“Uma boca pequena” sobre os sistemas de áreas verdes de Ribeirão Preto (1945-1955).

  • Daniel Deminice Universidade de São Paulo
Palavras-chave: História da cidade e do urbanismo. Ribeirão Preto. Plano diretor. Sistemas de áreas verdes.

Resumo

Durante um período de 10 anos a cidade de Ribeirão Preto passou por um momento de inflexão na definição de sua forma urbana. Ao longo da primeira metade do século XX, ela havia sido construída em meio à produção de diferentes representações urbanas que se tornaram o motivo de polarizações político-partidárias em sua Câmara Municipal. Esta situação irá se agravar com a criação de um projeto de Plano de Diretor pelo urbanista José de Oliveira Reis. Diante de uma divisão social que o município vinha adquirindo, Oliveira Reis propunha um novo zoneamento estruturado por um sistema de áreas verdes constituídas por parkways, bosques, praças e unidades de vizinhanças, dotando a cidade de outro tratamento paisagístico. Todavia, durante a tramitação desse Plano Diretor se configuram polarização políticas que terminam com denúncias contra ameaças e propinas que alguns vereadores vinham recebendo pelos loteadores da cidade.  Ao final desse episódio, se vê o agravamento das vertentes de crescimento urbano entre o norte pobre - território de fábricas e moradias populares; e o sul rico - espaço de bairros prioritariamente residenciais. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Deminice, Universidade de São Paulo

Mestre em Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo pelo IAU/USP.

Referências

BONDUKI, N. Origens da habitação social no Brasil: Arquitetura Moderna, Lei do Inquilinato e Difusão da Casa Própria. 4ed. São Paulo: Estação Liberdade,2004.

CALIL Jr, O. O centro de Ribeirão Preto: os processos de expansão e setorização. Dissertação de Mestrado, EESC/USP, São Carlos-SP, 2003.

CIONE, Rubem. História de Ribeirão Preto. volume V. 1ªed. Ribeirão Preto: IMAG, 1997.

DECCA, E. de. O Estatuto da História. Espaço & Debates. Cidade e História, nº34, 1991.

FARIA, Rodrigo dos Santos. Ribeirão Preto, uma cidade em construção: o discurso da higiene, beleza e disciplina na modernização Entre Rios (1895-1930). São Paulo: Annablume, 2010.

FARIA, Rodrigo dos Santos. José de Oliveira Reis, urbanista em construção: uma trajetória profissional no processo de institucionalização do urbanismo no Brasil (1926-1965/1966). Tese (doutorado). Unicamp. IFCH. Campinas. 2007.

FARIA, Rodrigo dos Santos. Desenhando uma nova cidade: Parkways, Neighborhood Unit e Zoning no Plano Urbanístico de Ribeirão Preto do Engenheiro José de Oliveira Reis (1945-1955). DOCOMONO 5, São Calos, 2003.

FELDMAN, Sarah. O zoneamento ocupa o lugar do plano: São Paulo, 1947-1961. Anais do VII Encontro Nacional da ANPUR. Recife, vol. 1, pp. 667-684, 1997.

FELDMAN, Sarah. Planejamento e Zoneamento: São Paulo (1947-1972). São Paulo: Edusp/Fapesp, 2005.

FELDMAN, Sarah. A década de 30: dimensão urbano-industrial e (re)construção de saberes e práticas no campo do urbanismo. in: SALGADO, I; BERTONI, A. (orgs.) Da construção do território ao planejamento das cidades. São Carlos: Ed. RiMa, 2010.

GAETANI, Marcelo. Arquitetura residencial no centro de Ribeirão Preto no período de 1915-1945. Dissertação de Mestrado, Universidade Mackenzie, São Paulo, 1999.

GARCIA, V. E. Do santo ou de quem? Ribeirão Preto: gênese da cidade mercadoria. (tese de doutorado), IAU/USP, 2013.

HOWARD, E. Cidades-Jardins de Amanhã. 2ªed. São Paulo: Hucitec, 2002.

LEME, Maria Cristina da Silva. A formação do pensamento urbanístico no Brasil, 1895-1965. In Leme, M. C. da S. Urbanismo no Brasil (1895-1965). São Paulo: Studio Nobel; FAUUSP; FUPAM, 1999.

MONBEIG, Pierre. Pioneiros e fazendeiros de São Paulo. São Paulo, HUCITEC/POLIS, 1984.

POMAR, P. E. da R. Dutra, Adhemar e a repressão ao PCB: o incidente de Ribeirão Preto. (dissertação) Unesp/Franca, 2000.

ROLNIK, R. A cidade e a lei: legislação, política urbana e territórios na cidade de São Paulo. São Paulo: Studio Nobel, 1997.

SHENK, Luciana. Arquitetura da Paisagem: entre o Pinturesco, Olmested e o Moderno. Tese de Doutorado. EESC/USP, São Carlos, 2008.

SILVA, A. C. B. da. Cem anos de desenvolvimento urbano de Ribeirão Preto. In: ASSOCIAÇÃO Comercial e Industrial de Ribeirão Preto. Ribeirão Preto: Gráfica São Francisco, 2004.

SILVA, A. C. B. da. Expansão urbana e formação dos territórios de pobreza em Ribeirão Preto: os bairros surgidos a partir do Núcleo Colonial Antônio Prado (1887). São Carlos: UFSCar, 2008.

WALKER, T. W.; BARBOSA, A. de S. Dos coronéis a metrópole, fios e tramas da sociedade e da política em Ribeirão Preto no século XX. Palavra Mágica: Ribeirão Preto, 2000.

Publicado
2016-12-11
Como Citar
Deminice, D. (2016). “Uma boca pequena” sobre os sistemas de áreas verdes de Ribeirão Preto (1945-1955). URBANA: Revista Eletrônica Do Centro Interdisciplinar De Estudos Sobre a Cidade, 8(2), 168-189. https://doi.org/10.20396/urbana.v8i2.8646382