Banner Portal
Itinerários no Pibid e na RP
capa 2023 com foto das primeiras edições da revista impressas
PDF

Palavras-chave

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência
Professores - Formação
Escolas urbanas
Escolas rurais
Residência pedagógica

Como Citar

OLIVEIRA, Tiago Henrique de; NIQUINI, Cláudia Mara; CORDEIRO, Leandro Batista. Itinerários no Pibid e na RP: entre escolas urbanas e rurais. Conexões, Campinas, SP, v. 21, n. 00, p. e023015, 2023. DOI: 10.20396/conex.v21i00.8674017. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8674017. Acesso em: 18 jun. 2024.

Resumo

Objetivo: O presente artigo buscou compreender, a partir de egressos do curso de Educação Física (EF) de uma universidade mineira, os impactos do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) e da Residência Pedagógica (RP) na formação inicial de licenciados em EFe as experiências vivenciadas em escolas urbanas e rurais. Metodologia: Utilizando uma abordagem qualitativa, este estudo de caso envolveu aplicação de questionário e realização de entrevistas semiestruturadas para coletar informações. Resultados e discussão: Entre distintos aspectos, destacando que os pesquisados estiveram, no mínimo, por seis meses em cada programa, registramos pontos importantes sobre ambos, dando destaque às experiências do Pibid, no início da licenciatura, em escolas urbanas e seus cotidianos; e, sobretudo, na RP, ocorrido em escola rural, sendo possível viver os desafios da instituição, com sua frágil estrutura, o deslocamento custoso dos docentes à escola e a vulnerabilidade social dos escolares. Entre as diferentes falas e experiências, constatamos que adentrar nos dois ambientes, urbano e rural, possibilitou a compreensão de escolas no plural, em acordo com o ambiente e suas características, sendo única cada escola, com suas particularidades, desafios e potências. Conclusão: Por fim, ressaltamos a importância da imersão dos cursos de graduação na zona rural, não somente através dos programas, mas, em projetos, estágios e nos processos formativos de professores.

https://doi.org/10.20396/conex.v21i00.8674017
PDF

Referências

BARBOSA, Marinalva Vieira; FERNANDES, Natália Morato. Políticas públicas para formação de professores e seus impactos na educação básica. Em aberto, Brasília, v. 30, n. 98, p. 15-20, jan./abr. 2017. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/emaberto/article/view/3181/2916. Acesso em: 22 jun. 2023.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, LDA, 2009.

GATTI, Bernardete; ANDRÉ, Marli; GIMENES, Nelson; FERRAGUT, Laurizete. L. Um estudo avaliativo do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à docência (Pibid). São Paulo: FCC/SEP, 2014.

CAPES. Pibid - Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, 2008. Disponivel em: https://www.capes.gov.br/educacao-basica/CapesPibid. Acesso em: 22 jun. 2023.

CAPES. Programa de Residência Pedagógica. 2018. Disponivel em: https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/acoes-e-programas/educacao-basica/programa-residencia-pedagogica. Acesso em: 22 jun. 2023.

COSTA, Claudiane de Cassia;ANDRADE, Maria de Fátima Ramos. Formação Docente e Políticas Públicas: Uma Visão Histórica. Revista Ciências Humanas, Taubaté, v. 9, n. 1, p. 48-61, junho 2016. Disponível em: https://www.rchunitau.com.br/index.php/rch/article/view/311/184. Acesso em: 22 jun. 2023.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

ANDRÉ, Marli. O que é um estudo de caso qualitativo em educação? Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade. Salvador, v. 22, n. 40, p. 95-103, jul./dez. 2013. Disponível em: https://www.nelsonreyes.com.br/Marli%20Andr%C3%A9.pdf. Acesso em: 22 jun. 2023.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Aprendizagem da docência: professores formadores. Revista E-Curriculum, São Paulo, v. 1, n. 1, dez- jul. 2005-2006. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/3106/2046. Acesso em: 22 jun. 2023.

MONTANDON, Maria Isabel. Políticas públicas para a formação de professores no Brasil: os programas PIBID e Prodocência. Revista da ABEM, Londrina, v. 20, n. 28, p. 47-60, 2012. Disponível em: https://revistaabem.abem.mus.br/revistaabem/article/view/103/86. Acesso em: 22 jun. 2023.

NÓVOA, Antonio. Os professores e sua Formação. Lisboa: Dom Quixote, 1995.

PEREIRA, Fabiola Andrade; PINHO, Maria José; PINHO, Edna Maria da Cruz. A década da educação e as políticas de formação de professores: um convite à reflexão. Revista Tema em Educação, João Pessoa, v. 23, n. 1, p. 104-115, jan/jun. 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rteo/article/view/18786/11420. Acesso em: 22 jun. 2023.

ROSA, Acassia dos Anjos Santos; MATOS, Doris Cristina Vicente da Silva. Pibib e Rp: um olhar de professores de espanhol em formação na UFS. Revista do GELNE, Natal, v. 22, n. 2, p. 26-38, 2020. Disponível em: https://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/53429/1/2020_art_aasrosa.pdf. Acesso em: 22 jun. 2023.

ROMAGNOLLI, Camila; SOUZA, Sara Lins; MARQUES, Rodrigo Andrade. Os impactos do Pibid no processo de formação inicial de professores: experiências na parceria entre educação básica e superior. In: Seminário Internacional de Educação Superior 2014 Formação e Conhecimento. Anais... Sorocaba: UNISO. 2014. p. 1-8.

TANCREDI, Regina Maria Simões Puccinelli. Aprendizagem da docência e profissionalização: elementos de uma discussão. São Carlos: EdUFSCar, 2009.

TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e Formação Profissional. 8. ed. Petrópolis: Vozes, 2007.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Conexões

Downloads

Não há dados estatísticos.