Banner Portal
Educação profissional e os ideais liberais presentes no pensamento educacional brasileiro
PDF

Palavras-chave

História da educação. Educação profissional. Liberalismo. Escolas técnicas

Como Citar

STUTZ, Beatriz Lemos; LUCENA, Carlos Alberto. Educação profissional e os ideais liberais presentes no pensamento educacional brasileiro. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 10, n. 38, p. 139–149, 2012. DOI: 10.20396/rho.v10i38.8639695. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639695. Acesso em: 13 abr. 2024.

Resumo

Este texto aborda a história da educação profissional em nosso país e sua estreita relação com osprocessos produtivos e os ideais liberais presentes no pensamento educacional brasileiro. Adespeito da intensificação das reformas educacionais, a partir da primeira metade do século XX,permanecem ainda, na atualidade, marcas profundas do pensamento liberal nas decisões epráticas educacionais contemporâneas. O texto enfoca também a necessidade de descobrir-se overdadeiro papel das escolas profissionais do ensino médio e aponta a incapacidade da educaçãode, por si só, produzir mudanças na sociedade, como queriam crer os intelectuais do Manifestodos Pioneiros da Educação Nova.
https://doi.org/10.20396/rho.v10i38.8639695
PDF

Referências

BRASIL. Lei no. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: http://www.educacaoonline.pro.br. Acesso em 25 de nov. 2007.

BRASIL. Lei no. 10.172, de 09 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em 27 de nov. 2007.

BUFFA, Ester; NOSELLA, Paolo. A Escola Profissional de São Carlos. São Carlos: EdUFSCar, 1998.

CAPANEMA, Gustavo. Capanema e a educação brasileira. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, 66(153), p.187-200, maio/ago., 1985.

CUNHA, Luiz Antônio. O ensino industrial-manufatureiro no Brasil. Revista Brasileira de Educação, no. 14, p. 89- 107, mai/jun/jul/ago, 2000.

MANACORDA, Mario Alighiero. História da Educação: da Antiguidade aos nossos dias. 11aed., São Paulo: Cortez, 2004. Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova. In: GHIRALDELLI JR., Paulo. História da Educação. São Paulo: Cortez, 1990, p. 54- 78.

MENDES, Laudenir Otávio. Políticas públicas e a pedagogia das competências na educação profissional: a trajetória do ensino profissionalizante de nível técnico no Brasil e no Estado de São Paulo. Campinas, SP Tese (doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

RUBEGA, Cristina Cimarelli Caballero. A reforma da educação profissional de nível médio e a formação do técnico em química: retrospectiva e perspectivas de uma profissão. Campinas, SP Tese (doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

SAVIANI, Dermeval. et al. (2004). O legado educacional do século XX no Brasil. Campinas: Autores Associados.

STUTZ, Beatriz Lemos. Técnico em Enfermagem: o perfil traçado por profissionais da área no município de Uberlândia, nos anos 90. Dissertação (mestrado) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 1998.

TEIXEIRA, Anísio. Carta a San Tiago Dantas, 21 de jul. 1959, Rio de Janeiro, Biblioteca Virtual Anísio Teixeira. Disponível em: http://www.prossiga.br/anisioteixeira. Acesso em: 28 nov. 2007.

VERÍSSIMO, José. A educação nacional. 3a ed., Porto Alegre: Mercado Aberto, 1985.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.