Banner Portal
“Quem é esse negro na senzala?”
capa 2023 com foto das primeiras edições da revista impressas
PDF

Palavras-chave

Capoeira
Escola
Autoetnografia
Prática de ensino
Educação
Antirracimo

Como Citar

CECCHETTO, Jacqueline Rodrigues; MONTEIRO, Luana. “Quem é esse negro na senzala?”: por uma educação antirracista nas aulas de Capoeira. Conexões, Campinas, SP, v. 21, n. 00, p. e023037, 2024. DOI: 10.20396/conex.v21i00.8674556. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8674556. Acesso em: 23 jun. 2024.

Resumo

Objetivo: O presente trabalho busca apresentar reflexões sobre a análise da prática de uma professora de Capoeira e sua ação pedagógica em uma escola, como atividade extracurricular, a fim de desvelar o corpo-capoeira docente e suas potencialidades pedagógicas. Metodologia: O percurso metodológico teve como base a Análise da Prática, como um dispositivo de reflexão e construção de saberes, fundamentado em pressupostos da Autoetnografia. Resultados e discussão: As ações docentes foram descritas e analisadas de acordo com o roteiro reflexivo: descrever (o que faço?), informar (como faço?), confrontar (por que faço dessa maneira?) e reconstruir (como posso fazer diferente?). As brincadeiras nas aulas de Capoeira podem contribuir para a reprodução de estereótipos em torno no negro, da escravidão e da própria Capoeira enquanto arte-luta. O exercício de reflexão, impulsionado a partir das falas e expressões das crianças nas aulas de capoeira, possibilitou desvelar caminhos escolhidos na docência e saberes constitutivos da prática, de modo a recalcular a rota de aprendizagem. Considerações Finais: Torna-se imperativo ao docente que desenvolva seu trabalho de forma crítico-reflexiva, através de dispositivos de análise de prática, para contribuir para uma educação crítica e antirracista.

https://doi.org/10.20396/conex.v21i00.8674556
PDF

Referências

BOSSLE, Fabiano; NETO, Vicente Molina. No “Olho do Furacão”: uma autoetnografia em uma escola da rede municipal de ensino de Porto Alegre. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 31, n. 1, p. 131-146, set. 2009. Disponível em: http://www.oldarchive.rbceonline.org.br/index.php/RBCE/article/view/639. Acesso em: 23 ago. 2023.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil / Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/rcnei_vol1.pdf. Acesso em: 20 nov. 2023.

BRASIL. Casa Civil. Lei Federal n°. 10.639, de 9/01/2003. Estabelece a obrigatoriedade do ensino da História e Cultura Afro-brasileira no currículo da Rede de Ensino no Brasil. Brasília: Gráfica do senado, 2003. Regionais de Educação Física. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2003. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/2003/L10.639.htm. Acesso em: 23 ago. 2023.

BRASIL. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 510, de 07 de abril de 2016. Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais cujos procedimentos metodológicos envolvam a utilização de dados diretamente obtidos com os participantes ou de informações identificáveis ou que possam acarretar riscos maiores do que os existentes na vida cotidiana. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 24 maio. 2016. Seção 1, p. 44.

CASTRO JÚNIOR, Luís Vitor. Campos de Visibilidade da capoeira baiana: as festas populares, as escolas de capoeira, o cinema e a arte (1955-1985). Brasília: Ministério do Esporte, 2010.

CHIQUITO, Jacqueline Rodrigues; SILVA, Lucas Contador Dourado da; SABINO, Thércio Fábio Pontes. Capoeira no contexto escolar: análise de publicações. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Educação Física Escolar) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

CHIQUITO, Jacqueline Rodrigues; NETO, Samuel de Souza. Análise da Prática como contribuição para o desenvolvimento profissional do professor de Educação Física. In: LINHARES, Wendell Luís (Org.) A Educação Física em Foco 2. Ponta Grossa, PR: Atena Editora, 2019.

COREBA, Marquinho. Aidê Negra Africana. 1 vídeo (2min). 24 jul. 2021. Publicado pelo canal La Laue – Capoeira. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=CGkTM0j8IE0. Acesso em 14 set. 2023.

DALTRO, Mônica Ramos; FARIA, Anna Amélia de. Relato de experiência: uma narrativa científica na pós-modernidade. Estudos e Pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 19, n. 1, p. 223-237, jan./abr. 2019. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revispsi/article/view/43015. Acesso em: 20 ago. 2023.

ELLIS, Carolyn; BOCHNER, Arthur. Auto ethnography, personal narrative, reflexivity: researcher as subject. In: DENZIN, Norman; LINCOLN, Yvonna (Eds.). Handbook of Qualitative Research. Sage Publications: Califórnia, USA, 2000.

FAUSTO, Boris. História Concisa do Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, Imprensa Oficial do Estado, 2001.

FRIGERIO, Alejandro. Capoeira: de arte negra a esporte branco. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 4, n. 10, jun. 1989.

GOMES, Nilma Lino. Diversidade cultural, currículo e questão racial: desafios para a prática pedagógica. In: ABRAMOWICZ. Anete; BARBOSA, Lucia Maria de Assunção; SILVÉRIO, Valter Roberto (Orgs.) Educação como prática da diferença. Campinas, SP: Armazém do Ipê, 2006.

HUBERMAN, Michaël. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, Antônio. (Org.). Vidas de professores. Porto, Portugal: Porto, 1995. p. 31-78.

HUIZINGA, Johan. Homo Ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 2004.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL. Parecer referente ao processo 01450.002863/2006-80, no qual se solicita registro da Capoeira enquanto patrimônio cultural do Brasil. Salvador, 15 jul. 2008. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Parecer%20Capoeira.pdf. Acesso em: 20 ago. 2023.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL. Salvaguarda da Roda de Capoeira e do Ofício dos Mestres de Capoeira: apoio e fomento (Cartilha). Coordenação e organização Rívia Ryker Bandeira de Alencar. Brasília: IPHAN, 2017. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Cartilha_salvaguarda_capoeira.pdf. Acesso em 20 ago. 2023.

JESUS, Clementina de. Cangoma me chamou. 1 vídeo (3min). 20 nov. 2014. Publicado pelo canal Sete Flechas. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=fj2u64XLptw. Acesso em: 14 set. 2023.

MESTRE Barrão. Dandara. 1 vídeo (4min50). 23 maio 2018. Publicado pelo canal Marcos "Barrão" DaSilva – Tema. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=PicMWN-q6i0. Acesso em: 14 set. 2023.

MESTRE Camisa. O navio negreiro. 1 vídeo (3min). 24 ago. 2010. Publicado pelo canal Lobisomem Victor Lobisomem. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=td68lrr4k1o. Acesso em: 14 set. 2023.

MWEWA, Christian Muleka; MATOS, Patrícia Ferraz de. Formação para uma personalidade antirracista: porque o racismo não nasce com a criança. RIAEE– Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 2, p. 1150-1168, jun. 2022. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16987/13983. Acesso em 23 ago. 2023.

NOVOA, Antônio. Formação de Professores e Profissão Docente. In: NOVOA, Antônio (Coord.) Os Professores e sua Formação. Publicações Don Quixote Instituto de Inovação Educacional: Lisboa, 1997.

NOVOA, António. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cad. Pesqui. [online]. 2017, v. 47, n. 166, p. 1106-1133, out/dez. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/WYkPDBFzMzrvnbsbYjmvCbd/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 14 set. 2023.

OLIVEIRA, Edvander. Ecoou um canto forte na senzala. 1 vídeo (4min29). 13 maio 2014. Publicado pelo canal Sete Flechas. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=-8Rkq5hZ7s8. Acesso em: 14 set. 2023.

OLIVEIRA, Valeska Fortes. Formação docente e dispositivo grupal: aprendizagens e significações imaginárias no espaço biográfico. Educação, v. 34, n. 2, 2011. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/8703/6355. Acesso em: 30 jul. 2023.

ORTIZ, Heloísa. M. O professor reflexivo: (re)construindo o “ser” professor. In: CONGRESSO DE EDUCAÇÃO DO MOVIMENTO HUMANIDADE NOVA, EDUCAÇÃO A FRATERNIDADE: UM CAMINHO POSSÍVEL?, 4., 2005, Vargem Grande Paulista. Anais... Vargem Grande Paulista: Movimento Humanidade Nova, 2005. p.1-9.

PASQUA, Lívia de Paula Machado. O floreio na Capoeira. 2011. 169f. Dissertação (Mestrado em Educação Física)- Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011. Disponível em: https://doi.org/10.47749/T/UNICAMP.2011.842367. Acesso em: 23 ago. 2023.

RAU, Maria Cristina Trois Dorneles. Educação Infantil: práticas pedagógicas de ensino e aprendizagem. Curitiba: Intersaberes, 2012.

ROCHA, Leandro Oliveira; ARAÚJO, Samuel Nascimento de; BOSSLE, Fabiano. Autoetnografia, ciências sociais e formação crítica: uma revisão da produção científica da Educação Física. Revista Internacional de Formação de Professores, v. 3, n. 4, p. 168-185, out./dez. 2018. Disponível em: https://periodicos.itp.ifsp.edu.br/index.php/RIFP/article/view/1148. Acesso em: 11 ago. 2023.

ROCHA, Leandro de Oliveira; ARAÚJO, Samuel Nascimento de; COELHO, Márcio Cardoso; BOSSLE, Fabiano. Autoetnografia crítica na educação física escolar: do estudo da experiência cultural à construção da prática docente. Movimento, v. 29, e29025, 2023. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.122746. Acesso em: 20 ago. 2023.

SAYÃO, Deborah Thomé. Infância, prática de ensino em educação física e educação infantil. In: VAZ, Alexandre Fernandes; SAYÃO, Deborah Thomé; PINTO, Fábio Machado. (Org.). Educação do corpo e formação de professores: reflexões sobre a prática de ensino em educação física. Florianópolis/Brasília: Editora da UFSC/INEP, 2002.

SILVA, Paula Cristina da Costa. O ensino-aprendizado da Capoeira nas aulas de educação física escolar. Tese (doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2009.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2021.

SMITH, Marilyn Cochran. A tale of two teachers: learning to teach over time. Kappa Delta Pi Record, v. 48, n. 3, p. 108-122, ago. 2012.

SMYTH, John. Teacher’s work and the politics of reflection. American Educacional Research Journal, v. 29, n. 2, p. 267-300, 1992. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/1163369. Acesso em: 20 ago. 2023.

SOARES, Carmen Lúcia; TAFFAREL, Celi Nelza Zülke; VARJAL, Elizabeth; CASTELLANI FILHO, Lino; ESCOBAR, Micheli Ortega; BRACHT, Valter. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. São Paulo: Vozes, 2014.

TARDIN, Heitor Perrud; SOUZA NETO, Samuel de. Análise da prática na Educação Física: o plano de aula como reflexão crítica de um professor iniciante. Revista Prática Docente, v. 6, n. 2, e073, 2021. Disponível em: http://doi.org/10.23926/RPD.2021.v6.n2.e073.id1267. Acesso em: 10 ago. 2023.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION - UNESCO. Intangible cultural heritage. In: Decision of the Intergovernmental Commitee 9. COM 10.8 Inscribes Capoeira Circle on the representative list of the intangible cultural heritage of humanity. Paris, 25 de novembro de 2014. Disponível em: https://ich.unesco.org/en/decisions/9.COM/10.8. Acesso em: 23 ago. 2023.

WITTORSKI, Richard. A contribuição da análise das práticas para a profissionalização dos professores. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 44, n. 154, p. 894-911, out./dez. 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1590/198053143039. Acesso em: 15 ago. 2023.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Conexões

Downloads

Não há dados estatísticos.