Banner Portal
O manual didático e os quadros murais na relação educativa do curso normal Sagrado Coração de Jesus – 1936-1971
PDF

Palavras-chave

Organização do trabalho didático. Instituições Escolares e Práticas Escolares

Como Citar

HOFF, Sandino; LONGHI, Armindo José; CARDOSO, Maria Angélica. O manual didático e os quadros murais na relação educativa do curso normal Sagrado Coração de Jesus – 1936-1971. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 10, n. 37e, p. 128–144, 2012. DOI: 10.20396/rho.v10i37e.8639785. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639785. Acesso em: 13 abr. 2024.

Resumo

Este estudo investigou os instrumentos do trabalho didático utilizados no Curso Normal doColégio Sagrado Coração de Jesus de Canoinhas, SC, entre 1936 e 1971, no intuito deverificar como se realizou a formação cristã em meio à proposta oficial de uma formaçãolaica. Inquiriu: os documentos existentes no arquivo do colégio; o livro Crônica, queregistrou os momentos relevantes da vida das Irmãs; alguns textos de alunos, editados noÓrgão das Normalistas; depoimentos da ex-diretora, de ex-alunos e de ex-professores. Ainvestigação concluiu que o espaço da proposta pedagógica cristã, em meio às obrigaçõesdas diretrizes laicas do Estado, foi conquistado mediante o uso dos instrumentos didáticos:o manual didático e o quadro mural. Esses recursos didáticos cumpriram a função social ereligiosa de uma vigilância metodológica na transmissão dos saberes escolares, pois,cumprindo as normas governamentais, foram subsumidos ao domínio do professor naprática escolar.
https://doi.org/10.20396/rho.v10i37e.8639785
PDF

Referências

ALVES, G. L. (2005) O Trabalho Didático na Escola Moderna: formas históricas. Campinas, SP: Autores Associados.

ALVES, Gilberto Luiz. (2008) Instrumentos do Trabalho Didático e Relação Educativa na Escola Moderna. Campo Grande: 2008. (Programa de Pesquisa).

ARAÚJO, J. C. e outros (orgs.) (2008) As Escolas normais no Brasil. Campinas: Ed. Alínea.

ARQUIVO do Curso Normal Sagrado Coração de Jesus. Canoinhas: UnC-Canoinhas.

CANOINHAS. DOCUMENTOS AVULSOS. – 1874-1925. Assembléia Legislativa de Santa Catarina. Florianópolis: Centro de Memória, p. 9.

CATTEEUW, Karl (2005) Als de Muren Konden Spreken. Leuven: Katholieke Universiteit. Centrum voor Historische Pedagogiek.

DAROS, Maria das Dores (2002). A Sociologia na Formação dos Professores Catarinenses nos anos de 1930 a 1940. In: SCHEIBE, L; DAROS, M. D. (orgs.). Formação de Professores em Santa Catarina. Florianópolis: NUP/CED, p. 35-52.

HÉRY, Evelyne. (1999). Un Siècle de Leçons d, Histoire: la Histoire enseigné ao licée. 1879-1970. Rennes: Presses Universitaires de Rennes.

HOFF, Sandino. (1996). As Sombras e o Corpo donde procedem ou o mundo das artes como principio Educativo. Revista InterMeio. V. 2, n. 4. Campo Grande: Mestrado em Educação da UFMS. P. 4-19.

HOFF, Sandino. (2008). Apresentação. In: RATKE, Wolfgang. Escritos sobre a Nova Arte de Ensinar (1571-1635). Campinas: Autores Associados, p. 1-26.

IRMÃS Missionárias de Maria Auxiliadora. (1921–1971) Chronik der Filiale Canoinhas (Crônica da Filial de Canoinhas). Canoinhas.

JULIA, D. (2001). A Cultura como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação, Campinas: Autores Associados, n.1, p. 9-43, 2001.

KULESZA, Wojciech Andrzej. (1996) Igreja e Educação na primeira República. História da Educação – GT 02. Caxambu: 19a Reunião Anual da ANPED.

LOURENÇO FILHO. (2002). Introdução ao Estudo da Escola Nova. Rio de Janeiro: Ed. da UERJ.

NASCIMENTO, Carla Lourdes do; DANIEL, Leziany Silveira. O Instituto de Educação de Florianópolis e os Intelectuais Catarinenses na Década de 40. In: SCHEIBE, L; DAROS, M. D. (orgs.) (2002). Formação de Professores em Santa Catarina. Florianópolis. Florianópolis: NUP/CED, p.53-70.

NÓBREGA, Paulo de. Grupos Escolares: Modernização do Ensino e Poder Oligárquico. In: DALLABRIDA, Norberto. (2003) Mosaico de Escolas. Florianópolis: Cidade Futura, p. 253-280.

ÓRGÃO DAS NORMALISTAS. (1946) Canoinhas: Colégio Sagrado Coração de Jesus. Curso Normal Secundário. N. 9.

SANTA CATARINA. Decreto-lei 713, jan. 1935; Decreto 306, 1939.

TEIVE, Gladys Ghizoni. (2002) Entre o Discurso e a Prática: um olhar sobre a Escola Normal Cararinense nos anos sessenta. In: SCHEIBE, L; DAROS, M. D. (orgs.). Formação de Professores em Santa Catarina. Florianópolis: NUP/CED, p. 165-178.

WELTER, Carmen. (2006) Colégio Sagrado Coração de Jesus – 85 anos Educando. 1921-2006. Canoinhas. www.historia.fcs.ucr.ac.cr, Acessado no dia 23 de novembro de 2008.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.