A disciplina educação física adaptada nos cursos de graduação no RIO DE JANEIRO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v12i2.2165

Palavras-chave:

Educação Física adaptada, Pessoa com deficiência, Instituição de ensino superior

Resumo

O objetivo deste artigo é diagnosticar a formação, nas IES particulares do município do Rio de Janeiro, dos novos profissionais que poderão intervir no esporte adaptado. Utilizamos um questionário adaptado de Silva (2005). Apontamos que os professores da disciplina EFA possuem experiência e formação profissional no esporte adaptado, entretanto faltam aulas com atividades “práticas” de intervenção; não existem atividades de extensão e parcerias das IES com qualquer instituição ligada as PCD. A análise das bibliografias utilizada pelas IES revela que estas atendem as novas demandas da área. Estes dados indicam por um lado que os professores pesquisados estão buscando uma adaptação de seus conteúdos as novas demandas da sociedade, mas alguns entraves institucionais ainda precisam ser superados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Luz Moura, Universidade Federal do Vale de São Francisco

Doutor em Educação física (UGF) Universidade Federal do Vale de São Francisco (UNIVASF).

Alexandre Jackson Chan-Vianna, Universidade de Brasília

Doutor em Educação Física (UGF).

Marcelo Moreira Antunes, Universidade Estadual de Campinas

Mestrado em Biotecnologia pela Universidade Federal de Pelotas, Brasil (2015). Estagiário do B&M - Bracht & Mendonça Consultoria Agropecuária, Cascavel (PR), Brasil. Doutor em Educação Física (Unicamp).

José Julio Gavião de Almeida, Universidade Estadual de Campinas

Orientador de Mestrado | Orientador de Doutorado Doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas, Brasil (1995). Consultor para apreciação de projetos do Financiadora de Estudos e Projetos, Brasil.

Referências

GHIRALDELLI JUNIOR, P. A Educação física progressista: a pedagogia critico-social dos conteúdos e a Educação Física brasileira. São Paulo: Loyola, 1988.

LOVISOLO. H. A arte da mediação. Rio de Janeiro: Sprint, 1995.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

SILVA, R. F. A ação do professor de ensino superior na Educação Física adaptada: construção mediada pelos aspectos dos contextos históricos, políticos e sociais. 2005. 158 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

DUARTE, E. A formação do profissional em atividade motora adaptada. In: MENDES, E. G.; ALMEIDA, M. A.; WILLIAMS, L. C. A. (Org.). Temas em educação especial: avanços recentes. São Carlos: Ed. da UFSCar, 2004. p. 339-342.

NUNES, L. R. O. P.; FERREIRA, J. R.; MENDES, E. G. A produção discente da pós-graduação em educação e psicologia sobre o indivíduo com necessidades educacionais especiais. In: MENDES, E. G.; ALMEIDA, M. A.; WILLIAMS, L. C. A. (Org.). Temas em educação especial: avanços recentes. São Carlos: Ed. da UFSCAR, 2004. p.131-142.

Downloads

Publicado

2014-07-11

Como Citar

Moura, D. L., Chan-Vianna, A. J., Antunes, M. M., & Almeida, J. J. G. de. (2014). A disciplina educação física adaptada nos cursos de graduação no RIO DE JANEIRO. Conexões, 12(2), 1–12. https://doi.org/10.20396/conex.v12i2.2165

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)