Notas para a história da educação: considerações acerca do decreto nº 7.247, de 19 de abril de 1879, de autoria de Carlos Leôncio de Carvalho

Autores

  • Cristiane Silva Melo Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão – FECILCAM
  • Maria Cristina Gomes Machado Universidade Estadual de Maringá – UEM

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v9i34.8639594

Palavras-chave:

Documento

Resumo

Documento

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Silva Melo, Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão – FECILCAM

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da UEM. 

Maria Cristina Gomes Machado, Universidade Estadual de Maringá – UEM

Professora Titular da Universidade Estadual de Maringá (UEM) onde trabalha desde 1990 e atua no Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado e Doutorado desta instituição desde 2001.

Referências

ALMEIDA, José Ricardo Pires de. História da instrução pública no Brasil (1500 a 1889). Tradução: Antonio Chizzotti. São Paulo: EDUC; Brasília, INEP/MEC, 1989.

AZEVEDO, Fernando de. A cultura brasileira. Brasília: UnB, 1963. BARBOSA, Rui. Reforma do ensino secundário e superior. In: Obras completas. v. IX, tomo I. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, 1942.

AZEVEDO, Fernando de. Reforma do ensino primário e várias instituições complementares da instrução pública. In: Obras completas. v. X, tomo I ao IV. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, 1947.

AZEVEDO, Fernando de. Lições de coisas. In: Obras completas. v. XIII, tomo I. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, 1956.

CALVI, Lourdes Margareth. As transformações sociais e a instrução pública: uma análise dos projetos de reforma educacional e dos relatórios ministeriais de 1868 a 1879. Maringá: Universidade Estadual de Maringá, 2003. (Dissertação de Mestrado).

CARVALHO, Carlos Leôncio de. Decreto 7.247 - Reforma do Ensino Primário e Secundário do Município da Corte e o Superior em todo o Império. In: BARBOSA, Rui. Reforma do Ensino Secundário e Superior. Obras Completas. v. IX, tomo I, Rio de Janeiro, Ministério da Educação e Saúde, 1942. p. 273-303.

CUNHA, Luiz Antônio. A universidade temporã. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1986.

HAIDAR, Maria de Lourdes Mariotto. O ensino secundário no império brasileiro. São Paulo: Grijalbo, 1972.

HOLANDA, Sérgio Buarque. História geral da civilização brasileira. São Paulo: Difel, 1985.

MACHADO, Maria Cristina Gomes. Rui Barbosa: Pensamento e ação. Campinas, SP: Autores Associados, 2002.

MACHADO, Maria Cristina Gomes. Fontes e história das instituições escolares: o projeto educacional de Rui Barbosa no Brasil. In: LOMBARDI, José Claudinei; NASCIMENTO, Maria Isabel Moura (Orgs.). Fontes, história e historiografia da educação. Campinas, SP: Autores Associados; Curitiba: Pontifícia Universidade Católica do Paraná; Palmas: Centro Universitário Diocesano do Sudoeste do Paraná (UNICS); Ponta Grossa: Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2004. p. 65-83.

MACHADO, Maria Cristina Gomes. O Decreto de Leôncio de Carvalho e os Pareceres de Rui Barbosa em Debate: A criação da escola para o povo no Brasil no século XIX. In: STEPHANOU, Maria; BASTOS; Maria Helena Camara (Orgs.). Histórias e memórias da educação no Brasil: Século XIX. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005. p. 91-103.

MACHADO, Maria Cristina Gomes. Carlos Leôncio de Carvalho (Verbete). In: LOMBARDI, José Claudinei; SAVIANI, Dermeval; NASCIMENTO, Maria Isabel Moura. (Orgs.). Navegando pela história da educação brasileira. Campinas, SP: FE; HISTEDBR, 2006a. DR-Rom.

MACHADO, Maria Cristina Gomes. Referências documentais - Carlos Leôncio de Carvalho (Verbete). In: LOMBARDI, José Claudinei; SAVIANI, Dermeval; NASCIMENTO, Maria Isabel Moura. (Orgs.). Navegando pela história da educação brasileira. Campinas, SP: FE; HISTEDBR, 2006 b. DR-Rom.

RIBEIRO, Maria Luisa Santos. História da educação brasileira: a organização escolar. Campinas, SP: Autores Associados, 1993.

SAVIANI, Dermeval. História das idéias pedagógicas no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2007.

SCHELBAUER, Analete Regina. O método intuitivo e lições de coisas no Brasil do século XIX. In: STEPHANOU, Maria; BASTOS; Maria Helena Camara (Orgs.). Histórias e memórias da educação no Brasil: Século XIX. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005. p. 132- 149.

VALDEMARIN, Vera Tereza. O liberalismo demiurgo: estudo sobre a reforma educacional projetada nos pareceres de Rui Barbosa. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2000.

Downloads

Como Citar

MELO, C. S.; MACHADO, M. C. G. Notas para a história da educação: considerações acerca do decreto nº 7.247, de 19 de abril de 1879, de autoria de Carlos Leôncio de Carvalho. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 9, n. 34, p. 294–305, 2012. DOI: 10.20396/rho.v9i34.8639594. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639594. Acesso em: 15 out. 2021.

Edição

Seção

Documento

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>