Estado, educação e tecnocracia na ditadura civil-militar brasileira

  • Flávio Reis dos Santos Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
  • Luiz Bezerra Neto Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
Palavras-chave: Burguesia. Capitalismo. Estado. Educação. Regime Civil-Militar

Resumo

O objetivo das breves considerações que efetuamos neste trabalho encontra-se na análise da ordem econômica burguesa com a perspectiva de compreender a sua atuação na utilização do Estado em defesa e na imposição de seus interesses à sociedade brasileira e na apropriação do campo educacional como instrumento de difusão e reprodução de sua ideologia por meio da formulação e implementação de políticas públicas com vistas à obtenção de hegemonia, a partir do golpe de 1964 e da instituição do Regime de Ditadura Civil-Militar no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávio Reis dos Santos, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
Doutorando em Educação pela Universidade Federal de São Carlos
Luiz Bezerra Neto, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos

Referências

BRASIL. Congresso Nacional. Diretoria de Informação Legislativa. Diretrizes e Bases para o ensino de 1o e 2o graus. Lei 5.692 de 11 de agosto de 1971. Brasília, 1971.

BRASIL. Diário Oficial da União. Relatório Meira Matos. 1968. Disponível em: http://www.inep.gov.br/PESQUISA/BBE-ONLINE/det.asp?cod=52421&type=M. Acesso em: 24 jun. 2010.

BRASIL. Leis, Decretos et. al. Constituição da República – 1967. In: SAVIANI, D. Política e educação no Brasil. São Paulo: Cortez/Autores Associados, 1987.

BRASIL. Leis, Decretos et. al. Lei 5.540 de 28 de novembro de 1968. In: SAVIANI, D. Política e educação no Brasil. São Paulo: Cortez/Autores Associados, 1987.

FERREIRA JR., A.; BITTAR, M. Educação e ideologia tecnocrática na ditadura militar. Cadernos CEDES. Campinas, n. 76, v. 28, p. 333-355, set./dez. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v28n76/a04v2876.pdf. Acesso em: 11 jul. 2009.

GERMANO, J. W. Estado militar e educação no Brasil. 4 ed. São Paulo, Cortez, 2005.

KUENZER, A. Z. Exclusão includente e inclusão excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. In: SAVIANI, D.; SANFELICE, J. L.; LOMBARDI, J. C. (Orgs.). Capitalismo, trabalho e educação. Campinas: Autores Associados, 2002.

LOMBARDI, J. C.; SAVIANI, D. (Orgs.). Marxismo e educação: debates contemporâneos. 2 ed. Campinas, SP: Autores Associados.

MARX, K. Manuscritos econômico-filosóficos. 2007. Disponível em: http://www.marxists.org/portugues/Marx/1844/Manuscritos/index.htm. Acesso em: 12 jan. 2010.

MARX, K. O capital: crítica da economia política. 6 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, vol. I, 1980.

MARX, K. O capital: crítica da economia política. 7 ed. São Paulo: DIFEL, vol. II, 1982.

SAVIANI, D. Educação e questões da atualidade. São Paulo: Cortez, 1991.

SAVIANI, D. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro, v. 12, n. 34, jan/jun. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413247820070001000012&script=sci_arttex&tlng=en. Acesso em: 17 jun. 2010.

SKDIMORE, T. Brasil: de Castelo a Tancredo. 6 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

Como Citar
Santos, F. R. dos, & Bezerra Neto, L. (1). Estado, educação e tecnocracia na ditadura civil-militar brasileira. Revista HISTEDBR On-Line, 10(40), 113-125. https://doi.org/10.20396/rho.v10i40.8639809
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)