Para quem você dança?

Palavras-chave: Bailarino-Pesquisador-Intérprete, Processo criativo, Recepção

Resumo

O presente artigo tem como objetivo discutir a criação de uma obra de dança e a análise de sua recepção considerando o contexto e as espectadoras para as quais a mesma foi criada e apresentada: mulheres quebradeiras de coco babaçu e baiadoras de Terecô. O método de pesquisa e criação em dança, Bailarino-Pesquisador-Intérprete (BPI), foi utilizado na pesquisa e criação que deu origem aos dados em discussão. No percurso aqui descrito e discutido, procura-se evidenciar o aprofundamento propiciado pelo deslocamento de locais tidos como normativos para a criação e apresentação de obras coreográficas, para topologias tidas como outras, tais como comunidades e terreiros de Terecô ao norte do Estado do Tocantins.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nara Cálipo, Universidade Estadual de Campinas

Doutorado em Artes da Cena pela Unicamp. Professora colaboradora da Universidade Estadual do Paraná (Unespar).

 
Graziela Estela Fonseca Rodrigues, Universidade Estadual de Campinas

Artista e pesquisadora da Dança. Docente do Departamento de Artes Corporais e do Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Referências

BUTLER, Judith. Relatar a si mesmo. Crítica da violência ética. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

CÁLIPO, N. M. Para quem você dança? A criação e a recepção da dança no método Bailarino-Pesquisador-Intérprete: Uma experiência com as mulheres quebradeiras de coco babaçu e com o Terecô. 2016. 195 p. Tese (Doutorado em Artes da Cena), Universidade Estadual de Campinas, Campinas, São Paulo, 2016. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/bitstream/REPOSIP/320851/1/Calipo_Nara1987-_D.pdf

CÁLIPO, Nara M. Coabitares no corpo da bailarina-pesquisadora-intérprete: as mulheres quebradeiras de coco babaçu e seu terecô. 129 p. Dissertação (Mestrado em Artes da Cena) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2012. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284571

CHAUI, M. Convite à Filosofia. São Paulo: Atica. 2000.

COSTA, E. M. Dançar para a Fonte Xavante: uma experiência do bailarino- pesquisador-intérprete de retorno à Terra Indígena de Pimentel Barbosa. 179 p. Dissertação (Mestrado em Artes da Cena) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2012.

DESGRANGES, F. Teatralidade tátil: alterações no ato do espectador. Sala Preta - Revista de Artes Cênicas do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, n. 8, p. 11-20, 2008. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/salapreta/article/view/57346/60328

MELCHERT, A. C. O desate criativo: estruturação da personagem a partir do Método BPI (Bailarino-Pesquisador-Intérprete). 2007. 158p. Dissertação (Mestrado em Artes) - Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2007. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/285036

OLIVEIRA, I. M. G. As relações entre os programadores e espectadores de dança na cidade de São Paulo: O caso do TD - Teatro de Dança. 2011. 658 p. Tese (Doutorado em Artes) - Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, São Paulo, 2011. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/284346

PAVIS, P. A análise dos Espetáculos. São Paulo: Perspectiva, 2003.

RODRIGUES, G E. F. O Método BPI (Bailarino- Pesquisador-Intérprete) e o desenvolvimento da imagem corporal: reflexões que consideram o discurso de bailarinas que vivenciaram um processo criativo baseado neste método. 2003. 171p. Tese (Doutorado em Artes). Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2003. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/284769/1/Rodrigues_Graziela_D.pdf

TEIXEIRA . P. C. O Santo que dança: uma vivência corporal a partir do eixo co-habitar

com a fonte do Método Bailarino-Pesquisador-Intérprete (BPI). 2007. 195p. Dissertação

(Mestrado em Artes) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2007.http://repositorio.unicamp.br/jspui/bitstream/REPOSIP/285026/1Teixeira_PaulaCaruso_M.pdf

TURTELLI, L; RODRIGUES , G. O não dito ou além do que é dito diretamente: processos sensoriais e afetivos na recepção do espetáculo no método BPI. Conceição|Conception, Campinas,3(2), 42-51. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conce/article/view/8647685/14564

Publicado
2019-12-16
Como Citar
Cálipo, N., & Estela Fonseca Rodrigues, G. (2019). Para quem você dança?. Conceição/Conception, 8(2). https://doi.org/10.20396/conce.v8i2.8656488