O Corcunda de Notre-Dame: grotesco, sublime e deficiência na idade média

Autores

  • Nerli Nonato Ribeiro Mori Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v9i34.8639588

Palavras-chave:

Deficiência. Representações. Corcunda de Notre-Dame

Resumo

A coexistência do grotesco e do sublime e, ao mesmo tempo, as fronteiras que osseparam se constituem em ponto de partida para discutirmos o tema da deficiência na Idade Média, tal como representada na obra o Corcunda de Notre Dame, de VictorMarie Hugo. Como é a vida de Quasímodo, personagem externamente disforme egrotesco, mas também terno, ingênuo e apaixonado? Quais as representações sobredeficiência presentes nesta história ambientada na Paris do século XV? Ao buscarresposta para estas questões, tenta-se entender como os dramas demonstrados nahistória original foram se transformando na versão produzida para a televisão e lançadaem 1997, bem como no desenho animado com o mesmo nome e um dos maioressucessos dos estúdios de Walt Disney.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nerli Nonato Ribeiro Mori, Universidade Estadual de Maringá

Professora Titular do Departamento de Teoria e Prática da Educação da Universidade Estadual de Maringá (Concurso Público de Professor Titular para a Carreira do Magistério Público do Ensino Superior do Estado do Paraná - Edital 052/2011 - PRH), atuando no curso de graduação em pedagogia e no mestrado e doutorado em educação (PPE).

Referências

AMALVI, Christian. Idade Média. In: LE GOFF, Jacques; SCHITT, Jean-Claude (Coord). Dicionário temático medieval. Bauru (SP): EDUSC, 2006, p.537-551. (Vol. I)

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento – O contexto de François Rabelais. São Paulo: HUCITEC; Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 1993.

ECO, Humberto. História da beleza. Rio de Janeiro: Record, 2004.

FERNANDES, Raúl Cesar Gouveia. Reflexões sobre o estudo da Idade Média. Disponível em: http://www.hottopos.com.br/videtur6/raul.htm. Acesso em: 01 out.2007.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Mídia, máquinas de imagens e práticas pedagógicas. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, ANPEd, v. 12, n. 35, maio/ago. 2007, p. 290-299.

HUGO, Victor-Marie. Do grotesco e do sublime. São Paulo: Perspectiva, 2004.

HUGO, Victor-Marie. O corcunda de Notre-Dame. São Paulo: Três, 1973.

LE GOFF, Jacques. Maravilhoso. In: LE GOFF, Jacques; SCHITT, Jean-Claude (Coord). Dicionário temático medieval. Bauru (SP): EDUSC, 2006, p.105-120. (Vol. II)

MARCHI, Cesare. Grandes pecadores, grandes catedrais. São Paulo: Martins Fontes, 1991.

NEL-CASTRO. As personagens. In: Victor Hugo. Lisboa: Editorial Verbo, 1972, p. 89-104. (Os gigantes da Literatura Universal).

NEL-CASTRO. Victor Hugo hoje. In: Victor Hugo. Lisboa: Editorial Verbo, 1972, p.131. (Os gigantes da Literatura Universal).

Downloads

Como Citar

MORI, N. N. R. O Corcunda de Notre-Dame: grotesco, sublime e deficiência na idade média. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 9, n. 34, p. 199–210, 2012. DOI: 10.20396/rho.v9i34.8639588. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639588. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos