Da cegueira à orfandade: a questão da cidadania nas políticas de alfabetização de jovens e adultos (1947 – 2002)

Autores

  • Marcia Soares de Alvarenga UERJ

DOI:

https://doi.org/10.20396/rho.v9i36.8639650

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos. Políticas de alfabetização/ cidadania. Ideologia

Resumo

No Brasil, as iniciativas que envolvem as políticas governamentais de alfabetização dejovens e adultos parecem confirmar, cada vez mais, a inexorável existência de sua conexãocom os modelos políticos e econômicos que foram e continuam sendo desenvolvidos nopaís, condicionando a questão da cidadania aos marcos ideológicos determinados por estesmodelos. As políticas governamentais de alfabetização, destinadas aos jovens e adultosexcluídos do processo de escolarização, são instruídas como "missões civilizatórias" que,transformadas em "campanhas", "cruzadas" ou "movimentos", tentam promover aerradicação da diferença entre a barbárie e a civilização; entre a não-cidadania e acidadania, conduzindo, pelo estandarte da alfabetização, a mensagem ideológica queatribui à ausência, à falta da leitura e da escrita a raiz fundante de tais diferenças. Aperspectiva de análise, adotada neste trabalho, assume como tarefa definir como acategoria cidadania vem sendo construída nas políticas oficiais de alfabetização de jovens eadultos, marcando-a com concepções e referenciais próprios do pensamento das classeshegemônicas no Brasil, produzindo a "ideologia do analfabetismo".

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Soares de Alvarenga, UERJ

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003). Professora da Graduação e do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Educação Processos Formativos e Desigualdades Sociais da Faculdade de Formação de Professores da UERJ (FFP/UERJ).

Referências

ADIGA, A. O Tigre Branco. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.

ALVARENGA, M. S. A inter-relação entre educação popular e organização comunitária como um fator de contribuição à construção da cidadania. Dissertação de mestrado. UFRJ, 1991.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

BENEVIDES, M.V. Cidadania e democracia. São Paulo: Lua Nova, CEDEC, n.33, 1994.

BETTO, Frei. A avareza. In. SADER, E. (org.). 7 Pecados do Capital. 3. ed. Rio de Janeiro: Record, 2000.

BUFFA, E. Educação e cidadania burguesas. In Buffa, Arroyo e Nosella (orgs.). Educação e Cidadania: quem educa o cidadão. São Paulo: Cortez, 1987.

CARVALHO, J. M. Desenvolvimiento de la ciudadania en Brasil. México: Fondo de Cultura, 1995.

CHAUÍ, M. Conformismo e resistência. São Paulo: Brasiliense, 1989.

FAORO, R. Os donos do poder. São Paulo: Ed. Globo, 1995.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Cortez, 1989.

MACEDO, D. Alfabetização, linguagem e ideologia. In. Revista Educação & Sociedade. São Paulo, no 73/2000, p. 84-99.

MARTINS, J. S. O Poder do Atraso. São Paulo: Hucitec, 1993.

MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.

MARX, K. A questão judaica. São Paulo: Moraes, 2000.

NUNES, C. Uma visão histórica da educação de adultos no Brasil, Niterói, UFF, Cadernos ESSE, no l, 1993.

PAIVA, V. Educação Popular e Educação de Adultos, São Paulo: Loyola, 1973.

PROGRAMA ALFABETIZAÇÃO SOLIDÁRIA. Mil dias reescrevendo o Brasil: relatório de três anos de atividade. Brasília, Conselho Consultivo da Coordenação das Universidades do Programa Alfabetização Solidária, 2000.

RODRIGUES, J. H. Conciliação e Reforma no Brasil. Um desafio histórico-político. Rio de janeiro: Civilização Brasileira, 1981.

SANTOS, M. Por uma outra globalização. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

SANTOS, M. O espaço do cidadão. São Paulo: Nobel, 1996.

SANTOS, W. G. Cidadania e Justiça: a política social na ordem brasileira. Rio de Janeiro: Campus, 1987.

SILVA, M. História do Analfabetismo no Brasil. Campinas. Unicamp, Tese de Doutorado, 1998.

SOROMENHO-MARQUES, V. A era da cidadania - De Maquiavel a Jefferson. Portugal: Publicações Europa – América Ltda, 1996.

Downloads

Como Citar

ALVARENGA, M. S. de. Da cegueira à orfandade: a questão da cidadania nas políticas de alfabetização de jovens e adultos (1947 – 2002). Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 9, n. 36, p. 200–215, 2012. DOI: 10.20396/rho.v9i36.8639650. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639650. Acesso em: 20 jun. 2021.

Edição

Seção

Artigos