Tradução e adaptação linguística e cultural para a língua portuguesa do “a questionnaire for student teachers”

"A QUESTIONNAIRE FOR STUDENT TEACHERS"

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v13i1.2147

Palavras-chave:

Questionário, Tradução e adaptação linguística e cultural, Percepções, Estudante-Estagiário, Formação professores

Resumo

O presente estudo representa o primeiro passo da tradução e adaptação linguística e cultural, para a língua portuguesa, do questionário desenvolvido originalmente por Gilat, Kupferberg e Sagee11 e adaptado por Ezer, Gilat e Sagee,12 que visa aceder às perceções do estudante-estagiário sobre a formação e a profissão. Para o processo foram seguidos os princípios definidos por Geisinger15 de equivalência funcional, bem como a tradução literal, desembocando numa constante avaliação das equivalências concetuais linguísticas. Para dar resposta à aferição processo de equivalências, seguiu-se a proposta metodológica de Vallerand18 de sete etapas, sendo que este estudo se reporta às quatro primeiras: (i) construção de uma versão preliminar; (ii) avaliação e modificação da versão preliminar; (iii) avaliação da clareza das perguntas por membros da população através de um pré-teste; (iv) avaliação da validade do conteúdo do questionário. O processo de adaptação do instrumento foi alcançado com sucesso, pelo que, para que este instrumento possa ser utilizado no contexto da língua portuguesa, dever-se-á dar continuidade ao processo, procedendo-se à avaliação das equivalências psicométricas (fiabilidade e validade funcional).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Sousa, Universidade do Porto

Pedagogia do Desporto Estágios Profissionais. CIFI2D - Faculdade de Desporto - Universidade do Porto

Mariana Cunha, Universidade do Porto

Pedagogia do Desporto Estágios Profissionais. CIFI2D - Faculdade de Desporto - Universidade do Porto

Paula Batista, Universidade do Porto

Pedagogia do Desporto Estágios Profissionais. CIFI2D - Faculdade de Desporto - Universidade do Porto

Referências

LIMA, J. Redes na educação: questões políticas e conceptuais. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 20, n. 2, p. 151-181, jun. 2007.

DYMOKE, S.; HARRISON, J. K. Professional development and the beginning teacher: issues of teacher autonomy and institutional conformity in the performance review Process. Journal of Education for Teaching: international research and pedagogy, London, v. 32, n. 1, p. 71-92, feb. 2006.

MEIJER, P.; DE GRAAF, G.; MEIRINK, J. Key experiences in student teachers' development. Teachers and Teaching: theory and practice, London, v.17, n. 1, p. 115-129, dez. 2011.

DOTGER, B.; SMITH, M. "Where's the line?"-negotiating simulated experiences to define teacher identity. New Educator, London, v. 5, n. 2, p. 161-180, july 2009.

SUTHERLAND, L.; HOWARD, S.; MARKAUSKAITE, L. Professional identity creation: Examining the development of beginning preservice teachers' understanding of their work as teachers. Teaching and Teacher Education, v. 26, n. 3, p. 455-465, june 2010.

PORTUGAL. Decreto-Lei no 43/2007 de 22 de Fevereiro. Aprova o regime jurídico da habilitação profissional para a docência na educação pré-escolar e nos ensinos básico e secundário. Diário da República Portuguesa, Lisboa, 1a série, n. 38, p. 1320-1328, 22 fev. 2007.

VEIGA, A.; AMARAL, A. Uma interpretação do olhar da história sobre Bolonha. História: revista da FLUP, Porto, v. 1, p. 29-40, 2011.

DECLARAÇÃO DE BOLONHA. The Bologna Declaration of 19 June 1999. Bolonha, jun. 1999. Disponível em http://www.ehea.info/Uploads/Declarations/BOLOGNA_DECLARATION1.pdf. Acesso em: 11 dez. 2013.

DAY, C.; FLORES, M.; VIANA, I. Effects of national policies on teachers’ sense of professionalism: findings from an empirical study in Portugal and in England. European Journal of Teacher Education, London, v. 30, n. 3, p. 249-265, ago. 2007

CAZALES, Z. Construcción de una identidad profesional. los pedagogos de la Universidad Nacional Autónoma de México y de la Universidad Veracruzana. Revista Mexicana de Investigación Educativa, Ciudad de Mexico, v. 13, n. 36, p. 143-171, mar. 2008.

GILAT, I.; KUPFERBERG, I.; SAGEE, R. Cholelut azmit utfisot mikzoa ha’oraah bekerev studentiyot lehoraah: Nekudot mabat kamutit ve’eichutit [Self-efficacy and perception of the teaching profession of student teachers in training: A quantitative and qualitative perspective]. Mahalakhim Lehinukh: lehevra uletarbut, Israel, v. 35, n. 8. 2006.

EZER, H.; GILAT, I.; SAGEE, R. Perception of teacher education and professional identity among novice teachers. European Journal of Teacher Education, London. 33, n. 4, p. 391-404. out. 2010.

LIKERT, R. A Technique for the measurement of attitudes. New York: Archives of Psychology, 1932.

ALMEIDA, L.; FREIRE, T. Metodologia de investigação em psicologia e educação. Braga: Psiquilíbrios, 2000.

GEISINGER, F. Cross-Cultural Normative Assessment: Translation and Adaption Issues Influencing the Normative Interpretation of Assessment Instruments. Psycological Assessment, Washington, v. 6, n. 4, p. 304-312, dez. 1994.

VILELA, M.; BARROS, V. Técnicas de tradução de inglês: traduzir = comunicar. Porto: Porto Editora. 2000.

HILL, M.; HILL, A. Investigação por questionário. 2. ed. Lisboa: Sílabo, 2005.

VALLERAND, R. Vers une méthodologie de validation transculturelle de questionnaires psychologies: implications pour la recherche en langue française. Canadian Psychology/Psychologie Canadienne, Montréal v. 30, n. 4, p. 662-680, out.1989.

MCINTYRE, T. et al. The generalizability of aggressiveness and assertiveness factors: A cross-cultural analysis. Personality and Individual Differences, Oxford, v. 10, n. 4, p. 385-389, abr. 1989.

MAIA, J.; ALMEIDA, P.; FONTOURA, J. Adaptação portuguesa da Escala de Auto-Conceito Físico (PSDQ): um estudo de análise factorial confirmatória. In: ALMEIDA, L. et al. Avaliação psicológica: formas e contextos. Braga: APPORT, 1996. p. 443-449. v. 4.

Downloads

Publicado

2015-03-31

Como Citar

Sousa, T., Cunha, M., & Batista, P. (2015). Tradução e adaptação linguística e cultural para a língua portuguesa do “a questionnaire for student teachers”: "A QUESTIONNAIRE FOR STUDENT TEACHERS" . Conexões, 13(1), 20–35. https://doi.org/10.20396/conex.v13i1.2147

Edição

Seção

Artigo Original