Vivenciando ginástica

analisando as preferências gímnicas na disciplina ginástica geral do curso de educação física da Universidade Federal do Ceará

Autores

  • Ana Patricia Freires Caetano Universidade Federal do Ceará
  • Aline Menezes Dodó Universidade Federal do Ceará
  • Renêe de Caldas Honorato Universidade Federal do Rio Grande do Norte https://orcid.org/0000-0002-5396-1302
  • Lorena Nabanete dos Reis Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v13iEsp..8637584

Palavras-chave:

Preferências gímnicas, Ginástica na graduação, Motivação

Resumo

O objetivo deste estudo foi identificar as manifestações e/ou elementos gímnicos de maior preferência dentre os conteúdos estudados na disciplina Ginástica Geral do curso de educação física na opinião de alunos do curso de licenciatura participantes da disciplina. A Universidade Federal do Ceará- UFC, através do Curso de Educação Física trabalha os diversos tipos de ginásticas na disciplina Ginástica Geral que segundo a ementa tem por objetivo formar o profissional de Educação Física para que este se torne habilitado a ensinar as atividades gímnicas básicas, sendo trabalhadas na disciplina a ginástica artística (GA), ginástica rítmica (GR), ginástica de trampolim (GT), ginástica acrobática (GACRO) e ginástica geral (GG), assim como os elementos corporais que são comuns as ginásticas, de forma geral. Realizou-se uma entrevista semiestruturada com 30 alunos que cursaram a disciplina. Os dados foram analisados a partir da análise de conteúdo, proposta por Bardin (2004). Os resultados encontrados mostraram que a manifestação gímnica de maior preferência foi a GR (33,3%), seguida da GG (26,7%), sendo os principais fatores apontados para tal preferência a identificação com as características da manifestação (56,7%) e maior contato com a manifestação (23,3%).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Patricia Freires Caetano, Universidade Federal do Ceará

Possui graduação em educação física-bacharelado pela Universidade Federal do Ceará(2012). 

Aline Menezes Dodó, Universidade Federal do Ceará

Docente na Faculdade Ateneu. Mestre em Educação, linha Avaliação Educacional, eixo Avaliação Institucional, na Universidade Federal do Ceará. Especialista em Ginástica Rítmica pela Universidade Norte do Paraná. Graduada em Educação Física pela Universidade Federal do Ceará. 

Renêe de Caldas Honorato, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Graduado em Educação Física (bacharelado) pela Universidade Federal do Ceará. Especialista em Fisiologia Clínica do Exercício pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Mestrando em Educação Física no Programa de pós-graduação em Educação Física da UFRN.

Lorena Nabanete dos Reis, Universidade Federal do Ceará

Possui Mestrado em Educação Física (2011) pelo programa associado UEM/UEL, na linha de Formação e Intervenção em Educação Física, Especialização em Ginástica Rítmica pela Universidade Norte do Paraná (2006), graduação em Educação Física pela Universidade Estadual de Maringá (2004).

Referências

SOUZA, E. P. M. Ginástica geral: uma área do conhecimento da Educação Física. 1997. 163 f. Tese (Doutorado) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1997.

FIORIN, C. M. A ginástica em Campinas: suas formas de expressão da década de 20 a década de 70. 2002. 173 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, São Paulo, 2002.

NUNOMURA, M.; NISTA-PICCOLO, V. L. Compreendendo a ginástica artística. São Paulo: Phorte, 2008.

BERTOLDI, R. Variáveis psicológicas que interferem no desempenho esportivo. 2006. Disponível em: http://www.futsalbrasil.com.br/artigos. Acesso em: 28 jun. 2011.

LOPES, P.; NUNOMURA, M. Motivação para prática e permanência na ginástica artística de alto nível. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 21, n. 3, p.177-87, jul./set. 2007. Disponível em: http://www.revistasusp.sibi.usp.br/scielo. Acesso em: 28 jun. 2011.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (UFC). Projeto Político-Pedagógico do curso de Educação Física: o percurso rumo a uma formação profissional rumo a uma formação profissional integrada. UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (UFC). Projeto Pedagógico de Curso: Graduação em Pedagogia, Educação Musical e Educação Física da Faculdade de Educação. Fortaleza, 2007. cap. 2, p. 33- 61.

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GINÁSTICA (CBG). Regulamento técnico: 2006, ginástica geral. Curitiba, 2006.

FIGUEIREDO, J. F. A disciplina de ginástica artística na formação do licenciado em educação física sob a perspectivas de docentes universitários. 2009. 139 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Motricidade) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, Rio Claro, 2009.

COLLAÇO, J. T. D.; SILVA, E. C.; FERNANDES, L. L. Ginástica rítmica: modalidade esportiva desenvolvida pela Escola Infantil de Esportes da Universidade Federal de Santa Catarina. Santa Catarina. In: CONGRESSO NACIONAL DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 2., 2004, Belo Horizonte. Anais eletrônicos... Belo Horizonte, 2004.

CARBINATTO, M. V.; WINTERTEIN, M. P.; ALASMAR, M. L. Compreendendo a ginástica acrobática: características históricas e técnicas da modalidade. out. 2008. Motricidade online. Disponível em: http://www.motricidade.com/index.php/inv/53-rendimento/279-compreendendo-a-ginastica-acrobatica.html. Acesso em: 16 fev. 2015.

MERIDA, F.; MASSAGARDI, F. P. Proposta de um planejamento de aulas para o ensino dos saltos básicos do trampolim acrobático. 2002. 68 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdades Integradas de Santo André, Santo André, São Paulo, 2002.

STANQUEVISCH, P. Possibilidades do corpo na ginástica geral a partir do discurso dos envolvidos. 2004. 106 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2004.

BENCK, R. T. Retreinamento das atribuições de sucesso e fracasso no esporte: uma proposta de intervenção pedagógica. 2006. 180 f. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Universidade de Brasília, Brasília, 2006.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2004.

BARBOSA, E. F. Instrumentos de coleta de dados em pesquisa. Belo Horizonte: CEFET-MG, 1999.

BARBOSA-RINALDI, I. P; MARTINELI, T. A. P; TEIXEIRA, R. T. S. Ginástica rítmica: história, características, elementos corporais e música. Maringá: Ed. da UEM, 2009.

CHAPARIM, F. C. A. S.; PAOLIELLO, E. Significados da ginástica geral na proposta do Grupo Ginástico Unicamp para adolescentes em situação de risco. In: FÓRUM INTERNACIONAL DE GINÁSTICA GERAL, 2., 2003, Campinas. Anais eletrônicos... Campinas, 2003.

GLOMB, M. A. P.; LOPES, V. A.F. A aplicação da ginástica acrobática nas aulas de ginástica geral. In: III Fórum Internacional de Ginástica Geral, 3., 2005, Campinas. Anais eletrônicos... Campinas, 2005.

KOREN, S. B. R.; BUSINARI, T. A. B. A ginástica artística no contexto da ginástica geral aplicada na escola como fator relevante no crescimento e desenvolvimento da criança. In: FÓRUM INTERNACIONAL DE GINÁSTICA GERAL, 2., 2003, Campinas. Anais eletrônicos... Campinas, 2003.

Downloads

Publicado

2015-05-12

Como Citar

Caetano, A. P. F., Dodó, A. M., Honorato, R. de C., & Reis, L. N. dos. (2015). Vivenciando ginástica: analisando as preferências gímnicas na disciplina ginástica geral do curso de educação física da Universidade Federal do Ceará. Conexões, 13(Esp.), 197–210. https://doi.org/10.20396/conex.v13iEsp.8637584

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)