Banner Portal
Repetição e espontaneidade
PDF

Palavras-chave

Pedagogia
Repetição
Espontaneidade

Como Citar

BARROSO, Tomaz. Repetição e espontaneidade: um diálogo entre Sanford Meisner e Keith Johnstone. Conceição/Conception, Campinas, SP, v. 11, n. 00, p. e022004, 2022. DOI: 10.20396/conce.v11i00.8668827. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conce/article/view/8668827. Acesso em: 26 maio. 2024.

Resumo

O presente artigo possui como tema o diálogo entre as pedagogias dos professores Sanford Meisner e Keith Johnstone. Pretende-se demonstrar como o conceito e a aplicação prática da repetição, tal como trabalhada pelo primeiro, pode ser um meio de promover a espontaneidade, na acepção do segundo. Essa proposta é baseada nas obras On Acting, de Meisner, e Impro - Improvisation and the Theatre, de Johnstone, bem como em outras fontes bibliográficas que servirão como suporte.

https://doi.org/10.20396/conce.v11i00.8668827
PDF

Referências

DUDECK, Theresa Robbins. Keith Johnstone: A Critical Biography. 1 Ed. Londres: Bloomsbury Methuen Drama, 2013.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir. 42 Ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2014.

JOHNSTONE, Keith. Impro: Improvisation and the Theatre. 1 Ed. Abingdon: Routledge, 1987.

MUNIZ, Mariana de Lima e. Improvisação como Espetáculo – Processo de Criação e Metodologias de Treinamento do Ator-Improvisador. 1 Ed. Minas Gerais: UFMG, 2015.

MEISNER, Sanford; LONGWELL, Dennis. On Acting. 1 Ed. Nova Iorque: Vintage Books, 1987.

SPOLIN, Viola. Improvisação para o Teatro. 6 Ed. São Paulo: Perspectiva, 2015.

VÁSSINA, Elena; LABAKI, Aimar. Stanislavski: Vida, Obra e Sistema. 1 Ed. Rio de Janeiro: Funarte, 2015.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Tomaz Barroso

Downloads

Não há dados estatísticos.