Musicalização na educação infantil

Débora Alves de Oliveira

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre a musicalização na educação infantil, considerando a importância da música como parte da cultura e, portanto, como conhecimento a ser trabalhado no contexto da educação infantil. Para tanto, além da pesquisa bibliográfica, foi realizado um estágio numa escola de educação infantil da rede privada de Campinas durante 8 meses, no qual foi feito um acompanhamento direto das aulas de música desenvolvidas por uma professora "especialista", com turmas de 0 a 6 anos de idade. Inicialmente, no primeiro capítulo, "O que é musicalizar?", discuto o conceito de musicalização procurando relacioná-lo com o contexto escolar. Em seguida, no segundo capítulo, "O processo de musicalização", reflito sobre as possibilidades de trabalho para o desenvolvimento das aulas de música na educação infantil. No terceiro capítulo, "Vivência no estágio", relato as experiências vividas nas aulas de música, procurando mostrar exemplos das atividades desenvolvidas. Por fim, as "Considerações finais", concluo este estudo enfatizando a importância do desenvolvimento de trabalhos em parceria no processo de musicalização na educação infantil. 


Palavras-chave


Musicalização na educação. Educação infantil. Processo de musicalização.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, M. J. de. Imagens e sons: a nova cultura oral. 2.ed. São Paulo: Cortez, 2001.

AYOUB, E. Brincando com o ritmo na educação física. Revista Presença Pedagógica. Belo Horizonte, v. 6, n. 34, p. 49-57, jul./ago. 2000.

AYOUB, E. Reflexões sobre a educação física na educação infantil. Revista Paulista de Educação Física, São Paulo, supl.4, .p.53-60, 2001.

JEANDOT, Nicole. Explorando o universo da música. 2.ed. São Paulo: Scipione, 1993.

MAHLE, M. A. Iniciação Musical. Piracicaba: Irmãos Vitale, 1969.

MARZULLO, E. Musicalização nas escolas: livro do professor. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

NASCIMENTO, M. E. P. do. Os profissionais da educação infantil e a nova lei de diretrizes e bases da educação nacional. In FARIA, Ana Lúcia Goulart de (Org.). Educação infantil pós-LDB: rumos e desafios. 2.ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2000, p. 99-112.

PEIXOTO, Valéria Ribeiro. Carta aos regentes corais. In FUNARTE (Org.). Educação musical: textos de apoio. 1988, p. 43-44.

PEREIRA, Nayde J. de. Alencar Sá. Bandinha rítmica: organização e prática. São Paulo: Ricordi, 1978.

PINTO, Priscila Graner Silva. Musicalização escolar: vivenciando a música erudita. Campinas, 1998. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, 1998.

PROCHER, Louis. Educação artística: luxo ou necessidade? São Paulo: Summus, 1982.

TACUCHIAN, Ricardo. A música na educação como processo. In PEREIRA, Maria de Lourdes Mader (Orga.). A arte como processo na educação. Rio de Janeiro: Funarte, 1981.

SILVA, Leda Maria Giuffrida. A expressão musical para crianças de pré-escola. Revista Idéias. São Paulo: n. 10, p. 88-96, 1992.

SNYDERS, Georges. A escola pode ensinar as alegrias da música? 2.ed. São Paulo: Cortez, 1994.




DOI: http://dx.doi.org/10.20396/etd.v3i1.683

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 ETD - Educação Temática Digital

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

(c) ETD - Educ. Temat. Digit., Campinas (SP) - ISSN 1676-2592.