Banner Portal
Imprensa operária: expressão das condições da mulher e dos movimentos sociais urbanos
PDF

Palavras-chave

Movimentos sociais. Educação. Operários

Como Citar

BOSCHETTI, Vania Regina; FERREIRA, Valdelice Borghi. Imprensa operária: expressão das condições da mulher e dos movimentos sociais urbanos. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 11, n. 42, p. 169–181, 2012. DOI: 10.20396/rho.v11i42.8639873. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639873. Acesso em: 24 jul. 2024.

Resumo

O texto estuda o movimento pela escolarização em Sorocaba nas primeiras décadas do século XX. Entender o processo desse movimento é o objetivo deste trabalho. Os movimentos sociais em Sorocaba investem em atividades sociais, educacionais e culturais. Fundamentam-se em aspirações de identidade coletiva, se apresentam com dinâmica criadora e reivindicatória revelando, de maneira impar, a ação social do indivíduo e a participação política do ser humano no que se refere à defesa da educação inspirada na teoria racional, na qualificação para o trabalho, e, posicionamentos relacionados à educação da mulher.

https://doi.org/10.20396/rho.v11i42.8639873
PDF

Referências

ARISTÓTELES Coleção Os Pensadores, Abril Cultural, São Paulo., SP., 1973.

BOSCHETTI, Vania Regina e FERREIRA, Valdelice Borghi. Discursos educacionais na imprensa: algumas leituras, Anais Eletrônicos do VII Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação, Universidade do Porto, Porto, Portugal, 2008.

DIAS, Everardo História das lutas sociais no Brasil, Alfa Omega, São Paulo, SP. 1977

D’INCAO, Maria Ângela. Mulher e família burguesa, in DEL PRIORE, Mary.(org.) “História das Mulheres no Brasil”, Contexto, São Paulo, SP. 2001

FERREIRA, Valdelice Borghi. O movimento operário e a educação na imprensa sorocabana na Primeira República. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, SP. 2009

FERRER GUARDIA, Francisco. La Escuela Moderna. Barcelona, Espanha: Tusquets Editora, S.A, 2009.

MARX, Karl e ENGELs, Frederich, Manifesto do Partido Comunista, in “Obras Escolhidas”, vol.1, Alfa-Omega, São Paulo, SP. (s/d)

MARTINEZ, Elda Evangelina Gonzále. O Brasil como País de Destino para os Migrantes Espanhóis, in FAUSTO, Boris (org), “Fazer a América”, Edusp, São Paulo, SP. 1999

MATOS, Maria Izilda Santos. Cotidiano & Cultura: história, cidade e trabalho, Edusc Bauru, SP. 2002

NAGLE Jorge, Educação e Sociedade na primeira República, DP&A Editora, Rio de Janeiro, RJ. 2001

NUNES, Maria José Rosado. Mulher e família burguesa, in DEL PRIORE, Mary.(org.), “História das Mulheres no Brasil”, Contexto, São Paulo, SP. 2001

OLIVEIRA, Sergio C. Os Espanhóis, TCM/Linc, Sorocaba, SP. 2002 O Operário, Edições de 1909 a 1913, Gabinete de Leitura Sorocabano, Sorocaba, SP.

PINTO, L. Costa. O negro no Rio de Janeiro: relações de raças numa sociedade em mudança. UFRJ, Rio de Janeiro, RJ. 1998

SAFÓN, Ramón. O racionalismo combatente: Francisco Ferrer Y Guardia, Editora Imaginário, São Paulo, SP. 2003

Silva, Erineuza Maria da. As relações de Gênero no Magistério: a imagem da feminização. Edufes, Vitóri, ES. 1968

TRATGTENBERG, Mauricio. Francisco Ferrer e a pedagogia libertária, Educação e Sociedade, no 01, Cortez/Autores Associados, São Paulo, SP. 1998

TOURAINE, Alain. Igualdade e Diversidade: o sujeito democrático,. Edusc, Bauru, SP. 1998 www.facef.br – “Anarquismo e feminismo: as mulheres anarquistas em São Paulo na 1a República - acesso em 25 março 2010. www.diaadiaeducacao.pr.gov.br – acesso em 25 março 2010.

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.