O não dito ou além do que é dito diretamente: processos sensoriais e afetivos na recepção do espetáculo no método BPI

Autores

  • Larissa Turtelli Universidade Estadual de Campinas
  • Graziela Rodrigues Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/conce.v3i2.8647685

Palavras-chave:

Bailarino-Pesquisador-Intérprete (BPI). Recepção. Dança.

Resumo

O artigo procura explicitar aspectos dos processos de recepção do espetáculo no método BPI, levando em consideração a perspectiva sistêmica de abordagem do movimento adotada pelo método. São levantados tópicos referentes às memórias, sensações, emoções e micro-movimentos mobilizados na percepção do movimento do outro. São destacadas a abertura consciente das emoções e a postura pró-ativa do intérprete no método BPI em relação a estabelecer um contato afetivo com o espectador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Turtelli, Universidade Estadual de Campinas

Artista e pesquisadora da Dança. Doutora em Artes. Professora Doutora da Universidade Estadual de Campinas UNICAMP, Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena.

Graziela Rodrigues, Universidade Estadual de Campinas

Artista e pesquisadora da Dança. Criadora do método Bailarino- Pesquisador-Intérprete (BPI). Psicóloga. Doutora em Artes. Professora MA III H da Universidade Estadual de Campinas UNICAMP, Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena.

Referências

AZEVEDO, S.M. O papel do corpo no corpo do ator. São Paulo: Perspectiva, 2004. (Coleção Estudos; 184).

CUNHA, M.G.G.; CRIVELLARI, H. Caminhando com a psicoterapia integrativa. Belo Horizonte: Cultura (impressão gráfica), 1996.

DAMÁSIO, A. O mistério da consciência: do corpo e das emoções ao conhecimento de si. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

DESGRANGES, Flávio. Teatralidade tátil: alterações no ato do espectador. Sala Preta, Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, São Paulo, n.08, 11-19, 2008.

GARAUDY, R. Dançar a vida. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

GAUTHIER, J. O que é pesquisar – entre Deleuze-Guatarri e o candomblé, pensando mito, ciência, arte e culturas de resistência. Educação & Sociedade. v.20, no69, p.13-33, 1999.

HODES, S. Dance and essence: reflections on morality and education. Arts education policy review, [S.l.], v.97, n.2, 2-13, 1995.

KONER, P. Elements of performance: a guide for performers in dance, theatre and opera. Amsterdam: Harwood Academic Publischers, 1993.

LABAN, R. Domínio do movimento. São Paulo: Summus, 1978.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1994. (Coleção Tópicos).

PAVIS, Patrice. Dicionário de Teatro. São Paulo: Perspectiva, 2007. (Tradução J. Guinsburg e Maria Lúcia Pereira. 3a edição).

PRUZINSKY, T. Somatopsychic approaches to psychotherapy and personal growth. In: CASH, T.F.; PRUZINSKY, T. (Eds.). Body images: development, deviance, and change. New York: The Guilford Press, 1990. p.296-315.

REED, C.L.; FARAH, M.J. The psychological reality of the body schema: a test with normal participants. J. exp. psychol. hum. percept. perform., [S.l.], v.21, n.2, 334-43, 1995.

RODRIGUES, G. Bailarino-Pesquisador-Intérprete: processo de formação. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

RODRIGUES, G.E.F. O Método BPI (Bailarino-Pesquisador-Intérprete) e o desenvolvimento da imagem corporal: reflexões que consideram o discurso de bailarinas que vivenciaram um processo criativo baseado neste método. 2003. 171p. Tese (Doutorado em Artes) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2003.

SCHILDER, P. A Imagem do Corpo: as energias construtivas da psique. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

STINSON, S. W. Body of Knowledge. Educational-Theory, University of Illinois,[S.l.], v.45, n.1, 43-54, 1995.

VIANNA, K. A dança. São Paulo: Siciliano, 1990.

Downloads

Publicado

2014-12-29

Como Citar

Turtelli, L., & Rodrigues, G. (2014). O não dito ou além do que é dito diretamente: processos sensoriais e afetivos na recepção do espetáculo no método BPI. Conceição/Conception, 3(2), 42–51. https://doi.org/10.20396/conce.v3i2.8647685

Edição

Seção

Artigos Temáticos