Banner Portal
A escola normal e a formação da elite intelectual da cidade de São Carlos (1911 – 1930)
PDF

Palavras-chave

Escola Normal. República Velha. Álvaro Guião. São Carlos. Formação de Professores

Como Citar

JAMBERSI, Belissa do Pinho; ARCE, Alessandra. A escola normal e a formação da elite intelectual da cidade de São Carlos (1911 – 1930). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 9, n. 33, p. 122–141, 2012. DOI: 10.20396/rho.v9i33.8639558. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639558. Acesso em: 19 abr. 2024.

Resumo

Este artigo objetiva apresentar o papel social que a Escola Dr. Álvaro Guião teve naeducação da sociedade São-Carlense em seus primeiros tempos, e vice e versa. Para tantosubdividimos este trabalho em duas partes: inicialmente, apresentamos a história doMunicípio de São – Carlos, procurando dissertar sobre a importância da elite cafeeira parao progresso são-carlense. No segundo momento abordar-se-á a contextualização históricada Primeira República, no que se refere à expansão da Instrução Pública. Em seguidaprocurar-se-á relacionar como que este movimento histórico geral acompanhou o aspectoda Instrução Pública no Município, enfatizando a importância cultural da Antiga EscolaNormal de São Carlos, para o desenvolvimento artístico e intelectual da cidade.
https://doi.org/10.20396/rho.v9i33.8639558
PDF

Referências

Almanach Álbum de São Carlos 1916 – 1917, São Carlos, Tipografia Artística.

Almanach Álbum São Carlos na esteira do tempo 1884 – 1934. Organizador: Ary Pinto das Neves. (1957) Edição Comemorativa dos 150 anos da cidade de São Carlos.

Almanach Anuário de São Carlos -1905

Almanach Anuário São Carlos -1915. Organizador Sebastião Camargo. São Carlos, TYP, Joaquim Augusto.

Almanach Anuário São Carlos -1928. Organizador José Ferraz de Camargo, São Carlos.

BUFFA, E. (2007) – Os Estudos sobre Instituições Escolares: organização do espaço e propostas pedagógicas.- in SAVIANI, D; LOMBARDI J. C. & SANDANO, W. (org.) (2007) – Instituições Escolares no Brasil: conceito e reconstrução histórica – Campinas: Editora Autores Associados: HISTEDBR – páginas 151-164.

LE GOFF, J. (1994) – História do Cotidiano – in ARIÈS, P.; DUBY, G. & LE GOFF, J. (1994) – História e Nova História – Lisboa: Editorial Torema.

NAGLE, J (1974) – Educação e Sociedade na Primeira República – São Paulo, EPU; Rio de Janeiro, Fundação Nacional de Material Escolar.

NORONHA, O. M. (2007) – Historiografia das Instituições Escolares: Contribuição ao debate metodológico.- in SAVIANI, D; LOMBARDI J. C. & SANDANO, W. (org.) (2007) – Instituições Escolares no Brasil: conceito e reconstrução histórica – Campinas: Editora Autores Associados: HISTEDBR – páginas 165-176.

NOSELLA, P. & BUFFA, E (2002) - Schola Mater. A antiga Escola Normal de São Carlos, 1911 – 1933 – primeira reimpressão. São Carlos, EDUFSCar/FAPESP.

REIS FILHO, C dos (1995) – A educação e a ilusão liberal – São Paulo, Cortez/ Autores Associados.

SAVIANI, D (2007) – História das idéias pedagógicas no Brasil – São Paulo, Autores Associados.

SILVA, E. C. da (2007) – O Professor Ideal em Excelsior! (1911-1916): A Revista da Escola Normal de São Carlos. – São Carlos: Rima.

SOUZA, R. F. de (1998) – Templos de Civilização: a implantação da escola primária graduada no Estado de São Paulo (1890 – 1910) – São Paulo: Fundação Editora da Unesp.

TRUZZI, Oswaldo. (2000) – Café e Indústria: São Carlos: 1850 – 1950 – São Carlos: EdUFSCar.

VAINFAS, R. (2002) – Micro-História: Os Protagonistas anônimos da História - Rio de Janeiro: Campus.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.