Ideologia neoliberal e educação: um par possível para a emancipação social?

Autores

  • Ariovaldo Santos UEL

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v9i33e.8639526

Palavras-chave:

Capital. Violência simbólica. Dominação. Educação

Resumo

A violência é em geral apresentada como um processo físico, resultante do uso da forçabruta. No presente artigo busca-se discutir como o movimento de expansão do capital,sem romper com o primado assinalado, tornaram mais complexos os mecanismos dedominação. Assim, uma das componentes importantes no processo de dominaçãopolítica e econômica, contemporânea, é a exploração do campo das manifestaçõessimbólicas como caminho para sedimentar os interesses ligados à acumulação docapital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ariovaldo Santos, UEL

Prof. Associado da Universidade Estadual de Londrina (UEL) - PR

Referências

BOURDIEU, Pierre (1994), Lições da Aula, R. J., Vozes, p. 19-20

BOURDIEU, Pierre (1998), Ao leitor, in Contrafogos, R. J., Jorge Zahar Editor.

BOURDIEU, Pierre (1998), Com a palavra, o ferroviário, in Contrafogos, R. J., Jorge Zahar Editor.

BOURDIEU, Pierre, L’État e la concentration Du capital symbolique. In THERET, Bruno (org.) (1995), L’État, la finance ET Le social, Paris, Éditions La Découverte.

LUKÁCS, Georg (1969), Ser e Consciência, in ABENDROTH, Wolfgang (org.), Conversando com Lukács, R.J., Paz e Terra.

MÉSZÁROS, István (2005), A Educação Para Além do Capital, S.P., Boitempo Editorial.

MACLAREN, Peter e FARAHMANDPUR, Farah (2001), Pedagogia Revoluconária na Globalização, R. J., DP&A Editora.

Downloads

Como Citar

SANTOS, A. Ideologia neoliberal e educação: um par possível para a emancipação social?. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 9, n. 33e, p. 26–38, 2012. DOI: 10.20396/rho.v9i33e.8639526. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639526. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos