Fria, a política de ajuda dos Estados Unidos aos países latino-americanos e a revolução cubana) como também do fortalecimento das concepções de planejamento, de democracia e de justiça social das esquerdas brasileiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fania Fridman, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Professora Associada do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ), pesquisadora do CNPq e Cientista do Nosso Estado (FAPERJ)

Referências

RIBEIRO, L. C. (1986). Reforma urbana. In Abreu, H.; Ribeiro, L. C. Debatendo a reforma urbana. Rio de Janeiro: Fase.

RIOS, J. A. (2010). Lebret: profeta ou visionário. Carta Mensal (659), fevereiro.

SÁ EARP, F.; PRADO, L. C. (2007). Celso Furtado. In FERREIRA, J.; AARÃO REIS, D.

(orgs.). Nacionalismo e reformismo radical 1947-1964. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

SANTOS, M. (1965). A cidade nos países subdesenvolvidos. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira.

SANTOS, M. (1978). A divisão do trabalho social como uma nova pista para o estudo da organização espacial e da urbanização nos países subdesenvolvidos. Anais do 3° Encontro Nacional de Geógrafos. Fortaleza: UFC; AGB.

SEGRE, R. (1987). Arquitetura e urbanismo da Revolução Cubana. São Paulo: Nobel.

SERRAN, J. R. (1976). O IAB e a política habitacional brasileira, 1954-1975. São Paulo: Schema Editora.

SOMBRA, S. (1950). Técnica de Planejamento. Revista Brasileira dos Municípios (11), jul-set.

SUPPO, H. (1995). Intelectuais e artistas nas estratégias francesas de "propaganda cultural" no Brasil (1940-1944). Revista de História (133).

TAVARES, M. C. (2009). Entrevista. Memórias do Desenvolvimento (3), out.

VENÂNCIO FILHO, A. (2011). José Arthur Rios. RIHGB (453), out/dez.

Publicado
2014-07-15
Como Citar
Fridman, F. (2014). Notas sobre o planejamento no período João Goulart. URBANA: Revista Eletrônica Do Centro Interdisciplinar De Estudos Sobre a Cidade, 6(1), 64-128. https://doi.org/10.20396/urbana.v6i1.8635294