A rede urbana no oeste do rio sapucaí - Cabo Verde: arraial, freguesia e vila

Palavras-chave: Fundação de núcleos urbanos. Forma urbana. Rede urbana. Cabo Verde, MG. Segunda metade do século XVIII.

Resumo

O artigo apresenta o estudo sobre a formação do núcleo urbano, que hoje corresponde à cidade de Cabo Verde, no sudoeste do estado de Minas Gerais. Na segunda metade do século XVIII, o território em questão fazia parte da rede urbana do Rio Sapucaí, que abrangia quase todo o sudoeste da Capitania de Minas Gerais, fazendo divisa com a Capitania de São Paulo. Esse território foi palco de disputas entre as Capitanias e os Bispados de Minas Gerais e São Paulo. O artigo também apresenta uma análise da gênese e da estrutura da forma urbana de Cabo Verde, núcleo de povoamento que se origina como arraial de mineração. O estudo de caso em questão busca cobrir uma lacuna da historiografia, pois contempla a análise de uma cidade que pouco cresceu desde a sua origem, e cuja forma demonstra um modo luso brasileiro de fundar núcleos urbanos na segunda metade do século XVIII.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Farnetani de Almeida, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Mestranda em História do Urbanismo
Renata Baesso Pereira, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Professora Titular da PontiFícia Universidade Católica de Campinas (FAU e POSURB). Arquiteta Urbanista,
Doutora pelo Programa de Pós Graduação da FAU USP, Mestre em Urbanismo pela PUC Campinas. Campinas - SP

Referências

ARAÚJO, Patrícia Vargas Lopes de. Vila de Campanha da Princesa: Urbanidade e Civilidade em Minas Gerais do século XIX (1798-1840). Tese de Doutorado. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, UNICAMP, 2008.

BARBOSA, W. de A. Dicionário histórico-geográfico de Minas Gerais. Belo Horizonte: Editora Saters, 1971.

BUENO, Beatriz Piccolotto Siqueira. O Brasil-colônia: em que medida mais urbano do que parece à primeira vista? Santiago de Chile: 2016.

CARVALHO, Adilson. A Freguesia de Nossa Senhora da Assunção do Cabo verde e sua história. Cabo Verde. Editoração Eletrônica Alexandre Ikuhara, 1998.

COSTA, Stael de Alvarenga Pereira; NETTO, Maria Manoela G. Fundamentos de morfologia urbana. Belo Horizonte: Editora C/Arte, 2015.

CRUZ, Cícero Ferraz. Cidade difusa a construção do território na Vila de Campanha e seu termo, séculos XVIII-XIX. (Tese de Doutorado) Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, SP, Brasil, 2016.

FONSECA, C. D. Arraiais e Vias D’el Rei: Espaço e Poder nas Minas setecentistas. Belo Horizonte. Editora UFMG, 2011.

GUERREIRO, M. R. P. Guerreiro. O território e a edificação. O Papel do Suporte Físico Natural na Génese e formação da Cidade Portuguesa. (Tese de Mestrado) Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, ISCTE, Lisboa, PT, 2002.

MORAES, F. Borges de. A rede urbana das Minas coloniais: na urdidura do tempo e do espaço. (Tese de Doutorado) Universidade de São Paulo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, São Paulo, SP, Brasil, 2006.

PANERAI, P. Análise Urbana / Philippe Panerai; tradução de Francisco Leitão; revisão técnica de Sylvia Ficher. – Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1 reimpressão, 2014.

PESSOTTI, L. RIBEIRO, N. Pôrto. A construção da cidade portuguesa na América. Rio de Janeiro: PoD, 2011.

SALGADO, Ivone. PEREIRA, R. Baesso. A formação da rede urbana como estratégia de definição da fronteira entre as Capitanias de Minas Gerais e de São Paulo na segunda metade do século XVIII. Labor & Engenho, Campinas, SP, Brasil, v.11, n.3, p.218-241, jul./set. 2017.

SOARES, J. Magalhães, MORAES, F. Borges. Contribuições para o estudo do fenômeno urbano nos momentos iniciais de sua formação. Revista de pesquisa em arquitetura e urbanismo, programa de pós graduação do instituto de arquitetura e urbanismo IAU-USP.

SOARES, Josarlete Magalhães. Das Minas às Gerais: um estudo sobre as origens do processo de formação da rede urbana da Zona da Mata mineira. (Dissertação de Mestrado) Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Belo Horizonte, BH, Brasil, 2009.

TEIXEIRA, Manuel C. A forma da cidade de origem portuguesa. São Paulo: Editora Unesp: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2012.

Publicado
2018-07-14
Como Citar
Almeida, C. F. de, & Pereira, R. B. (2018). A rede urbana no oeste do rio sapucaí - Cabo Verde: arraial, freguesia e vila. URBANA: Revista Eletrônica Do Centro Interdisciplinar De Estudos Sobre a Cidade, 10(1), 131-159. https://doi.org/10.20396/urbana.v10i1.8651121